Como aliviar a dor do que não foi vivido?

Padrão

Sabia que “viver não dói…. O que dói é a vida que não se vive”.

Definitivo, como tudo o que é simples nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável….um tempo feliz. Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos…. Por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e Não compartilhamos…. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade Interrompida….

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar… Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender. Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada. Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: se iludindo menos e vivendo mais.

Renata R. Dos Santos

»

  1. Muito bom, mas isso, como todas as coisas boas de verdade é muito mais complicado do q parece…

    Acho q como sempre o problema esta nos exageros. Quando algum sonho se torna ilusão é hora de partir pra próxima e levar numa boa a situação, afinal esquentar a kbeça com problemas insoluveis so traz mais problemas…

    Trabalhar, brigar com conhecidos e parentes e acabar relacionamentos faz parte da progressão da vida e deve ser visto como tal. Cedo ou tarde as coiasas acabam (ou mudam) e não temos controle sobre isso. Se preucupar com o q poderia ter sido não leva a nada…

    Show o post gatinha,
    Te amo

  2. Sim,Sim
    Concordo,e acho tb que devemos nós preocupar em achar a solução e não se concentrar no problema!
    E penso ainda que se é do destino da pessoa,por mais que ela tente percorrer outros caminhos no final,ela chegará no msm ponto!

    Bjus AMOR!!!

  3. eu ia responder o seu post….. mas vc respondeu ele por mim!!!! hauhauha e iludindo menos e vivendo mais.

    claro, temos q viver mais e o momento presente… futuro podemos planejar… mas temos que viver o que está a nosso alcance!!! senão… já passou e aí será tarde…. terá mais coisa p/ se lamentar…. e de nada viveu!

    Bjokas Re!

  4. Simples assim……Seria … se fizessemos tudo que idealizamos, mas nem sempre é do jeito que queremos. Ai que vem as cobranças, nos esquecemos dos pequenos detalhes… Simples assim.
    Adorei o que foi escrito… Quando estiver triste ou pensativa, irei me lembra de vc.
    Abraços Silvia

  5. Olá Silvia
    Tem certas coisas que não são muitos faceis msm,adorei sei comentario,que bom poder compartilhar todas essas experiencias e tb conselhos. Obrigado.

    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s