Arquivo diário: 3 novembro 2009

Após declarar que Sasha não tem talento, autor evita a imprensa

Padrão

Pedro Bandeira, autor do livro “O Fantástico Mistério de Feiurinha”, que inspirou o novo filme de Xuxa, não quer conversar com jornalistas. Após declarar que Sasha não tem talento, o escritor está evitando a imprensa. Na trama da Rainha dos Baixinhos, Sasha é uma das estrelas do elenco e recebeu críticas de Bandeira, que afirmou que a menina não tem talento para atuar.

Surpresa com o comentário, Xuxa está magoada com a declaração do autor, pois foi Sasha quem sugeriu adaptar o livro para o cinema ao ler a obra na escola. A apresentadora da Globo contou aos amigos mais próximos que foi ingratidão da parte do escritor, já que o filme certamente fará crescer as vendas de “O Fantástico Mistério de Feiurinha”.

A assessoria de imprensa da “Editora Moderna”, que publica a obra, afirma que a relação entre Xuxa e Pedro Bandeira não ficou estremecida e que o problema “já foi resolvido”. Segundo a assessoria, o autor foi infeliz em seu comentário, mas também foi mal interpretado.

Madonna deve vir ao Brasil nos próximos dias, diz jornal

Padrão

Madonna pode voltar ao Brasil nos próximos dias, de acordo com a coluna Mônica Bergamo, do jornal “Folha de São Paulo”, desta terça-feira (3). A cantora viria para estudar o apoio a projetos sociais, nos moldes dos que já faz na África, onde criou a Raising Malawi, fundação para crianças carentes.

Ainda segundo a colunista, em sua última passagem pelo Brasil, em dezembro de 2008, Madonna ficou impressionada com a situação de miséria em que vivem algumas crianças. Os preparativos para a viagem já estariam a todo vapor e a cantora planeja ficar a maior parte do tempo no Rio de Janeiro, onde mora o namorado, Jesus Luz.

“Pânico” empata com SBT e encosta na Record ao falar de Zina

Padrão

O programa “Pânico na TV” exibido neste domingo falou sobre Zina, integrante da atração detido na última semana portando cocaína, e deixou a RedeTV! empatada com o SBT em terceiro lugar na audiência por mais de 20 minutos.

De acordo com dados consolidados do Ibope, o humorístico registrou média de 10 pontos e se aproximou da Record, que marcou 11 pontos. No mesmo horário, a Globo liderou com 20 pontos de audiência.

Na disputa do fim de semana, o “Domingo Legal” registrou 8 pontos de média e deixou o SBT na frente da Record durante a exibição do programa “Tudo É Possível”. Já na disputa de Gugu com Silvio Santos, a Record venceu a briga no Ibope com 11 pontos contra 9.

O “Fantástico”, que nos últimos domingos vinha registrando médias abaixo dos 20 pontos para a Rede Globo, voltou a recuperar parte da audiência, marcando 20 pontos no último fim de semana (1). Neste horário, a Record registrou média de 11 pontos e o SBT marcou 9.

Panicat posa nua mas divide cachê com integrante do “Pânico”

Padrão

A jovem Juliana Salimeni, assistente de palco do programa “Pânico na TV”, mostrará suas curvas para a edição de janeiro da revista “Playboy” mas só vai embolsar metade do cachê.

De acordo com informações do jornal “Diário de São Paulo”, a modelo foi obrigada a entregar a outra parte do dinheiro para um dos integrantes da atração da Rede TV!, que diz ser seu padrinho.

Circulam rumores de que toda panicat que decidir tirar a roupa deve dividir o cachê com um integrante do “Pânico”.

Danilo Gentili é preso durante reportagem para o CQC

Padrão

O humorista Danilo Gentili comentou há poucos minutos, pelo Twitter, que foi preso enquanto fazia uma matéria para o programa CQC, da Band. Ele contou que foi algemado e ficou quatro horas detido.

Gentili declarou, em entrevista ao portal R7, da Rede Record, que estava disfarçado para realizar uma matéria a respeito da tolerância zero, que tem como base um artigo que considera vadiagem contravenção. O humorista saiu disfarçado de mendigo para ver a reação das pessoas e tentar encontrar alguém que também já tivesse passado por isso. “A policia chegou, me abordou, fui detido e encaminhado para delegacia”, contou.

Mariah Carey entrou de novo em má fase?

Padrão

Poucos artistas conseguiram dar uma volta por cima tão grande como Mariah Carey. Em 2005, seu álbum The Emancipation Of Mimi a trouxe de volta ao topo da parada americana, após cinco anos de uma fase negativa terrível.

Na antevéspera de virar quarentona (o que ocorrerá no dia 27 de março de 2010), no entanto, a moça parece entrar em novo período problemático. Ao menos, no quesito venda de discos.

Memoirs Of An Imperfect Angel, seu CD de estúdio de número 12, era cotado para entrar na parada americana direto no primeiro lugar, no mês de outubro. Isso não rolou.

O álbum vendeu 168 mil cópias na semana de lançamento e lhe valeu apenas o terceiro lugar entre os discos mais vendidos no mercado americano.

Ela perdeu para a veteraníssima Barbra Streisand, que vendeu 180 mil cópias e ficou com o topo da parada com seu Love Is The Answer, e para o jovem grupo de rock Paramore, que vendeu 175 mil cópias de seu Brand New Eyes.

A coisa piora se compararmos Mariah com ela própria. E=MC2 (2008), seu disco anterior, conquistou o topo da parada americana e comercializou na primeira semana de lançamento 463 mil cópias, ou seja, quase o triplo do novo CD.

O pior sintoma de queda vem agora. Após apenas quatro semanas, Memoirs Of An
Imperfect Angel caiu para o décimo quarto posto na parada americana. Ou seja, o disco ficou entre os dez mais apenas três semanas.

Seus CDs de sucesso anteriores se mantinham entre os dez mais durante meses. Lógico que o disco pode até se recuperar, mas o cheiro de fracasso fica forte no ar.

Mariah Carey esteve duas vezes no Brasil. Uma em 1999, quando fez apenas divulgação de seu disco Rainbow na imprensa e em programas de tevê, e no mês passado, quando cantou quatro músicas no Fashion Rocks.

Rihanna fala pela primeira vez sobre agressão de Chris Brown

Padrão

A cantora Rihanna, 21 anos, falou pela primeira vez sobre a noite em que foi agredida pelo ex-namorado, o rapper Chris Brown, 20. “Isso aconteceu comigo… poderia ter acontecido com qualquer um”, disse ela em entrevista à Diane Sawyer para o programa Good Morning America, que vai ao ar na próxima sexta-feira (6).

Rihanna contou que o incidente foi particularmente difícil por causa do lugar especial que Chris Brown tinha em seu coração. “Ele definitivamente foi o meu primeiro grande amor”.

Em agosto, Brown foi condenado a cinco anos de liberdade condicional e serviço comunitário. A agressão aconteceu em fevereiro, na véspera da entrega dos prêmios Grammy.

Rihanna se prepara para lançar seu quarto álbum, intitulado Rater R, no dia 23 de novembro. A primeira música de trabalho, Russian Roulette, foi lançada na semana passada.