Arquivo da tag: chapinha

Cientistas criam pílula que alisa cabelo e substitui a chapinha

Padrão

Em um futuro próximo, pode haver uma pílula específica para alisar o cabelo. Imagina isso: uma pílula que vale por uma chapinha?

Se você tem cabelo encaracolado, a culpa é do gene Trichohyalin – ele é o responsável por fazer com que os cabelos sejam assim.

A descoberta do gene vai ser útil, inclusive, para prever se um bebê terá um cabelo liso ou ondulado. Também vai facilitar o trabalho da polícia, porque, que por meio de materiais colhidos em qualquer local, conseguirá identificar como é o cabelo do suspeito.

Os cientistas do Instituto de Pesquisa Médica de Queensland (QIMR), na Austrália, compararam 5.000 gêmeos e perceberam que as variações entre irmãos era sempre a mesma quando um tinha cabelo liso e outro encaracolado.

Nick Martin, professor e coordenador da pesquisa, disse ao site Daily Mail que o gene já era conhecido.

– Estudamos uma grande quantidade de informações. O gene é conhecido há mais de vinte anos por estar ligado à produção do cabelo e fica na raiz do cabelo.

Segundo ele, em vez do cabelo ser diretamente tratado para que ele se torne liso ou vice-versa, será possível criar tratamentos para produzir cabelos dos dois tipos, por meio da produção de pílulas, por exemplo.

A aplicação mais imediata será nas investigações policiais, a partir do DNA deixado na cena do crime.

Porém, ele confirmou que vai se reunir com uma empresa de cosméticos para falar sobre os próximos passos que envolvem a descoberta.

Tendências em cabelo para o verão

Padrão

O Vila Batom foi conversar com o hair stylist Edu Levy, do Salão Saluvyté, em Moema, zona sul de São Paulo, para descobrir as tendências que deixarão suas madeixas super na moda.

O cabeleireiro revela que os Cortes certos terão um toque de ousadia e uma pitada de arte abstrata, com detalhes assimétricos – e influência dos anos 1920 e 1930. “Eles serão menores na parte de trás e alongados na frente, com formas geométricas. Terão uma graduação atrás, para distribuir o volume, deixando a frente com mais peso. Isso resulta em um visual desalinhado atrás e comportado na frente”, explica.

Além disso, quem tem os cabelos cacheados ou mesmo ondulados e está cansada daquela moda de ‘chapinha’, pode parar de se preocupar. “Os curtos cacheados e com ondas também estarão em alta”, conta Edu. E aquelas que curtem o cabelo bem jovial, com franjas, o cabeleireiro deixa a dica: “Elas serão leves e com forte tendência para se usar de lado“.

Já para os cabelos longos, o profissional diz que eles sofrerão certa influência dos anos 1960 e 1970, tanto para penteados, quanto no quesito cortes e cores. O loiro platinado – a la Marilyn Monroe – continua em alta, mas apenas nas pontinhas dos cabelos já claros. Mechas feitas com esse mesmo tom – sobre o tom natural dos cabelos – dará um toque especial às madeixas. “O platinado vai fazer a cabeça das loiras neste verão, mas com trabalhos em mechas e luzes ‘californianas’”, afirma. Os marrons frios também farão grande sucesso. Edu afirma que eles serão bastante utilizados em trabalhos de “ton sur ton”, ou seja o tom sobre tom – aplicando claros sobre escuros.

Um jeito bem facinho de saber como mudar o visual é olhar para a televisão. “A novela é um canal de formação de opinião e por isso dita tendências de comportamento e moda. E no que diz respeito ao cabelo, não é diferente”, pondera Edu.

As pontas douradas de Letícia Sabatella (a Ivone, de “Caminho das índias”), os lindos cachos de Ta´s Araújo (a Helena, de “Viver a Vida”) ou mesmo o curto e desajeitado cabelo de Guilhermina Guinle (a Amarilys de “Caras e Bocas”), com certeza irão influenciar os cabelos de muitas moças por aí. Isso porque a televisão tem esse poder de “ditar regras” e as atrizes de “fazer moda”. Essas ‘cabeças feitas’, segundo Edu, são perfeitas para exemplificar as tendências da próxima estação.

Aprenda a usar a chapinha sem detonar os cabelos

Padrão

 

Uma ala defende que a chapinha, além de ser prática para alisar os cabelos, também deixa os fios mais brilhosos, porque quando eles esticam as cutículas se fecham e a luminosidade aparece. Outro time acha que o aparelho é o grande vilão das madeixas danificadas se usado de forma incorreta.

Um terceiro grupo, o dos cabeleireiros, decretou o fim da prancha para o look da temporada. Segundo o beauty stylist Marco Antonio di Biaggi, do salão MG Hair, o cabelo bagunçado, ou “messy”, está com tudo entre os penteados mais modernos do momento. “A tendência é que o cabelo tenha ondulação e balanço no comprimento e a raiz mais baixa”, explica. Ou seja, a piastra vai para a gaveta.

Para tirar a prova dos nove, a revista ANA MARIA reuniu o especialista em saúde do cabelo, o dermatologista Valcenir Bedin, de São Paulo, e a cabeleireira Márcia Zenólia, do Espaço Coiffeur Longevitá, do Rio de Janeiro para responder 25 questões sobre chapinha. Veja aqui todas as dúvidas.

O que diz Valcenir Bedin:

A chapinha faz mal ao cabelo?
Não, desde que você use o produto certo, para proteger os fios do calor, e não exagere na temperatura do aparelho (no máximo 190 graus).

Que produto usar antes da chapinha?
Um leave-in termoativado, com silicone ou queratina.

E após?
Use hidratantes feitos à base de óleo, para repor a água perdida.

O que prejudica mais: a chapinha ou o secador?
A chapinha. Ela leva o calor diretamente aos fios. Por isso, deve ser usada com cuidado.

Quais são os danos causados pela chapinha?
Os fios podem ficar ressecados e, em casos extremos, quebrados e até mesmo queimados.

Quantos dias por semana pode usar?
Da maneira certa, todo dia.

Pode-se usar a prancha no cabelo molhado?
Não, porque para secar o cabelo inteiro é necessário pranchar os fios muitas vezes. Assim, seus fios poderão “cozinhar”. Faça escova antes da chapinha.

O aparelho pode encostar no couro cabeludo?
Não. Mantenha distância de, no mínimo, 3 centímetros, para evitar queimaduras.

Faz mal usar no cabelo de crianças?
Sim. Nunca aplique químicas ou aparelhos agressivos ao cabelo em pessoas com menos de 14 anos de idade.

O que diz Márcia Zenólia:

Qual a vantagem da chapinha de cerâmica?
Ela mantém a temperatura estável. Por isso, não é necessário passar a prancha muitas vezes no mesmo lugar.

E a de íons?
Ela acaba com o arrepiado, fecha as cutículas e deixa o cabelo mais brilhante e macio.

Fonte:veja