Alternativas para aliviar a dor sem tomar remédios

Padrão

Ninguém discute a eficácia da acupuntura, consagrada por inúmeras pesquisas. Uma delas acaba de ser publicada no jornal americano Rheumatology, mostrando seus bons resultados contra dores nas costas. De quebra ela atua em outros aspectos, como a depressão e a ansiedade, melhorando a qualidade de vida de quem sofre de males crônicos. Nas dores de origem muscular, a eficácia beira os 70%. As agulhas também são uma boa opção para quem não deveria tomar remédios a torto e a direito.
O poder das gotinhas – Na visão da homeopatia, terapia criada pelo médico alemão Samuel Hanemann (1755-1843), o que abre caminho para a dor é sempre uma desarmonia. Seus remédios, no caso, despertam reações semelhantes àquelas da doença que está gerando o mal-estar e ensinam o corpo a lutar contra esse mal para reencontrar o equilíbrio. Daí, a sensação dolorosa some. E a demora nos resultados não passa de um mito. Com um bom diagnóstico e um remédio certeiro, a resposta pode ser quase imediata.
Cérebro em transe – Pesquisas em instituições renomadas mostram que a hipnose ajuda, e muito, quem vive reclamando de dores. Uma delas, feita na prestigiada Universidade Harvard, nos Estados Unidos, mostrou que pacientes hipnotizados durante pequenas cirurgias sofreram menos no pós-operatório. Isso porque, ao focar a atenção em uma só coisa, o cérebro é imerso em uma situação que acaba virando realidade. Enganado, ocorrem alterações neuropsíquicas que modificam a percepção. A hipnose trabalha a sensação dolorosa e os fatores psicológicos e sociais que a geram.

Mente tranqüila – Relaxar sempre ajuda a acabar com a dor. Ao liberar endorfina, neurotransmissor que dá a sensação de bem-estar, o relaxamento diminui tensões e ajuda a quebrar o ciclo vicioso que mantém o sofrimento. Ele facilita o contato com o inconsciente e auxilia no trabalho com as emoções. Junto com o alongamento, permite tratar tanto os fatores físicos quanto os emocionais.
Toques analgésicos – A massagem é um excelente coadjuvante para tratar praticamente todos os males – desde que a pessoa tenha um diagnóstico médico correto. Quando a origem é postura ou tensão muscular, até pode dar conta do recado sozinha. Inúmeros estudos atentam esse efeito. Além disso, no cérebro os estímulos do toque ocupam o mesmo espaço doloroso, dando uma sensação de alívio. Para muitos terapeutas a técnica está sendo um bom reforço às sessões de acupuntura contra uma tendinite crônica. Entretanto fique de olho na formação do profissional e fuja de quem fez cursos de fim de semana. 

 

FONTE: http://www.lincx.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s