Arquivo diário: 11 novembro 2009

Ivete Sangalo retorna à TV com especial da Globo

Padrão

Ivete Sangalo foi convidada pela Globo para estrelar um dos especiais de final de ano, após a licença-maternidade da cantora. O formato da atração será mais leve do que o “Estação Globo”, que a musa do axé costuma apresentar na emissora.

Segundo o jornal “Folha de São Paulo”, a Globo está preparando um pacotão para o final de ano, além dos musicais de Ivete e de Roberto Carlos, que já é uma tradição na casa.

Circulam rumores de que seja exibido um especial no dia 29 de dezembro em homenagem aos 78 anos de Chico Anysio. Ele irá interpretar 20 dos seus mais de 700 personagens que irão contracenar em uma embarcação cenográfica chamada “Ventos Anysios”.

Revista “Playboy” quer Geisy Arruda e Alinne Moraes na capa

Padrão

O diretor de redação da revista “Playboy”, Edson Aran, pretende estampar a capa da publicação masculina com a atriz Alinne Moraes e a estudante Geisy Arruda.

Segundo Aran, “para sair na `Playboy´ a mulher precisa ser gostosa e ter notoriedade”, disse o diretor. Geisy, que virou notícia depois de usar um microvestido na faculdade, também está nos planos da revista “Sexy”. Já Alinne Moraes é um sonho antigo da “Playboy”. “Paqueramos ela faz tempo”, conta Edson. 

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br

Brasil é o 2º mais aceito em “Orkut que barra feios”

Padrão

Eles aparecem em segundo lugar na lista dos países que têm mais usuários aceitos no BeautifulPeople um site de relacionamentos gratuito que junta apenas pessoas bonitas e barra quem não é atraente, segundo uma votação dos próprios membros do portal.

A rede social divulgou nesta terça-feira (10) que 45% dos brasileiros que tentaram entrar conseguiram entrar no site. O país só perde para os suecos, que atingiram um índice de 65%. A lista segue com Dinamarca (45%), Itália (39%) e Portugal (37%). Na parte de baixo da tabela aparecem Índia (15%), Alemanha (15%), Reino Unido (12%), Rússia (9%) e Polônia (9%).

Já as mulheres brasileiras não aparecem tão bem colocadas. Elas ficaram em quarto lugar, também com 45% de aceitação, atrás de Noruega (76%), Suécia (68%) e Islândia (66%).

No total, foram rejeitadas 1,8 milhão de pessoas de 190 países, levando em conta dados das últimas duas semanas. Apenas 360 mil novos membros foram aceitos.

O processo de seleção é o seguinte: quem já faz parte da rede analisa e vota se a pessoa deve ou não ser aceita. Para isso, são usadas classificações como “Definitivamente sim”, “Hum sim, OK”, “Hum não, não realmente” e “NÃO, definitivamente NÃO”.

Quando alguém é rejeitado, recebe uma mensagem dizendo que “Os membros de BeautifulPeople não lhe consideraram suficientemente atraente”.

O fundador do site, Robert Hintze, que já disse que os outros sites são “reservas de hipopótamos e javalis africanos”, analisa os resultados obtidos até agora.

– A Suécia e o Brasil estão provando ser as nações esteticamente mais abençoadas no mundo. Os homens e mulheres alemães não estão indo muito bem, mas eles estão colocando imagens carrancudas, eles precisam suavizar.

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br

Xuxa revela que papel de Sasha seria de Gisele Bündchen, em seu novo filme

Padrão

Xuxa compareceu, na tarde desta terça-feira (10), aos estúdios da Globo, em São Paulo, onde gravou uma entrevista para o Programa do Jô.

Jô brincou com a ‘rainha dos baixinhos’ perguntando quando eles revelariam que o apresentador é o verdadeiro pai de Sasha. Com muito bom humor e retribuindo a piada, Xuxa respondeu que era melhor esperar a menina crescer um pouco mais para contar.

Embalada nesse assunto, a apresentadora aproveitou para lembrar dois fatos bizarros que aconteceram com ela. O primeiro, na vez em que um homem apareceu na porta da casa rosa, antiga residência de Xuxa, no Rio, falando que faria exame de DNA para provar ser o verdadeiro pai de Sasha, mas depois desapareceu. O outro acontecimento foi quando um casal alegou ser os progenitores da apresentadora:

“Fiquei tão triste, porque sou tão parecida com todos lá em casa, principalmente com meus irmãos”, brincou Xuxa.

Quando questionada por Jô Soares se já sentiu medo de Papai Noel, a atriz disse que não. Mas, quando descobriu que ele era apenas um personagem, quebrou a vassoura que havia ganhado naquele Natal, de tanto que bateu no homem que estava vestido de Papai Noel, arrancando gargalhadas da plateia.

Ela contou também alguns detalhes do filme Xuxa e o Mistério da Feiurinha, ressaltando as participações de Angélica (Rapunzel), Daniele Valente (Branca de Neve) e Samantha Schmultz, que interpretará Chapeuzinho Vermelho, única princesa que não tem o seu príncipe encantado:

“A Chapeuzinho Vermelho ficou encalhada no filme”, brincou a apresentadora.

A loira ainda citou que havia cogitado Gisele Bündchen para fazer o papel da Feiurinha, mas Pedro Bandeira, que estava na plateia e é o autor da obra, achou melhor que fosse uma pessoa mais nova, sugerindo Sasha. Apesar de ser resistente a isso, por considerar um peso muito grande para a menina, Xuxa concordou com a ideia, que também era vontade de Sasha.

O programa deve ir ao ar no início de dezembro.

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br/

Wanessa Camargo: “Não me identifico e não ouço sertanejo”

Padrão

Wanessa Camargo deu uma entrevista ousada para a RG Vogue de novembro, em que mostrou um lado diferente daquele do começo de sua carreira, da menina ingênua que cantava músicas melosas.

Logo de cara, a cantora contou que já aprontou muito quando mais nova:

“Não fui santinha, quis experimentar a vida. Não fiz nada que nenhum jovem não tenha feito, só que era mais exposta”.

Atualmente casada com o produtor Marcos Buaiz, a cantora se declara mais família e caseira, mas garantiu que tem o controle sobre sua própria vida e negou a suposta briga de seu pai, Zezé Di Camargo, com o marido dela.

“Acho que tem gente que torce por isso mas, graças a Deus, eles se adoram. Passamos Natais juntos, com a família do Marcus. Não tem essa de brigar pela minha carreira; nem meu pai nem o Marcus mandam em mim. Sou e sempre fui independente, não nasci para ser Amélia, gosto de pagar minhas contas, batalhar pelo meu espaço, estar de igual para igual”, desabafou.

Sucesso nas rádios com o hit Fly, que canta em parceria com o rapper Ja Rule, Wanessa está numa fase ‘hip hop pop’ de sua carreira. Sobre as músicas sertanejas que ouviu desde criancinha em sua casa, por causa de seu pai, ela confessou:

“Eu gosto de sertanejo, tenho muito respeito e carinho pela música, um orgulho imenso do meu pai, mas não sou fã do gênero, não me identifico e não ouço”.

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br/

Sexo solução: é bom, gostoso e não engorda

Padrão

Se você acredita na máxima “tudo que é bom, engorda”, esqueceu de uma deliciosa exceção: o ato sexual. É bom, de graça, saudável e ainda ajuda a emagrecer. Vamos começar por essa última vantagem. “A perda calórica por ato sexual pode variar de 100 a 150 calorias. Isso corresponde a caminhar 20 minutos em ritmo moderado”, compara Lúcia Pesca, sexóloga, de Porto Alegre. Faça os cálculos: duas vezes por semana pode representar até 1 quilo a menos em um mês. Nada mau! É claro que isso dependerá da sua dieta e também da duração e da intensidade do sexo. Mais importante que a perda calórica, porém, é o bem que o sexo faz. “Os batimentos cardíacos são acelerados, os órgão internos massageados, a circulação sanguínea e a linfática intensificadas. A produção de hormônios e endorfinas contribui para uma sensação de bem-estar, sendo um excelente antídoto para a depressão e a ansiedade”, lista Amaury Mendes, médico e sexólogo, do Rio de Janeiro.

Por todos esses motivos, a Organização Mundial da Saúde, desde 2000, inclui o sexo como um dos prérequisitos para a qualidade de vida, tão importante quanto praticar exercícios e se alimentar bem. “É claro que estamos falando de relações com qualidade, ou seja, com vínculo afetivo, satisfação e segurança. Sexo prazeroso é um prêmio da vida adulta, e a durabilidade dessa conquista dependerá do esforço da manutenção”, afirma Lúcia Pesca.

Sustentar uma vida sexual criativa e divertida não é fácil. “Sexo em casamento antigo é como carro velho. Precisa de manutenção, ajustes, mais óleo e, às vezes, só um martelinho de ouro para ajudar”, compara Adriana Azevedo, engenheira química. Casada há 13 anos e com dois filhos, ela conta uma história conhecida de muitas mulheres. “Na correria do dia a dia, com solicitações das crianças, do chefe, da empregada etc., muitas vezes eu passava dias sem olhar com calma para o meu marido. Na cama, parecíamos dois desconhecidos, exaustos, com sono”, relembra Adriana. Até que ficaram meses sem ter relações, e aí a vida pareceu triste, o casamento apagado. “A crise exigiu dedicação para levantar nosso pique sexual. Uma coisa legal que fiz foi, depois de cada transa, escrever como tinha sido e como eu tinha me sentido, sem pudor de medir palavras, num tom excitante. No dia seguinte, mandava para ele no trabalho, e ele voltava para casa com mais vontade de continuar”, confidencia Adriana. Ela relata outro benefício: depois da retomada sexual, a relação ficou mais leve e as discussões rarearam. Mágica? Não, química.