Arquivo da tag: caso

Executivo diz ter sido namorado de Michael Jackson

Padrão

 

Um executivo de uma companhia médica disse nesta quinta-feira (29), em entrevista ao canal de TV Extra, que foi namorado de Michael Jackson durante os últimos meses de vida do cantor.

Jason Pfeiffer afirma que teve uma relação muito “apaixonada e sexual” com Michael, que jamais confessou ser homossexual. Segundo ele, o cantor era sua “provável alma gêmea”.

– Sei que nos amávamos, ele me dizia isso o tempo todo – comentou o empresário, que teria conhecido o artista em 2008 no consultório do dermatologista Arnold Klein, amigo de Michael e que, para muitos, é o pai biológico dos dois filhos mais velhos do Rei do Pop, Prince e Paris.

As afirmações de Pfeiffer foram confirmadas pelo médico.

– Quando você vê duas pessoas olhando uma para a outra, você sabe o que está acontecendo. Eu simplesmente era muito feliz por eles – comentou Arnold Klein ao canal americano.

Chacrete confirma affair com Silvio Santos

Padrão

Depois que o documentário Alô Alô Terezinha muito tem se comentado sobre o affair de Vera Furacão e Silvio Santos. A ex-dançarina revelou que se envolveu com o dono do SBT.

“Nós tivemos um lance em 1971. Como dizem agora, ‘ficávamos’. Na época, ele era um simples apresentador da TV Globo e não estava casado. Namoramos, mas não me apaixonei. Ele era louco por loura e brigamos, porque descobri que ele saía com mais duas chacretes ao mesmo tempo, Soninha e Sandra Mattera. Ele era muito namorador”, contou Vera, que não tem mais contato com o dono das noites de domingo do SBT.

Mas Vera abriu o jogo: “Não era bom. Se fosse, eu estaria com ele até hoje”.

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br

Miro Moreira: “Não sou gay e nunca tive nenhum caso com o Gianecchini”

Padrão

O paulistano Miro Moreira, aos 25 anos, foi um dos quatro modelos escolhidos para fotografar ao lado de Madonna quando a diva veio ao Brasil, no ano passado. Mas a fama veio depois da participação no reality show A Fazenda, da Record.

Miro explicou os rumores de um caso amoroso com Gianechini. “Foi antes de entrar na em A Fazenda. Eu não ligo porque sei muito bem qual a minha opção sexual. Estava no Bar Figa, um karaokê. Amigos meus conheciam ele e fomos apresentados nessa noite. Uma hora fui cantar com o Gianecchini e o Flávio e começaram a tirar fotos da gente cantando. Daí saiu no outro dia. Eles cortaram o Flávio, botaram eu e o Gianecchini juntos. Isso foi antes de eu entrar para A Fazenda. Não sou amigo íntimo dele, não tenho telefone dele. Não sou gay e nunca tive nenhum caso com Gianecchini. Meu negócio é outro. Gosto é de mulher, graças a Deus.”

NOVAS REVELAÇÕES – Polícia quer prisão de pai de Eloá

Padrão

A polícia civil de Alagoas pediu à polícia paulista a prisão de Everaldo Pereira dos Santos, pai da adolescente Eloá Cristina Pimentel, que foi morta com um tiro na cabeça na sexta-feira (17), depois de ficar cinco dias em poder do ex-namorado na casa dela, em Santo André, no ABC.

De acordo com o delegado-geral adjunto, José Edson dos Santos, o pai de Eloá fazia parte da “Gangue Fardada”, grupo de extermínio formado por policiais militares e liderado por um coronel, que está preso.

Segundo a polícia alagoana, o pai da adolescente era policial militar no estado e é acusado de envolvimento em vários crimes, entre eles, o assassinato do delegado Ricardo Lessa, irmão do ex-governador de Alagoas Ronaldo Lessa. O crime foi em outubro de 1991, e, desde então, ele é foragido da polícia. Há quatro mandados de prisão contra ele.

A polícia de Alagoas chegou até o pai da adolescente por meio de denúncias anônimas, diz o delegado-geral adjunto. Com a informação, a polícia procurou a certidão de nascimento de Eloá – que nasceu em Alagoas – e constatou que o nome do pai dela era o da mesma pessoa procurada pela polícia. Pereira também foi reconhecido pelas imagens dele veiculadas na televisão durante o seqüestro da adolescente.

Fontetudoagora

Lindemberg é transferido

Padrão

Lindemberg Alves chegou hoje à noite à Penitenciária II de Tremembé, na região do Vale do Paraíba, em São Paulo. O jovem foi transferido do Centro de Detenção Provisória (CDP) II de Pinheiros, na zona oeste da capital paulista. A Secretaria de Administração Penitenciária (SAP) não informou o motivo da mudança e afirmou que “não fornece detalhes da rotina de presos sob sua custódia, por questões de segurança”.

Hoje, o Ministério Público (MP) anunciou que o promotor do Júri de Santo André, Antonio Nobre Folgado, cuidará do caso do seqüestro das duas adolescentes, ambas de 15 anos. Após ser comunicado oficialmente da prisão em flagrante de Lindemberg, o promotor terá dez dias, contados a partir da detenção, para receber o inquérito policial. Em seguida, serão mais cinco dias para o oferecimento da denúncia. A promotora da Justiça Militar Eliana Passarelli ficará responsável pela análise da ação da polícia.

O jovem, de 22 anos, foi preso na sexta-feira depois de manter sua ex-namorada, Eloá Cristina Pimentel, refém por cerca de 100 horas em um apartamento do Conjunto Habitacional do Jardim Santo André, em Santo André, no ABC paulista. O seqüestro terminou com a morte da garota. A amiga dela, Nayara, também foi mantida refém e acabou baleada no rosto.

Fonte:tudoagora

Nayara deve ter alta na quarta-feira, diz secretário

Padrão

O secretário de Saúde de Santo André, Homero Nepomuceno Duarte, disse hoje que a adolescente Nayara, de 15 anos, amiga de Eloá Cristina Pimentel, deve receber alta hospitalar na quarta-feira. Segundo ele, o quadro de saúde da jovem evolui desde a cirurgia realizada na sexta-feira. As duas adolescentes foram feitas reféns pelo ex-namorado de Eloá, Lindembergue Alves, em Santo André, no ABC paulista. Eloá morreu baleada na cabeça. “Do ponto de vista médico-psicológico, ela (Nayara) já pode ter alta na quarta-feira”, afirmou.

O secretário afirmou que amanhã os médicos vão retirar uma placa de suporte no céu da boca de Nayara, que ajudou na reconstrução da região. “Nayara será reavaliada pela equipe após passar o efeito da sedação”, disse o secretário de Saúde de Santo André. “Ela só não terá alta se houver alguma intercorrência da nova cirurgia” ou se a polícia considerar que não é prudente retirá-la de dentro do hospital.

A previsão é que a cirurgia seja realizada na manhã de amanhã. Duarte disse ainda que, após este procedimento, a equipe médica irá recolocar o aparelho ortodôntico. Após a cirurgia, segundo Duarte, um novo boletim médico deverá ser divulgado pelo Hospital Municipal de Santo André, onde a adolescente está internada, para informar o quadro de saúde de Nayara.

 Fonte:yahoonoticia

Veja detalhes do depoimento de Nayara à polícia

Padrão

O depoimento da estudante Nayara Silva, de 15 anos, revela que Lindemberg Alves, de 22, não tinha um plano definido ao entrar no apartamento da ex-namorada Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos, e fazer refém um grupo de jovens. “A todo o momento, ele dizia que não sabia o que ia fazer. Sua intenção era encontrar Eloá sozinha”, disse Nayara à polícia de Santo André na quarta-feira (15), antes de retornar ao cativeiro. As duas foram baleadas sexta-feira (17) por Lindemberg, no desfecho de um seqüestro que durou mais de 100 horas.

No depoimento, ao qual o G1 teve acesso neste domingo (19), a jovem contou que na primeira noite do seqüestro, após libertar dois adolescentes que estavam no local com Eloá e Nayara, Lindemberg disse que os policiais não estavam acreditando nele e que só “botariam uma fé” quando uma das reféns fosse morta. Em seguida, disparou pela janela contra um policial.

“Após o disparo ele começou a sorrir, passando a dizer que ‘ele era o cara'”, afirmou a estudante à polícia. Lindemberg, então, pediu que os policiais se dirigissem ao pátio. De acordo com Nayara, o seqüestrador teria achado essa conversa divertida e afirmado que os policiais haviam demonstrado medo dele. “Ao observar o isolamento do prédio, ele disse que era o príncipe do gueto, o cara que mandava no local”, continuou a garota.

Mensagem no celular

Na noite de segunda-feira, ainda de acordo com o depoimento, o seqüestrador se acalmou. Seu comportamento voltou a mudar, no entanto, quando Lindemberg se apoderou do celular da ex-namorada e encontrou uma mensagem assinada por um homem chamado Felipe. O seqüestrador ligou para Felipe, se passando pelo irmão de Eloá, e disse que já sabia do “affair” entre os dois. Nayara contou que Lindemberg deu um bofetão em Eloá, quando a jovem começou a gritar.

Depois, o seqüestrador amarrou as duas jovens com fita adesiva e camisetas, para que ele pudesse dormir. Lindemberg forçou Eloá a beijá-lo, mas depois “não forçou mais atos de intimidade com Eloá”, segundo o depoimento.

Ao libertar Nayara, na terça à noite, o seqüestrador a levou até a porta e disse para correr. A jovem afirmou que ele ameaçou atirar em suas costas, caso ela saísse devagar.

Durante as 30 horas que permaneceu no local pela primeira vez, até terça à noite, a estudante disse que Lindemberg não a agrediu e efetuou “quatro ou cinco” disparos: um contra o policial, um contra pessoas que se aglomeravam em volta ao prédio, um contra o computador de Eloá e outros dois no banheiro. Segundo ela, ele tinha levado ao apartamento um revólver e um saquinho com munição. Uma segunda arma, definida como uma espingarda, foi encontrada pelo seqüestrador atrás do armário do quarto do casal, envolta em uma camiseta.

Fonte:tudoagora

Corpo de Eloá será sepultado no Cemitério Santo André

Padrão

O corpo de Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos, será velado e enterrado no Cemitério Santo André, no Grande ABC Paulista. Os horários ainda não foram definidos, pois dependem da liberação do corpo, que está no Instituto Médico Legal (IML) desde as 6h45 de hoje. Se o enterro acontecer ainda hoje, deverá ser por volta das 17 horas, segundo informações da administração do cemitério. A jovem teve morte cerebral constatada na noite de sábado, após ser atingida por um tiro na cabeça.

Eloá foi mantida 101 horas em cárcere privado pelo ex-namorado, Lindembergue Fernandes Alves, de 22 anos. Ele invadiu o apartamento da adolescente na segunda-feira da semana passada e fez reféns a jovem e três amigos. Dois rapazes foram liberados ainda na noite de segunda e, na noite de terça, a amiga Nayara, também de 15 anos, foi libertada. Ela retornou ao cativeiro na quarta-feira e, na sexta, quando Lindembergue disparou contra Eloá, também foi atingida por um tiro. Ela ainda está hospitalizada, mas, segundo os médicos do Centro Hospitalar, apresenta “bom quadro evolutivo”.

Fonte:yahoonoticia

Receptores de órgãos de Eloá serão conhecidos ainda hoje

Padrão

Os resultados dos exames dos órgãos da garota Eloá Pimentel, que teve sua morte cerebral confirmada ontem às 23h30, só serão conhecidos hoje depois das 23 horas. A informação é do Secretário de Estado da Saúde de São Paulo, Luiz Roberto Barradas Barata. Segundo ele, os exames dos órgãos e a compatibilidade demoram entre seis e 12 horas e “devem ser conhecidos entre 23 horas e a meia-noite”.

Durante entrevista coletiva, o secretário esclareceu que Eloá ainda não passa pela cirurgia de retirada de órgãos, o que só irá acontecer depois dos exames concluídos. Segundo Barradas, a cirurgia de retirada deve demorar cerca de duas horas e os órgão que salvarão vidas serão, imediatamente, encaminhados para os doadores.

A entrevista coletiva foi concedida à imprensa no Centro Hospitalar Municipal de Santo André, onde os médicos da Organização à Procura de Órgãos (OPO), ligada ao Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, realizam os trabalhos.

Depois da remoção dos órgãos, o corpo de Eloá seguirá para o Instituto Médico Legal (IML). Serão realizados, então, os exames sobre o crime. Será verificada a informação de que o tiro que a matou teria sido disparado pelo ex-namorado da garota, Lindembergue Alves, de 22 anos.

Fonte:yahoonoticia

MORTE DE ELOÁ – situação de Lindemberg se complica

Padrão

O delegado Luiz Carlos dos Santos, seccional de Santo André, afirmou na manhã deste domingo (19) que a morte de Eloá Cristina Pimentel, de 15 anos, complica a situação de Lindemberg Alves, 22, o ex-namorado da garota que a manteve refém por cem horas. De acordo com o delegado, Lindemberg, que tinha sido autuado em flagrante por três tentativas de homicídio, agora responde por duas tentativas e um homicídio. A morte cerebral de Eloá foi anunciada no fim da noite de sábado (18).

Em entrevista coletiva, Santos explicou que, além de atirar em Eloá e na amiga Nayara Silva, de 15 anos, Lindemberg também disparou em direção do primeiro policial militar que negociava a libertação das vítimas do seqüestro. Lindemberg foi autuado ainda pelos crimes de cárcere privado e periclitação de vida. Ele está detido no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo.

Ainda de acordo com o delegado seccional, a Polícia Civil aguarda que Nayara tenha alta do Centro Hospitalar Santo André para fazer uma reconstituição do desfecho do depoimento. Até este domingo, 18 pessoas já tinham prestado depoimento à Polícia Civil, incluindo os policiais que participaram da invasão do apartamento e a própria Nayara, quando foi libertada do cativeiro. A jovem voltou ao apartamento na quinta-feira (16) para ajudar nas negociações.

Novo depoimento

O delegado espera autorização do hospital para ouvir Nayara novamente, apesar de a diretora do estabelecimento, Rosa Maria Aguiar, ter dito, nesta manhã, que a garota não deve prestar depoimento enquanto não receber alta. “O depoimento é de vital importância porque ela estava no local dos fatos, no interior do apartamento”, afirmou Santos. O principal aspecto a esclarecer, segundo Santos, é por que Lindemberg tomou a decisão de atirar nas reféns.

Como a prisão foi em flagrante, explicou o seccional, o prazo para a conclusão do inquérito é de dez dias. A polícia ainda não sabe a procedência do revólver calibre 32 usado pelo seqüestrador para atirar nas reféns, pois a arma não tem registro. No apartamento também havia uma espingarda calibre 22, que seria da família de Eloá.

 Fonte:tudoagora