Arquivo da tag: amores proibidos

10 respostas sobre amores proibidos

Padrão

Roubar o marido da irmã, ter um caso com o chefe… Descubra o que fazer quando seu desejo é quase impossível de ser realizado.

Meu marido está dando em cima da minha irmã. O que faço?

 Se você acha que está sendo traída mas não tem certeza, controle a emoção e converse com seu marido. Diga que vem percebendo o interesse dele por sua irmã e deixe-o se explicar. Se ele negar, diga que acredita nele, mas que, se ele continuar “rodeando” a sua irmã, você perderá a confiança nele.

Tive um caso com meu cunhado, mas terminamos sem ninguém ficar sabendo. O problema é que, agora, não suporto mais vê-lo com minha irmã. O que devo fazer?

 Nem pense em contar tudo à sua irmã! O momento de ser sincera já passou. Agora, só resta deixá-los em paz. Lembre-se de que você escolheu viver essa relação. Invente desculpas para não participar dos encontros familiares até se sentir mais tranquila com a situação.

Estou apaixonada por meu cunhado e acho que sou correspondida. Devemos contar à família?

 Reflita sobre seu sentimento: será que não é apenas uma paixão fantasiosa e passageira? Se for amor, converse com seu cunhado para ter certeza de que seu sentimento é correspondido. Se vocês decidirem assumir a relação, ambos devem abrir o jogo para os companheiros. Mas estejam preparados para ouvir muitas críticas e sentir a mágoa dos familiares.

Conto ao meu marido que o irmão dele anda se engraçando para cima de mim?

 Converse antes com seu cunhado, para não criar uma confusão em família. Diga que percebeu as investidas dele e que está se sentindo incomodada. Termine a conversa deixando claro que, se ele não parar com a paquera, você contará ao irmão dele. Se não funcionar, aí, sim, fale com seu marido.

Sinto-me atraída pelo meu professor, mas ele é casado. Devo me declarar?

 De jeito nenhum! Essa atração é comum porque o professor é uma pessoa que admiramos. Mas não confunda as coisas. O fato de ele ser casado piora a situação. Pare de fantasiar!

Meu professor mulherengo diz que me ama. O que faço?

 Se você sabe que ele é mulherengo, por que vai cair nessa conversa mole? “Não fique cega por uma fantasia. Reflita se vale a pena prosseguir em algo que não vai dar certo, e se essa é uma relação adequada”, sugere a psicóloga Renata Lommez, de Belo Horizonte.

Sou divorciada, e o professor do meu filho vive arranjando pretextos para me ver. Se me envolver, vou prejudicar meu filho na escola?

 Se você está interessada, aja naturalmente, sem mentir para seu filho. Afinal, você não está fazendo nada de errado. Mas não esqueça de separar as coisas: é importante que, no ambiente escolar, a relação seja apenas entre mãe e professor.

Eu e meu chefe temos um caso, mas quero terminar. Posso ser demitida?

 Mantenha a relação até encontrar outro emprego ou converse com ele fora do trabalho. Se ele chantagear você e quiser demiti-la, procure apoio jurídico. “Se você for demitida, aprenda com seus erros e saiba detectar uma fria da próxima vez”, diz a psicóloga Suzy Camacho, de São Paulo.

Meu chefe e eu trocamos olhares, mas somos casados. Podemos namorar?

 Pense muito bem antes de tomar essa decisão. Lembre-se de que, no futuro, se a relação acabar, você pode perder o emprego e o marido – e arrumar uma confusão com a esposa dele!

O chefe do meu marido está dando em cima de mim. O que devo fazer?

 Se você não corresponder, um dia ele vai desistir. Se isso não acontecer e seu marido for “esquentado”, não diga nada. Porém, se ele for compreensivo, diga que não se sente bem na companhia do chefe dele e gostaria que ele ficasse perto de você.

 

 Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

Anúncios