Arquivo diário: 10 janeiro 2009

Verão sem Celulite

Padrão

O pesadelo de toda mulher tem nome, sobrenome e apelido: Lipodistrofia Ginóide, mais conhecida como celulite. Não é à toa que ela é tão temida por dez em cada dez mulheres. Além de atacar as partes mais sensuais do corpo (nádegas, coxas, abdome e braços), ela deixa a pele com um desagradável aspecto ondulado, o famoso efeito “casca de laranja”. É causada por fatores já bem conhecidos como a falta de exercícios físicos, fumo, álcool, uma alimentação não balanceada e também tem causas hormonais e genéticas. Se este é um drama rotineiro, com a chegada do verão a preocupação aumenta ainda mais. Mas com alguns tratamentos já é possível minimizar os temidos furinhos…

Sabe aquelas mulheres que dizem que “na próxima encarnação querem vir homens”? A celulite provavelmente está entre as causas disso. Além de ser um mal que atinge quase 90% delas (sejam gordinhas, magrinhas ou normais), ela raramente aparece nos homens! Isso acontece porque, nas mulheres, a camada subcutânea de gordura está organizada em canais verticais, que permitem acumular mais gordura. Nos homens, os canais são diagonais e em pequenas unidades, acumulando menos células adiposas.

Por que temos celulite?

A celulite fica ainda mais evidente nos períodos em que os hormônios estão “fervilhando”, como na puberdade, menopausa, na fase pré-menstrual, gravidez e durante o início da pílula.

Outro “prato cheio” para este problema é a falta de ingestão de líquidos. Isso sem falar no avanço da idade, que deixa a pele naturalmente sem viço e reduz a tonalidade do tecido conjuntivo, tornando a celulite mais visível.

Até mesmo a estação do ano pode influenciar o aparecimento da celulite. “Talvez a dieta mais calórica do inverno e a diminuição da freqüência de atividade física nos meses mais frios do ano podem agravar o problema”, informa Dra. Shirlei.

Por outro lado, os meses que se aproximam do verão registram sempre um grande aumento no número de matrículas nas academias de ginástica e também da assiduidade dos alunos. “Nessa época, as mulheres ficam meio desesperadas, querendo endurecer o bumbum e as coxas, definir o abdome e, de quebra, reduzir o percentual de gordura, o que também diminui a celulite. Muitas vezes temos que dar um toque nelas, dizer para pegarem leve, senão podem ter problemas de coluna ou musculares”, diz o personal trainner Lucas Calábria.

Calma, você pode ganhar essa guerra!

Mas, ao contrário do que muitas mulheres pensam, “a celulite é tratável e controlável, mas como depende de múltiplos fatores, o seu controle até a cura é muito difícil”, alerta Dra. Shirlei, que indica ainda alguns tratamentos: drenagem linfática, intradermoterapia, ultra-som, radiofreqüência e infravermelho. “Além, é claro, de dieta, atividade física regular, controle hormonal, diminuição do estresse, fumo e álcool”, lembra ela.

Mas além dos tratamentos estéticos, que devem sempre ser feitos em consultórios ou clínicas de confiança, as mulheres contam também com um verdadeiro arsenal de cremes e produtos cosméticos desenvolvidos especialmente contra a celulite.

Fonte:bolsademulher