Arquivo da tag: campanha

Hora do Planeta – Earth Hour 2010

Padrão

No sábado, 27 de março, entre 20h30 e 21h30 (hora de Brasília), o Brasil participa oficialmente da Hora do Planeta. Das moradias mais simples aos maiores monumentos, as luzes serão apagadas por uma hora, para mostrar aos líderes mundiais nossa preocupação com o aquecimento global.

A Hora do Planeta começou em 2007, apenas em Sidney, na Austrália. Em 2008, 371 cidades participaram. No ano passado, quando o Brasil participou pela primeira vez, o movimento superou todas as expectativas. Centenas de milhões de pessoas em mais de 4 mil cidades de 88 países apagaram as luzes. Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro. Além disso, artistas, atletas e apresentadores famosos ajudaram voluntariamente na campanha de mobilização.

Em 2010, com a sua participação, vamos fazer uma Hora do Planeta ainda mais fantástica!

Plante essa idéia!!!

Bom Final de Semana a todos!

 

Renata Ramone

Atitudes simples

Padrão

 

 

 

Escolhi essa materia pq achei mto legal e uma otima pedida para a sociedade ,para pessoas que acreditam que pequenos gestos podem sim fazer toda a diferença.

“Algumas ações particulares podem mudar a cidade. Basta começar e colocá-las em prática”

 

Sempre quis escrever sobre a cidade de São Paulo, seu povo e suas inúmeras e impressionantes nuances. Assim estreio esta coluna falando de pequenas ações que, ao serem implantadas, mudam o nosso cotidiano e a paisagem de uma cidade que abriga, segundo dados da Prefeitura Municipal, aproximadamente 11 milhões de habitantes.

Adriana Irigoyen é um bom exemplo de como uma ação simples pode repercutir positivamente pela cidade. Ao perceber que muitos dos moradores de seu prédio jogavam orquídeas no lixo, quando estas perdiam a floração, ela decidiu transformar este ato de desperdício em uma ação social e embelezar a cidade. Movida por um espírito de mudança, ela começou a recolher as orquídeas do lixo e amarrará-las nos troncos das árvores que ficam no meio fio da Avenida Nove Julho, em frente ao prédio onde mora.

Sua ação solitária incentivou outros moradores e alguns vizinhos. Hoje, com o apoio da empresa de decoração Rubens Flores que lhe doa semanalmente 50 mudas de orquídeas, seu grupo ficou conhecido no bairro, como os Caçadores de Orquídeas. Segundo Adriana, sua intenção é que outros paulistanos façam o mesmo e dêem um novo colorido à cidade.

 

Inspirada nessa ação simples, o Clube Atlético Paulistano lançou uma campanha de doação de orquídeas e já amarrou mais de 400 orquídeas nas inúmeras árvores espalhadas pelo Clube.

Charlô Whately
é outro personagem paulistano que também é adepto dessa prática há anos. Quem frequenta seu bistrô, na Rua Barão de Capanema, tem o prazer de observar duas imensas árvores com mais de 100 orquídeas que florescem o ano todo, deixando a fachada de seu restaurante e a rua ainda mais coloridos. Há quem diga, que o espetáculo das orquídeas é ainda maior em frente ao prédio onde Charlô mora.

Mas estes não os únicos exemplos na cidade. Basta andar a pé pelas ruas dos Jardins ou pelo Jardim Europa que já notamos a presença de orquídeas enfeitando as árvores das calçadas e mudando a paisagem urbana.

Diante de uma atitude tão simples, mas transformadora, nosso conselho é um só: faça a diferença. Você pode.

 

FONTE:  http://onne.com.br/

ONU: países pobres crescem, mas pobreza aumenta

Padrão

 

O crescimento econômico dos 50 países menos avançados foi o maior dos últimos 30 anos, mas o número de pobres continua aumentando, indicou nesta quinta-feira a Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad).

As taxas de crescimento foram superiores ou iguais a 7% no conjunto de países menos avançados em 2005-2006, segundo o relatório deste ano da Unctad sobre os Países Menos Avançados (PMA).

O crescimento das exportações foi particularmente forte nos países exportadores de petróleo (Angola, Guiné Equatorial, Sudão, Chade, Timor-Leste e Iêmen) e minerais (Zâmbia, República democrática do Congo, Moçambique, Guiné, Mali e Mauritânia).

“Estas exportações representam 76% das exportações totais dos países menos avançados”, ressaltou à imprensa Supachai Panitchpakdi, secretário geral da Unctad.

A fatia das matérias-primas nas exportações desses países, (33 africanos, dez asiáticos, cinco do pacífico e um do Caribe) passou de 59% em 2004 para 77% em 2006.

Segundo a organização, 581 milhões de pessoas de uma população total de 767 milhões viveram com uma renda inferior a US$ 2 por dia em 2005.

Como em inúmeros países os pobres dedicam de 70% a 80% de suas rendas à alimentação, a recente alta drástica dos preços dos alimentos pode anular os avanços obtidos, segundo a Unctad.

A organização manifestou ainda sua preocupação com a dependência cada vez maior dos países menos avançados das exportações de alguns produtos pouco elaborados, o que os torna vulneráveis em caso de turbulências na conjuntura.

Os PMA vêm registrando também uma dependência das fontes externas de financiamento, em particular da ajuda pública ao desenvolvimento, e mobilizam menos seus recursos internos, frisou o relatório.

 Fonte:portalaz

Campanha por meio dos blogs contra a POBREZA!

Padrão

Quarta-feira da semana que vem é dia de os blogs se engajarem em torno de um único assunto: a pobreza.

A campanha é divulgada por meio do Blog Action Day, que convoca blogueiros de todo o mundo a publicarem textos, vídeos, sons e fotos que estejam relacionados ao tema.

O objetivo é que surjam idéias que possam ser concretizadas em um futuro próximo.

No ano passado, 20 mil blogs participaram da campanha. Há cinco dias do evento virtual, o contador registra 7.232 sites cadastrados até as 18h desta sexta-feira.

Os blogs que participarem não devem mudar suas linhas editoriais, segundo recomendação do Blog Action Day: assim, se você fala de tecnologia, tente abordar a pobreza sob esse ponto de vista.

Clique aqui para ver dicas de como abordar a pobreza com base em diversos temas: esporte, política, saúde, etc.

Outra sugestão é que a renda obtida neste dia com os anúncios seja doada a entidades carentes escolhidas pelo próprio blogueiro.

Quem quiser participar deverá fazer seu cadastro no site do projeto.