Arquivo da tag: barriga

Prisão de ventre: cinco erros do dia a dia que favorecem o problema

Padrão

Aquela sensação de inchaço e de peso na região da barriga é incômoda e pode alterar até o humor de quem tem prisão de ventre. Sem perceber, é possível que você tenha atitudes cotidianas que acabam levando ao surgimento do problema.  “o estilo de vida moderno já favorece o aparecimento da prisão de ventre. Sedentarismo, alimentação inadequada, produtos industrializados de rápida absorção estão na lista das causas”.

  • 1
    Consumir fibras em excesso
     “consumir fibras ajuda bastante no funcionamento do intestino, porém o excesso de fibras também pode ser prejudicial, provocando o surgimento de gases e até a diminuição do ritmo intestinal. Existem alguns alimentos, como a maçã, que são ricos em fibras com características mais constipantes. O melhor é mesclar a ingestão de verduras, leguminosas, frutas e pães integrais”.

  • 2
    Sedentarismo
    Segundo André, “a atividade física leva a um melhor funcionamento intestinal pelo estímulo do peristaltismo (movimento) intestinal. Por isso, quem é sedentário tem maior chance de ter prisão de ventre. Os exercícios também liberam a tensão, diminuindo o estresse e a irritabilidade, que também podem provocar a prisão de ventre”.

  • 3
    Falta de rotina
    A vida corrida nos tira tempo precioso para muitas coisas, inclusive, para ir ao banheiro. “Uma pessoa que se alimenta corretamente, bebe bastante água, consome fibras e se exercita regularmente acaba criando, naturalmente, um horário do dia para evacuar. A desculpa da falta de tempo deixa de existir, a partir do momento que você cria este hábito”

  • 4
    Livros e smartphones
    Livros e smartphones no banheiro não estão proibidos. O problema é o tempo dedicado a eles. “Não os considero como distrações, o problema se instala quando você só levanta do vaso após passar de fase no jogo ou terminar o capítulo do livro. Permaneça sentado apenas o tempo necessário para evitar problemas como hemorroidas e até, mesmo, um prolapso”

  • 5
    Não beber água
    Não adianta consumir muita fibra e não hidratá-las. “Adquira o hábito de manter uma garrafa de água por perto, bebendo de 2 a 2,5l de líquidos por dia. Quem bebe menos água aumenta as chances de ter prisão de ventre”
Anúncios

Gravidez: 5 dicas para voltar à boa forma após o parto

Padrão
Voltar ao peso ideal logo após o parto é o desejo de toda mãe. Dietas, exercícios e plásticas são algumas opções para remodelar o corpo, mas é preciso respeitar as alterações características do período. “Sugiro não ter pressa. O pós-parto é uma fase de acomodação para o organismo da mãe, que sofreu alterações importantes, especialmente na região abdominal” A seguir, confira nossas sugestões para eliminar a flacidez e os quilos extras da gestação.

  • 1
    Dieta
    Fazer uma dieta rigorosa nessa fase pode ser perigoso, já que o leite deve ser o alimento exclusivo do bebê até os 6 meses de idade. “Os nutrientes ingeridos pela mãe passam para o bebê através do leite, por isso é necessário continuar controlando a alimentação, assim como na gravidez. Sugiro ingerir bastante água e seguir um cardápio balanceado, mas sem radicalismos, que podem prejudicar o desenvolvimento do bebê. Vale lembrar que o excesso de certos alimentos pode provocar reações na criança. Grãos como feijão, soja e grão de bico devem ser ingeridos com moderação, já que fermentam, dão gases e o bebê poderá sentir cólicas”

  • 2
    Exercícios físicos
    Para não ganhar muito peso, o ideal é praticar exercícios regulares durante toda a gravidez. Após o nascimento do bebê, alguns cuidados devem ser tomados. “Independentemente do parto, é preciso aguardar seis semanas para voltar a praticar exercícios físicos, começando com atividades de intensidade leve a moderada. Os músculos do abdômen, assoalho pélvico e costas precisam de atenção especial, já que foram muito exigidos durante a gravidez. Caminhadas, exercícios na água e yoga são boas opções. É importante lembrar que amamentar o bebê também ajuda a eliminar os quilos extras”

  • 3
    Lipoaspiração
    O cirurgião plástico Rogério Gomes explica que a lipoaspiração é o procedimento mais realizado por mulheres que querem eliminar a gordura, mas ele ressalta que é preciso aguardar seis meses após o parto. Para ele, a chamada hidrolipo é o método mais seguro: “O procedimento permite retirada de volumes maiores de forma segura, diminui o sangramento, dor, gera menos hematomas e permite retorno precoce às atividades regulares. Geralmente, é possível ter vida normal em 5 ou 10 dias. Quando a flacidez é maior, com excesso de pele, indico uma lipoabdominoplastia, procedimento em que a gordura é aspirada através da lipo e as formas são redesenhadas com cirurgia plástica”

  • 4
    Tratamentos estéticos
    Procedimentos estéticos modernos podem ser bons aliados para a perda de medidas e a redução da flacidez no pós-parto. O dermatologista Jardis Volpe explica que os mais modernos são o V3 Contour, que usa um sistema de ultrassom guiado por software específico, o Venus, que utiliza radiofrequência, além do Coolsculpting e Proshock Ice, que reduzem a gordura localizada através do processo de resfriamento da pele. “Em geral, é preciso aguardar 30 dias após o nascimento do bebê para submeter-se aos tratamentos. O ideal é começar durante o período de amamentação. Os aparelhos são seguros e nessa fase ainda há liberação do hormônio prolactina, que estimula a produção de leite e também ajuda na perda de peso”

  • 5
    Cirurgia Plástica
    De acordo com o cirurgião plástico André Colaneri, abdômen e seios são as partes do corpo que as mulheres costumam retocar após a gravidez. Para o sucesso de intervenções cirúrgicas nessas regiões, o médico recomenda calma. “Logo após o parto a mulher encontra-se acima do peso, com flacidez dos músculos, inchada e o bebê precisa de atenção exclusiva. Nesse período, os riscos de infecções e trombose também são maiores. Recomendo aguardar 6 meses, para que os músculos retomem o tônus e o peso retorne ao que era antes da gestação. O resultado é melhor e a cirurgia muito mais segura”, recomenda o médico. Ele explica que os seios podem ser levantados, aumentados ou diminuídos. O médico recomenda a abdominoplastia para eliminação da flacidez do abdômen.

Alimentos que ajudam a desinchar

Padrão

A causa pode ser prisão de ventre, estresse, alergias alimentares ou qualquer outro problema de saúde como intolerância a lactose ou problemas gastrointestinais. O fato é que ninguém gosta daquela sensação de barriga inchada, que pode durar horas. Embora tenha origens diversas, o inchaço pode estar ligado à alimentação.

Para amenizar esse problema aposte em:

Sementes de linhaça, girassol e gergelim: são ótimas fontes de cálcio, zinco e vitamina E, que ajudam o corpo a eliminar toxinas que causam o inchaço.

Iogurte: laticínios fermentados contêm bactérias que ajudam o intestino digerir melhor alguns alimentos, evitando assim a produção de gases.

Hortelã: contém substâncias que ajudam na digestão dos alimentos, facilitando o trânsito da comida pelo trato gastrointestinal.

Melão: rica em fibras (elas combatem a prisão de ventre) esta fruta tem propriedades diuréticas, pois combate o excesso de sal no corpo, o que ajuda desinchar.

Gengibre: além de um potente anti-inflamatório, essa raiz atua facilitando a digestão e evitando a produção de gases.

Confira barriguinha saliente da grávida Juliana Paes

Padrão

Já está saliente a barriguinha de Juliana Paes, grávida de cinco meses. Muito elegante, a atriz e o marido, Eduardo Baptista, escolheram um programa gastronômico para encerrar este fim de semana. O casal foi clicado enquanto entrava em uma badalada churrascaria do Rio, na noite de domingo (22).

Veja como conquistar uma barriga de “tanquinho”

Padrão

 

Qual o homem que nunca desejou ter uma barriga sarada, toda cheia de gominhos? A aparência de “tanquinho”, além de atrair a mulherada, pode ainda ser sinônimo de qualidade de vida, pois fortalece a musculatura da região.

Segundo o educador físico Wilmar dos Santos Villas, o homem é mais agressivo do que a mulher durante o treino, devido � quantidade de testosterona. “É uma questão hormonal mesmo”, comenta. Além de dar um gás durante o treino é esse o hormônio que ajuda na facilidade que o homem tem em ‘definir’ os músculos do corpo. “Com raras exceções, mesmo que um homem e uma mulher tenham exatamente o mesmo treino e a mesma alimentação, é o homem quem define primeiro”, conta Villas.

Os músculos do abdome são exercitados por meio de séries de abdominais repetidas e diferentes. “Toda série de abdominais trabalha os músculos da região abdominal. A diferença é que as séries enfocam músculos diferentes da região, mas sempre trabalhando todos eles”, explica.

Villas recomenda duas séries de 20 repetições de dois tipos diferentes de abdominais para quem está apenas começando, de duas a três vezes por semana. Com o tempo, o ideal é que a dificuldade dos exercícios seja aumentada.

Cuidados durante o treino de abdominais
Assim como qualquer outro exercício físico, um médico deve sempre ser consultado antes do início dos treinos. Mas é importante que alguns cuidados sejam sempre tomados. São eles:

– trabalhe sempre respeitando seu nível de aptidão física.
– mantenha uma distância entre o queixo e o peito de, aproximadamente, um punho fechado.
– mantenha os cotovelos afastados um do outro (distância máxima que você, com o perto aberto, conseguir).
– mantenha a região baixa das costas sempre no chão.
– evite movimentos muito rápidos. O ideal é que você mantenha um ritmo de moderado a lento.
– começe os exercícios sem carga e vá acrescentando conforme for adquirindo resistência.
– respire sempre de forma adequada: expire na fase de subida e inspire na fase de descida.

Cinta permite que bebê ouça música na barriga da mãe

Padrão

Já pensou em poder escolher as músicas que seu bebê vai ouvir antes de nascer? A empresa Nuvo está lançando o Nuvo Ritmo Pregnancy Advanced Sound que vai permitir com que as mães banquem DJs para os filhos que ainda não nasceram.

O equipamento é uma espécie de cinta, que funciona com alto-falantes acoplados a ele e que, ligados a um dispositivo de som – um iPod, um toca discos ou qualquer outra coisa que tenha entrada de fones de ouvidos – tocam música diretamente na barriga da mamãe. O preço sugerido pelo fabricante é de US$ 129,99 (R$ 233).

Como acabar com a flacidez da barriga

Padrão

Hoje em dia não é apenas uma alimentação muito pesada que faz engordar, mas sim o sedentarismo aliado a essa dieta, pois a pessoa que é sedentaria acaba não tendo tempo para se cuidar e praticar exercícios físicos, observe abaixo maneiras de acabar com a flacidez de forma simples:

Comece pela alimentação: Pois esse é o ponto principal, escolha sempre uma dieta equilibrada contendo todos os nutrientes necessários mas sem exagero, dê preferência a frutas e verduras as quais funcionam como reguladores do intestino melhorando seu bem-estar. Evite também alimentos com alto índice glicêmico (massas, doces em geral e algumas frutas- manga, abacate, por exemplo). Esses alimentos movimentam a insulina, hormônio que estoca o excesso de açúcar na forma de gordura no corpo. Os carboidratos de baixo índice glicêmico estão liberados (frutas, hortaliças, leguminosas). Alimentos bons são alimentos verdes, amarelos, frutas cítricas, grãos integrais, tomate, cenoura, folhas em geral, leite, peixes os quais contém antioxidantes que contém vitamina A, vitamina C, vitamina E, os carotenóides e o selênio.

Não deixe de ingerir proteínas! A carne é a maior fonte de proteínas, mas você também pode encontra-la em menor quantidade em cereais integrais, feijões e alguns legumes e folhas. Coma colágeno o colágeno pode ser encontrado em quantidade significativa na gelatina e contribui para fortalecer os tecidos. Mas cuidado se você for ingerir gelatina comum, pois possui açúcar e você deve comer nos horários certos, ou seja, no horário que seria o da sobremesa em sua refeição.

Execícios: Escolha um exercício simples que você goste, mesmo que você não goste aprenda ,pois só assim você conseguirá perder sua flacidez ,então pratique, o exercício físico contribui para enrijecer os músculos, deixando-os mais fortes e densos. Segundo especialistas, os mais indicados são aqueles considerados de resistência, força e alongamento. Vários especialistas sugerem a musculação, o body pump e ginástica localizada como uma boa opção para acabar com a flacidez.Só que o mais importante é não ficar parado! Nada de não fazer alguma atividade física. Se você não gosta de musculação, body pump ou ginástica, ache o exercício que combina com você e saia por aí praticando, mesmo que seja uma caminhada! Qualquer exercício fortalece em alguma medida. Para o fim da flacidez é necessária uma associação de uma alimentação adequada e de exercícios físicos mais uma pitada de dedicação! Mexa-se! Acabe com o efeito “gelatina”! 

 

Fonte: http://www.dicasdemulher.com.br