Arquivo da tag: casa

10 coisas para fazer com madeira de demolicao

Padrão

Acho a Madeira de demolição um produto incrível! É um material versátil, que cada vez mais é tendência na arquitetura e decoração.

Aproveite as dicas para renovar a casa, com um ar requintado e aconchegante.

1-Painéis para televisão de LED ou LCD

Dê um upgrade em sua sala de TV! O painel em madeira de demolição decora e estiliza ambientes de maneira sofisticada e original. Boas opções são painéis em peroba rosa de demolição, que combina bem com ambientes internos. Seus tons mesclados conferem um ar especial ao espaço. Acho

2-Mesa de jantar

Quer unir estilo e tradição? Que tal ousar e colocar em sua sala de jantar uma mesa em peroba rosa de demolição? O ar rústico traz à lembrança a tradição das famílias grandes, unidas ao redor da mesa. É uma bela opção, que se encaixa em diversos projetos e dura para toda uma vida.
3- Jardim vertical
Cada vez mais, jardins verticais e hortas orgânicas têm se tornado tendência em apartamentos bem projetados e modernos. Os projetos trazem um ar verde e saudável para ambientes requintados, que refletem o estilo de vida de pessoas antenadas à sustentabilidade. Uma ótima sugestão é montar um em madeira de demolição, tem tudo a ver! Os resultados são verdadeiras obras-primas.

4- Portas pivotantes

Escolher uma porta pivotante em peroba rosa para seu projeto é sinônimo de bom gosto e status. A madeira de demolição possui ranhuras únicas, que faz do objeto uma atração singular. O visual é charmoso e surpreendente.

5 – Pergolados

Pergolados em madeira de demolição são uma excelente aposta para ambientes externos. Estes são peças formadas por pilares e vigas paralelas vazadas, utilizados como decoração em jardins. O efeito é bem agradável

6- Escada

Uma opção inusitada e muito elegante é revestir aquela escada sem graça que poderia nem ter muito destaque no projeto com madeira de demolição, que pode ser peroba rosa ou cruzetas. As vigas de madeira podem torná-la a grande sensação do ambiente, conferindo um ar bem aconchegante.

7 -Chuveiro e cascata

Você pode inserir detalhes chiquérrimos em madeira de demolição aos ambientes mais inusitados, no seu jardim, ou na área da piscina. Peças de decoração como chuveiros e cascatas confeccionados com o produto denotam criatividade e charme.

8 -Piso de cruzetas

As cruzetas, pedaços de madeira que originalmente encaixavam-se em postes de energia elétrica, tornam-se a cada dia peças mais apreciadas. Elas ficaram muito tempo expostas aos efeitos naturais, o que lhes garante um belo aspecto de madeira forte e envelhecida. O resultado da sua aplicação em revestimentos cria um efeito belíssimo. A seguir, o piso e o pergolado em cruzetas.

9 – Tampos e balcões

Renove seu banheiro e cozinha com requinte e ousadia! Tampos e balcões em madeira de demolição cada vez mais se tornam queridinhos de arquitetos e decoradores, que contrastam o rústico das peças com o restante da mobília do ambiente.

10- Objetos e detalhes

Pequenas peças em madeira de demolição podem dar um charme especial ao seu projeto, como cachepots feitos de cruzetas, revisteiros e cubos em peroba rosa de demolição, que dão um toque especial de originalidade.

População de baixa renda pode ter “casa de Lego” por R$ 13 mil

Padrão

Televisões que não funcionam mais, garrafas de refrigerante, potes quebrados e sacolas plásticas que iriam para o lixo podem significar a solução para suprir a falta de moradias a um preço acessível. Uma casa feita quase totalmente de blocos de encaixar, assim como as casinhas de Lego, pode custar R$ 13 mil e ser uma das respostas para o avanço da habitação no país.

Trata-se de um imóvel com dois quartos, um banheiro e uma sala conjugada à cozinha, com cerca de 45 m² (metro quadrado) de área privativa, como explica o engenheiro civil Joaquim Caracas. Ele é dono da Impacto Protensão, empresa da área de construção civil do Ceará que desenvolveu o projeto.

– Ela é toda feita de material reciclado, do piso ao teto, e qualquer um pode montar. Demora de dois a três dias para ficar pronta e não requer mão de obra especializada. É como um brinquedo Lego mesmo.

O produto ainda não está à venda porque passa por testes. O engenheiro diz que espera colocar a casa de plástico em produção industrial ainda neste ano.

– Das 400 instalações que operamos, por meio de aluguel, conseguimos um preço de custo de R$ 370 o m². Se entrar em uma escala industrial, a tendência é baratear. Esperamos neste ano obter todos os certificados para começar a procurar um parceiro para investir no projeto.

Sem alicerce

A casa não tem alicerce. Ela é montada sobre uma placa metálica instalada no terreno. Nela são afixadas as paredes, que são feitas de um tipo de polietileno (um dos compostos químicos que formam o que chamamos de plástico) preenchidas com uma espuma. Internamente, eles contam com estrutura metálica e dutos para encanamento e instalação elétrica.

O material é mais leve do que o concreto ou a madeira e tão resistente quanto os tijolos. Caracas conta que sua maior preocupação quando começou a montar a casa de plástico era a isolação térmica.

O problema foi resolvido quando as placas ganharam um espaço oco por dentro. Isso fez com que esse “vazio” funcionasse como isolante, nos moldes das geladeiras de isopor, sem esquentar demais o interior do imóvel ou causar desconforto aos ocupantes.

– A ideia surgiu há uns dois anos e meio, quando eu buscava uma forma de substituir aquelas placas de compensado por plástico reciclado. Eu usava aquelas folhas de madeira para isolar a obra e pensei ‘por que não fazer uma casa com isso’?

Ele diz que a primeira casa foi feita dentro da UFCE (Universidade Federal do Ceará) para testar os materiais e a viabilidade do projeto. Hoje, a ideia funciona em cerca de 400 instalações, de salas de aula a sedes da guarda municipal, escritórios de construção, chalés e quiosques em Fortaleza (CE) e Recife (PE).

Caracas conta que a vantagem é a praticidade e a facilidade para montar uma casa do tipo. Mas ele reconhece que há uma desvantagem:

– O que acontece é que há preconceito sobre ela, por ser feita de material reciclado. Quando eu comecei a minha ideia era fazer uma casa, mas tem tanta coisa que dá para construir que isso poderia ser viável em comunidades carentes para fazer escola e posto de saúde, entre outros.

Simpatia para Arrumar Emprego e para não faltar Dinheiro em Casa

Padrão

Sabemos que a sorte e a conquista de algum objetivo é uma das virtudes mais desejadas pelos seres pensantes do mundo. Quando temos sorte é por que poucas coisas nos faltam. Mas… Quando falta, será por quê? Destino, karma, falta de sorte. Somente quando alguma coisa não vai bem é que tentamos de tudo principalmente as populares simpatias.

Mas temos que acreditar, ter algumas regras, pois a sorte e o resultado não vêm sozinhos, depende de sua atitude mental, principalmente do pensamento da vontade e da fé. Lembre-se que todos têm direito a sorte. Portanto tente com fé mudar alguma coisa em sua vida, mesmo que seja através de uma simpatia, pois é simples, fácil. A sorte existe e com certeza está ao alcance de todos.

Para arrumar emprego

Pegue uma maçã, enfie dois pregos novos em cada um dos lados como se fosse uma antena de tv. Em seguida enterre-a num jardim próximo de sua casa. Quando conseguir o emprego desenterre-a, retire os pregos e jogue tudo em água corrente.

Para não faltar dinheiro em casa

Arrume um vaso e plante um brotinho de guiné no meio de um triângulo feito com três moedas, e diga todos os dias: Guiné… Guiné cresça e contigo cresça também o meu dinheiro.

Dica: É bom dizer esta frase ao sair para o trabalho.

Conheça os Superalimentos

Padrão

Todos nós somos mais ou menos intoxicados. Culpa dos alimentos indigestos, do nosso intestino, muitas vezes preguiçoso, ou de um fígado frágil e suscetível. A maioria de nossas doenças e muito do nosso envelhecimento prematuro vêm daí. Mandamos limpar fogões e dar uma revisão no motor de nosso carro, mas nunca purificamos nosso organismo. E pra isso não é preciso passar uma semana no spa ou fechar a boca de vez. Alguns alimentos têm uma incrível capacidade de deixar você mais bonita, mais saudável e cheia de energia. Basta incluí-los no seu cardápio.

O salmão e a laranja, por exemplo, combatem o envelhecimento precoce. O gengibre contribui para a resistência do corpo, enquanto a cenoura acelera o bronzeado e aumenta as contrações musculares. A banana, uma indiscutível fonte de energia, é uma ótima pedida para quem pratica exercícios de longa duração, além de melhorar o sono e o humor. O principal conselho dos nutricionistas é de que devemos usar o bom senso na hora de decidir a nossa alimentação. O essencial é que você se sinta bem. Ai de nós! De todos os seres vivos, o homem é o único que faz voluntariamente o que sabe que lhe faz mal. Também é bom lembrar que devemos mastigar bem os alimentos e comer lentamente. A maioria das nossas más digestões, cólicas e doenças do fígado são resultados de uma mastigação apressada.

Mas não é só sua saúde que ganha com isso. Esse bem-estar se reflete na pele, no corpo, no estado de espírito e até na qualidade do nosso sono. Então, prepare o seu banquete!

Salmão

Proteína animal com baixo teor de gordura, o peixe deve estar presente em toda dieta saudável. Mesmo os mais gordurosos, como o salmão, têm sua gordura constituída por um ácido graxo chamado ômega-3 que protege o coração, previne infecções, diminuiu os níveis de LDL e triglicérides, eleva o nível de HDL (colesterol bom) e ajuda a reduzir o risco de um câncer de mama. Segundo a nutricionista Maria Inês Barreto Silva, a riqueza do salmão está na sua qualidade de lipídeos poli e mono saturados que ajudam a proteger o organismo contra doenças cardíacas. Quanto ao efeito anti-idade, Maria Inês enfatiza: “não quer dizer que a mulher, ao consumir o salmão, vá ficar com a pele esticada. O efeito é de antienvelhecimento apenas”.

Consumo ideal: 60 a 100 gramas duas vezes por semana.
Como: no vapor, assado, grelhado ou cozido.
Calorias: 166 em 100 gramas.

Laranja

A combinação da vitamina C com substâncias chamadas flavonoídes, como a hesperidina, é o que faz da laranja um alimento especial. Juntas, elas se transformam em um agente protetor do organismo, aumentando a resistência do corpo às infecções. A vitamina C também facilita a absorção do ferro, participa da fabricação de colágeno, indispensável para uma pele firme, e age como antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce. Estudos realizados na Alemanha, em 1994, mostram que frutas cítricas, como a laranja, evitam alguns tipos de câncer, especialmente o do estômago, pois bloqueiam a possível transformação dos nitratos e nitritos presente nos alimentos (principalmente nos defumados) em nitrosaminas, substâncias associadas à doença.

Consumo: 1 unidade por dia.
Como: de preferência, ao natural.
Calorias: 72 (laranja grande).

Gengibre

Um pouco de gengibre, todos os dias, aumenta a resistência do corpo e, principalmente, ajuda a remover o colesterol ruim das artérias. Pesquisadores britânicos garantem que a raiz acelera em até 25% o metabolismo, fazendo com que o organismo queime calorias acima do normal. Outra boa notícia: um pedaço do caule fresco ou em conserva previne enjôos que costumam surgir em viagens. Segundo a nutricionista Mariza Banhara, o gengibre pode ser um aliado contra envelhecimento, pois também possuiu efeito antioxidante. Sem contar que ele é eficiente contra gripes, pois aquece e estimula a circulação, ajudando o corpo a se livrar de mucos e catarros. Em relação aos nutrientes, sua contribuição é mínima, porque em geral é ingerido em pequenas quantidades.

Consumo ideal: 1 colher (café) por dia. Em excesso, irrita a mucosa do estômago. Também pode ser tomado cortado em fatias para a infusão de chá.
Como: use a raiz pura, ralada, como chá, tempero (em molhos e assados, por exemplo).
Calorias: 15 em 1 colher de sopa.

Cenoura

Rica em cálcio e fósforo, minerais capazes de fortalecer os ossos e melhorar as contrações musculares; vitaminas B1 e B2, que protegem a pele, os ossos e os olhos e auxiliam a absorção das proteínas; e pectina, uma fibra alimentar que combate o colesterol. Mas sua grande riqueza é o elevado nível de betacaroteno, uma vitamina antioxidante que acelera o bronzeado e faz da cenoura uma poderosa arma contra o envelhecimento.

Consumo ideal: 100 gramas por dia.
Como: crua, em sucos ou saladas, ou pouco cozidas em sopas e tortas.
Calorias: 20 (cenoura pequena).

Arroz integral

Como todos os cereais, o arroz é riquíssimo em carboidratos, um dos principais combustíveis do organismo. Utilizada pelos adeptos da dieta macrobiótica para desintoxicar o corpo, a versão integral possui mais nutrientes do que o arroz branco, especialmente minerais e vitamina B1, que estimula o sistema nervoso e os músculos, inclusive o coração. Outra vantagem são as fibras, presentes na casca, que ajudam a reduzir o colesterol, regulam a taxa de açúcar no sangue e aumentam a sensação de saciedade.

Consumo ideal: 35/ 45g de fibra por dia ou 2 colheres (sopa) diária.
Preparo: cozinhe-o apenas com água e sal. O tempo de preparo é cerca de 30 minutos em panela de pressão e 40 minutos em panela comum.
Calorias: 160 em 2 colheres de sopa cheias.

Banana

As vitaminas C e B6 e o mineral potássio presentes na banana funcionam no organismo como elementos anti-stress. Um estudo feito pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, comprovou que o potássio pode evitar derrame cerebral especialmente em pessoas que sofrem de pressão alta, problema acarretado pelo aumento de sódio e redução de potássio. O mineral é também um “antídoto” contra cãibras. A banana oferece ainda outros benefícios: o amido da fruta menos madura aumenta a energia de forma sutil e prolongada, o que é ótimo para quem pratica exercícios de longa duração. Já a energia vinda da banana madura é absorvida mais rapidamente. Nessa fase, a fruta também tem efeito calmante, pois estimula a produção de serotonina, substância que melhora o sono e o humor e que, em baixos níveis, causa depressão.

Consumo ideal: 1 ou 2 unidades por dia.
Como comer: pura ou com farelo de trigo, aveia e canela.
Calorias em 100 gramas: 89 (prata); 91 (nanica); 114 (banana-maçã).

Iogurte

Por ser um derivado do leite, o iogurte possuiu os mesmos valores nutritivos: cálcio, fósforo, proteínas e vitaminas A, B1 e B2. Mas sua grande vantagem é ter uma dupla de fermentos lácteos, o Lactobacillus bulgaricus e o Streptococcus thermophilus, microorganismos vivos e ativos que favorecem o bom funcionamento do intestino, protegendo-o contra infecções e ajudando a refazer a flora intestinal. Por isso, o produto é indicado para quem está tomando antibióticos ou para casos de intoxicação alimentar com diarréia. Alguns estudos americanos afirmam que esses fermentos favorecem a absorção de minerais de outros alimentos. O iogurte é bem aceito por pessoas que não toleram a ingestão da lactose (o açúcar no leite), porque nele se apresenta decomposta e transformada em ácido lático.

Consumo ideal: três porções por dia.
Como: puro, em molhos para saladas, patês, sopas e sorvetes. Quando levado ao fogo, perde parte das vitaminas do complexo B e das proteínas. Por isso, se quiser usá-los em receitas quentes adicione-o pouco antes de servir.
Calorias: 152 em um pote (200 ml) de iogurte integral; e cerca de 90 calorias em um pote do desnatado.

Berinjela

Vários médicos recomendam o suco do alimento para quem tem altas taxas de LDL (colesterol ruim) no sangue. “Ela não substitui medicamentos, nem dieta e exercícios, mas ajuda”, explica a nutricionista Maria Inês Barreto Silva. No momento, a preocupação dos médicos e nutricionistas é descobrir o princípio ativo desse legume que também parece ser eficaz na queima de gordura.

Consumo ideal: 1 copo de sucos por dia, ainda em jejum.
Modo de preparo: recomenda-se bater no liqüidificador ¼ de berinjela crua com o suco de duas laranjas, coar e tomar imediatamente.
Calorias: 195 em 100 gramas.

Aveia

Esse é um dos poucos cereais que nunca passa pelo processo de refinação. Isso só traz benefícios, pois todos os seus nutrientes se mantêm intactos. É um alimento que fornece ácido linoléico, proteínas e ferro. Seu principal nutriente é a vitamina B5, que funciona como um estimulante para o organismo. Suas fibras são solúveis, por isso ajudam a limitar a taxa de açúcar no sangue (bom para controlar o diabetes) e reduzem a concentração de colesterol ruim (LDL).

Consumo ideal: 2 colheres (sopa) por dia de preferência no café da manhã.
Como: in natura com frutas ou para engrossar sopas e mingaus.
Calorias: 56 em 1 colher de sopa cheia.

Brócolis

É um vegetal completo: contém ferro e ácido fólico, que previnem a anemia, e betacaroteno e vitaminas C e E, nutrientes considerados antioxidantes que retardam o envelhecimento, aliviam a fadiga e dissolvem coágulos sangüíneos. O brócolis possui ainda sulforafeno e vitamina A, que protege as células contra o câncer.

Consumo ideal: 1 xícara (chá) de brócolis cozidos por dia.
Como: cozinhe-os em água fervente ou no vapor até que fiquem crocantes, para não haver perda de nutrientes, especialmente a vitamina C, e deixar a verdura mais saborosa. Sirva como salada ou acompanhamento.
Calorias: 44 em 1 xícara de chá.

O SEGREDO DOS CHÁS

Padrão

Depois da água, o chá é a bebida mais consumida no mundo inteiro. São cerca de 36 mil xícaras por segundo! Os gregos antigos tomavam chá para tratar asma e constipações, enquanto os chineses o bebem há milhares de anos para ajudar na digestão e no desempenho físico e mental. Além de saboroso, o chá é, indiscutivelmente, um santo remédio, com efeitos terapêuticos comprovados pela Ciência – é só escolher o seu!

Reza a lenda que um imperador da China só bebia água fervida. Um dia, folhas dos ramos de uma árvore chamada Camellia Sinensis caíram na panela de água fervente, conferindo-lhe um delicioso aroma e sabor. Estava descoberto o chá! Serví-lo e bebê-lo fazem parte importante da cultura chinesa. “Há vários festivais de chá no país e alguns
locais são famosos pelo chá que produzem, como a cidade de Hangzhou, onde é produzido um dos melhores chás verdes da China. Esse tipo de chá é, inclusive, servido em vários restaurantes enquanto a comida não chega”, conta Wang Hai Yun, 26 anos, professora de Mandarim para estrangeiros na Shanghai Jiao Tong University.

Os tipos variam conforme a variedade da Camellia Sinensis e também dependem de como as folhas da árvore são processadas. Os mais conhecidos são o chá verde, branco e preto (na China, chamado de vermelho). Todos eles são ricos em catequinas e polifenóis, antioxidantes potentes. Por isso, previnem doenças como o câncer e a pressão alta.

Chá verde: “Ele reduz o colesterol ruim (LDL) e inibe a formação de coágulos sanguíneos anormais, podendo evitar a trombose”, afirma Elizeth V. D. Vorst (www.amigosdocha.com.br), consultora de chás e de Negócios relativos aos chás da empresa Treasure Tea e da Gebrüder Wollenhaupt GMBH , tradicional fabricante alemã de chás. O chá verde pode, ainda, ajudar na prevenção de cáries e placas dentárias, além de ser poderoso desintoxicante.

No entanto, atenção! De acordo com o fitoterapeuta André Resende, autor de “O poder das ervas” (Editora Ibrasa), o milagre do emagrecimento através do chá verde não é real. “Não existe chá emagrecedor. Eles são apenas coadjuvantes no emagrecimento e devem ser acompanhados por uma rotina de exercícios físicos e pela mudança dos hábitos alimentares”, alerta o fitoterapeuta. Ele chama a atenção, ainda, para o fato de que pessoas depressivas e ansiosas devem evitar o chá verde, porque ele contém muita cafeína.

Chá branco: é o “chá da saúde”, que contém os maiores níveis de antioxidantes. “Ele reduz o colesterol ruim (LDL), ajudando no fluxo sangüíneo e protegendo o coração”, afirma o fitoterapeuta André Resende. O chá branco deixa, também, os dentes mais resistentes a cáries e os ossos mais fortes. “Estudos mostram que pessoas que bebem esse chá regularmente têm densidade óssea maior do que quem não bebe, o que é bom para prevenir a artrite e a osteoporose”, esclarece Elizeth V. D. Vorst.

Ele pode, ainda, diminuir o nível de açúcar no sangue e ajudar a prevenir ou atenuar os sintomas da diabetes. Além disso, o “chá da saúde” combate vírus e bactérias, protegendo o organismo contra inúmeras doenças, como a gripe.

Chá preto (ou vermelho): tornou-se grande aliado da medicina ortomolecular, principalmente pelo efeito “depurador de gorduras”. São inúmeros seus benefícios para o bem-estar, inclusive emocional, já que ele ajuda a combater a depressão. Apresenta, também, propriedades antioxidantes, que previnem o envelhecimento celular e as doenças degenerativas.

“Tem efeito analgésico, anticoagulante, antibiótico, antidiarréico, anticárie e protege as artérias. É rico em componentes essenciais que aceleram o metabolismo e reduzem o colesterol, melhorando, ainda, a digestão”, afirma a nutrologista e médica ortomolecular Sylvana Braga. No entanto, ela faz um alerta: “Se tomado em excesso, o chá vermelho aumenta a ansiedade, a insônia, a TPM e a possibilidade de cálculos renais, por conta do alto teor de oxalatos. Ele deve ser evitado por grávidas e por pessoas com hipertensão arterial”.

homens na cozinha!

Padrão

Com o domínio de chefs homens no mundo gourmet, não é nenhum sacrilégio dizer que lugar de homem é sim na cozinha, pois vocês, quer queiram ou não, têm talento pra coisa. E como eu já disse aqui anteriormente, vê-los em ação com facas, tomates e panelas na mão is extremely hot. Ô, se é.

Mas chega de intro e vamos direto ao assunto: se você já é um iniciado na cozinha ou está começando agora a engatinhar, ou é um daqueles meramente curiosos pra saber que diacho é uma cozinha… vale dar uma conferida em alguns sites de culinária, que são pilotados por homens como vocês. Neles vocês encontram receitas, dicas e alguns truquezinhos que até eu não sabia que existiam. Tudo fácil, direto, instrutivo, descomplicado – bem na base do homem pra homem. Bem como vocês gostam.

Então, vamos à listinha com os sites:

* Culinária masculina – além de receitas, você vai saber, por exemplo, o que é e como se faz um banho-maria ou o que fazer com aquelas bananas que passaram do ponto na fruteira. Nele, você encontra tudo e mais um pouco sobre “tudo o que um homem sempre quis saber sobre aquele cômodo cheio de azulejos que não é o banheiro…”
* Arroz Doce com Tomate – apesar do nome, nem tão apetitoso, tem pratos interessantes como Picadinho Copacabana (criado no Copacabana Palace) e cobre assuntos de interesses gourmets como o movimento SlowFood Brasil. Se quiser saber do que se trata, passe por lá, oras.
* Homem na Cozinha – receitas mil que vão desde simples aperitivos, batidas e caipirinhas a molhos, peixes e sopas e cremes dentre outras coisas. Tudo, acredito, bem ao paladar masculino.

E pra sua informação: aprender a cozinhar não é nada difícil, é bem fácil indeed, basta saber ler e ter vontade de. Juntas, estas duas coisinhas fazem milagres… e super duper deliciosos.

10 COISAS QUE NUNCA VAMOS ENTENDER EM LOST

Padrão

Já são quatro temporadas de mistérios e mais mistérios. A cada capítulo, um nó é acrescenteado para injetar mais suspense na trama. Lá pelo meio da segunda temporada, quando os espectadores começaram a fazer greves e manifestações contra falta de respostas, os roteiristas resolveram colaborar, e apresentaram até os famigerados Outros, escondidos por tanto tempo atrás daquelas árvores. Mesmo assim, algumas questões nunca serão resolvidas, nem com mais 15 temporadas:

1. FRATURA EXPOSTA? TRAGA ÁGUA!
Todo e qualquer mal-estar na ilha de Lost é resolvido rapidamente. A taxa de mortalidade, aliás, é até menor do que a de muitos lugares sem tantas ameaças – urso polar havaiano, monstro de fumaça negra, os olhos malvados de Ben. O segredo para tanto sucesso? O nosso Ministro da Saúde da ilha, Jack Shephard se apressa em pedir aos seus figurantes de plantão, sempre que surge uma nova vítima: traga mais água! Será que as ondas de magnetismo do lugar afetaram até a qualidade da água?
2. CURSO DE COREANO GRÁTIS
No começo era difícil porque os roteiristas precisavam disfarçar. Passou-se o tempo e os habitantes da ilha parecem ter virado verdadeiros especialistas em coreano. Vez ou outra aparece um norte-americano (ou escocês, ou canadense, ou australiano) qualquer, que consegue se comunicar com Jin. Aliás, o mais engraçado de tudo é que todo mundo fala inglês no vôo 815, menos ele. Se não fosse a Sun por perto, ele não teria, provavelmente, sido promovido ao elenco de primeiro escalão por razões práticas.
3. OS OUTROS ODEIAM RESPOSTAS DIRETAS
Qualquer coisa (leia-se qualquer mesmo) que Jack perguntava aos Outros no começo da terceira temporada era imediatamente ignorada. Se bobeasse, era capaz de ninguém saber o próprio nome para contar para o médico. Tudo bem que eles queriam esconder seus segredos do bonitão, mas precisava mesmo de tanto mistério? Ao final de dois capítulos, já soava enrolação dos roteiristas. E como fã de Lost é bem mais impaciente que os de outras séries, o esquema ficava difícil de engolir.
4. SUPERPODERES DE DESMOND
Um escocês sai da prisão e resolve que vai participar de uma regata. Aprende a velejar sozinho, ganha um barco, mas acaba parando na ilha de Lost. Passa três anos apertando um botão e, quando foge, consegue velejar seu barco (sim, aquele mesmo) sem ajuda, e ainda sobreviver duas semanas sem comida para isso. Quando volta para nossa história, sobrevive a uma implosão bem em cima dele e acorda pelado no meio da selva. A partir daí, começa a dar pistas do que vai acontecer no futuro da ilha. Heroes? Não, este ranking ainda trata de Lost. É que nosso querido Desmond parece ter superpoderes.
5. A TEORIA DO PURGATÓRIO
Uma coisa que ninguém nunca vai explicar tem mais a ver com os fãs do que com a série. Os roteiristas já juraram de pés juntos que o mistério de Lost não se resolve com a teoria de que eles estariam no purgatório. Mesmo assim, ela continua sendo a mais difundida na internet, e entre os telespectadores da série. Dá para entender porque as pessoas ainda não desencanaram de final tão sem imaginação?
6. POR QUE O PAULO EXISTIU?
O fracasso televisivo do ano em 2007, Paulo, personagem de Rodrigo Santoro na série, é um dos maiores mistérios de Lost. Por quê? O moço entrou sem maiores explicações e foi morto por conta das reclamações da audiência. Enquanto esteve lá, não provocou grandes transformações na trama. Quando saiu, roteiristas e o ator principal (Matthew Fox) assumiram que Paulo foi um erro. Por que então colocar ele na ilha? Ainda bem que eles se arrependeram a tempo.
7. FARMÁCIA COM ESTOQUE ETERNO
Lá pela metade da primeira temporada, quando os sobreviventes ainda estavam se organizando na ilha, Jack e Sawyer (mais Jack do que Sawyer) fizeram uma expedição dentro da fuselagem do avião atrás dos remédios que os passageiros carregavam. De lá para cá, uma infinidade de sobreviventes ficou doente e precisou dos antibióticos, analgésicos (dúzias e dúzias), etc, prontamente doados pelo médico de plantão. Como o estoque da farmácia ainda não acabou?
8. UM CORTE DE CABELO PARA HURLEY
O Jack tem uma tesoura. Não dá para negar isso, portanto, não é uma desculpa aceitável. Ela já foi filmada várias vezes, inclusive. Então porque Hurley ainda não cortou esse bendito cabelo? Ele tem suas razões, claro, mas a ilha não é lugar para isso. De sol a sol, Hugo está lá, suando às bicas e reclamando do calor. Mas nada de aproveitar a tesourinha de Jack para dar uma aparada nas madeixas
9. NINGUÉM VIU A SEGUNDA ILHA?
Não foram uma, duas, nem dez expedições que inspecionaram a ilha de cima a baixo. Só o Saydi teve ter uns quatro ou cinco mapas do lugar, de tanto que explorou aquelas praias. Isto sem falar no caçador de javalis mais querido (e único) da TV, John Locke, que é outro expert em Lost. Deste jeito, como eles podem ter passado duas temporadas inteiras (dois terços da série até agora), sem avistar a ilha onde os Outros habitam?
10. ONDE O SAWYER ARRUMA TANTOS LIVROS?
Não importa a que horas alguém vai incomodar o Sawyer em sua barraca. Ele sempre tem um livro na mão. E, para provar que o bonitão tem mesmo conteúdo, ainda faz citações de literatura inglesa. Provocou, inclusive, Ben com uma passagem de Ratos e Homens, lembra? Tudo bem que as pessoas deviam levar livros no avião (e que ele saqueou tudo devidamente antes de queimarem a fuselagem), mas tantos assim?

Fonte: site acidezmental

O superchocolate-Faz muito bem a saúde

Padrão

Além de saboroso ele contribui para a nossa saúde. Uma notícia ainda mais agradável surge dos pesquisadores da Unicamp: pode estar vindo aí o Superchocolate!

Segundo a engenheira de alimentos Priscila Efraim, da Universidade de Campinas (Unicamp), “as pesquisas sobre os flavonóides no chocolate têm mostrado benefícios como a diminuição do risco de doenças cardiovasculares, diminuição do colesterol e melhoria no sistema imunológico”.

Os flavonóides funcionam como antioxidantes no nosso corpo, combatendo os radicais livres, tão famosos por apressar o nosso envelhecimento e provocar doenças como o câncer.
No chocolate, esses flavonóides tem sua origem no cacau. O problema é que, segundo o estudo da pesquisadora, durante a produção do chocolate, em média 70% dos flavonóides são perdidos devido a reações bioquímicas na fermentação.

Em pouco tempo pode estar disponível no mercado um superchocolate, muito mais rico em flavonóides que os existentes nas prateleiras e ainda mais saudável para a nossa saúde. Isso porque os pesquisadores estão trabalhando no desenvolvimento de novas técnicas de fermentação do chocolate.

Fonte:saudenainternet