Arquivo da tag: comportamento

COMO SER SENSUAL

Padrão

Deixando o significado literal da palavra ‘Sexy’ de lado percebo a falta de conhecimento que a maioria das mulheres tem hoje em dia em relação a ser ‘Sexy’, ao contrário do que se pode pensar a sensualidade não está em vestir um vestido vermelho com fenda lateral e um scarpin preto super chique, ser sensual está em pequenos detalhes, qualquer uma de nós pode conseguir.

1-Tem um encontro hoje a noite? Não minha cara, não adianta correr até a livraria mais próxima e comprar os famosos livros de auto-ajuda do tipo ‘Ser sexy, sem ser vulgar’ e decorar tópico por tópico, você corre o risco de atropelar tudo e de ainda parecer falsa, o primeiro passo é ser você mesma, e respeitar seus limites.

2-Eu disse respeitar seus limites? Isso mesmo não adianta dar uma de Angelina Jolie se você está mais pra Katie Holmes, cada uma com seu estilo, procure roupas que lhe valorizem, se possível procure uma consultora de moda, se não leia bastante sobre o assunto, roupas que caem como uma luva em você com certeza fará você arrasar.

3-Na maquiagem a dica básica é: olho bem destacado, brilho labial é a pedida, olho neutro pode abusar do batom vermelho.

4-Nas roupas a dica também é ponderar pernas de fora, nada de decotão, decotão nada de pernas de fora bem simples.Escolha um e arrase.

5-Uma mulher sensual sempre usa um bom perfume, mas não abuse na hora de passar você pode causar uma crise alérgica em quem estiver perto de você ou até mesmo ter um ataque de espirros, aí ninguém merece não é mesmo?

6-O olhar, ele não só é a melhor arma da conquista como também é o maior aliado da sensualidade feminina, uma mulher de olhar penetrante e fixo nem precisa estar usando Dolce & Gabanna para arrasar.

7-O sorriso, ele abre qualquer caminho além de fazer bem pra saúde.Procure sorrir sempre, uma mulher que sabe sorrir, sabe ser sensual.

8-Tenha uma boa postura ao caminhar e sentar.Coma de boca fechada e evite falar alto esse tipo de atitude é inimiga da sensualidade e dos bons modos.

9-Não seja artificial, procure se manter informada para ter um bom papo,mulher sensual também é mulher cabeça.

10-E sempre, se sinta sensual só assim as pessoas ao seu redor vão lhe vê como tal.

Como lidar com o fim do relacionamento?

Padrão

A psicóloga Maria Cristina Capobianco explica as diversas situações de um término e como lidar com cada uma delas. 
O fim de uma relação é um momento muito delicado que exige cuidados pois freqüentemente envolve tristeza e sofrimento.  Para alguns este sofrimento se deve ao sentimento de perda de um ser muito significativo e para outros esta perda representa um alivio. Quando a relação em si é conflitiva, por vezes sentida como destrutiva a separação significa uma libertação deste sofrimento.

Neste sentido o término de uma relação precisa ser visto como um momento de um processo, que precisa ser delicadamente cuidado; exige reflexão e análise para que possa acontecer a partir dela uma transformação, uma renovação das pessoas, explica a psicóloga Maria Cristina Capobianco.

É comum perceber que algumas pessoas, imediatamente após a separação mergulham em outros relacionamentos ou no trabalho ou na academia, como forma de amenizar a dor, o vazio. Outras caem em um desânimo profundo, a vida perde o sentido e sentir só torna-se insuportável.  Especialmente na adolescência, período de grande vulnerabilidade e impulsividade, as tentativas de suicídio são freqüentes.

A psicóloga alerta que essa vontade de querer fazer tudo ao mesmo tempo para esquecer o ex, nem sempre é bom. Cristina explica que no primeiro caso, o alivio da sensação de peso que o relacionamento despertava faz a pessoa pensar que ter “descartado” a relação foi uma atitude mais saudável.  Em muitos casos, a separação é necessária e aponta para a ampliação dos modos de viver a vida. Porém, se a pessoa não tenta compreender como foi entrando e permanecendo numa relação que se tornou destrutiva, ela poderá eventualmente continuar escolhendo este tipo de relação e repeti-la com outras pessoas. Aparecem em muitos casos outras “dependências”, de álcool, do trabalho, da tirania da imagem de um corpo esbelto, potente.

As pessoas, que pelo contrário, passam por períodos de sofrimento profundo, depressão, tristeza, também precisam de cuidados intensos, ressalta a terapeuta. Provavelmente esta pessoa se sente abandonada, sua autoestima despenca e perde a confiança no seu potencial e desejo de seguir vivendo. Nestes casos, o que houve provavelmente foi que a relação era o que denominamos de um tipo “simbiótico”; similar aquela que acontece entre uma mãe e um bebé recém nascido. O bebê não tem recursos próprios para sobre viver, ele não discrimina quem é quem, mãe e bebé se fundem numa única pessoa. Quando pessoas adultas mantêm este tipo de relação, na qual existe uma indiscriminação intensa entre quem é quem, quando acontece a separação, ela é vivida como se se perdesse uma parte de si próprio ao se desligar do outro. A pessoa se confundiu tanto com seu parceiro, que ao se separar dele, perde seus próprios recursos e sente-se um bebê sem a proteção da mãe.

Após a separação, o período de luto pela perda do ser amado varia e é comum chegar a nove, dez ou doze meses. É importante ter paciência e não tentar acelerar o processo. As pessoas têm o costume de olhar de maneira negativa para as experiências de sofrimento.

Porém é fundamental respeitar o ritmo que cada um precisa para elaborar este momento e poder se abrir para novas experiências. Homens e mulheres variam muito na sua forma de vivenciar este momento. “Os homens sofrem sozinhos; enquanto as mulheres se apóiam uma nas outras, eles, por razões culturais, se fazem de durões”, observa a psicóloga Maria Cristina Capobianco.

Saiba o que os homens não toleram nas mulheres

Padrão

Há coisas que os homens não toleram. Não, não é a TPM ou o mau-humor típico de segunda-feira pela manhã. São coisas que julgamos relativamente sem importância, mas que vão desgastando a convivência ou por serem escatológicas, ou terem a ver com manhas e chatices típicas de mulheres implicantes.É sempre bom dar uma olhada nesta listinha que reproduzimos do blog Entre Paredes, do jornalista Leó Dias e fazer um balanço de quantas vezes cometemos deslizes como esses no dia-a-dia. Preparada?

Avisar que vai fazer xixi
 
Por que, sem exceção, todas as mulheres quando vão ao toalete anunciam? Seja na mesa do bar, no restaurante, numa noite romântica, num momento mais esquisito que seja, ela levanta-se e anuncia sem cerimônia: – Vou fazer xixi. Ora bolas, precisa? Avise que vai ao toalete e retire-se discretamente. E aos homens, não precisam rasgar o verbo também, tal como: -vou mijar! Péssimo para ambos.

Depilar as pernas com a lâmina de barbear, principalmente a nossa

Agora quando se está num momento prazeroso, na cama, aquele encontro de corpos e de repente você sente uma lixa (isso mesmo, para nós parece lixa!) na sua perna, afirmo que não é nada agradável a sensação. Tem mulheres que por preguiça ou pressa acabam removendo os pelos das pernas no banho, com a lâmina de barbear, assim como nós fazemos a barba. Mas isso engrossa o pêlo, ou acha que eu “pinico” quando fico sem fazer a barba por qual razão? E se usam a nossa lâmina? Acabam com o fio. Mulheres, cera nas canelas! É higiênico, dura mais e a sensação no toque é ótima! E nada de lâmina nas axilas também!!!

Cismar que há sempre mulheres maravilhosas onde trabalhamos, vamos ou estamos
 
Eu, como homem solteiro, vou perguntar para os amigos casados ou que estão namorando onde as respectivas deles acham que estão todas essas mulheres maravilhosas, gostosas e atenciosas que elas acham que virão para cima de nós como uma leoa caçando uma presa. Seja no trabalho, no happy hour, no estádio, no jantar de negócios e até na entrevista de emprego, elas sempre acham que haverá um mulherão que irá nos seduzir e abusar de nossos corpos. Expliquem isso para os solteiros, porque raramente isso acontece e essa insegurança toda cansa muito.

Demorar para se arrumar ao ponto de atrasarem
 
E por fim, a natureza foi bondosa com as mulheres fazendo-as lindas, maravilhosas, mas que por uma razão mal explicada até hoje demoram mais de uma hora para se arrumar. É o banho com um condicionador especial, o cabelo, a maquilagem, eventualmente remover algum pelinho (com a pinça, por favor!), a escolha da roupa, o conjunto sapato e bolsa, o creme para o corpo, o hidratante, etc. Entendo que vocês fazem isso para vocês mesmas, que é importante e que também pensam em nós ao fazerem isso. Adoramos, juro! Mas precisam começar tarde e atrasar para sair? Comecem antes, não nos façam ficar olhando para o nada, amarrotados no sofá ou no quarto enquanto você reclama que não está contente com os brincos que colocou. Queremos vê-las lindas, mas não precisa ser em 3 horas.

Nós temos as nossas gafes imperdoáveis:
1) Usar aquele camisetão largado e pantufas;
2) Entrar  no banheiro e fazer xixi/cocô enquanto ele toma banho;
3) Arrotar e ter crises de flatulência;
4) Fazer aquele jantarzinho delicioso e não tomar banho antes de sentar à mesa;
5) Falar mal ou fazer piadas dele em frente aos amigos.
E aí? Passaram no teste?

 Fonte: http://www.dicafeminina.com

Sexo é remédio: combata 9 problemas de saúde na cama!

Padrão

Além de fazer bem ao coração, o sexo acaba com dores e previne doenças

 Turbine o coração

 Indicação
Prevenção de doenças cardíacas.
Informações ao paciente
Durante a relação sexual, o coração trabalha mais rápido. Isso aumenta a pressão arterial, preservando as artérias e a saúde cardíaca.
Dose recomendada
Para obter todos os benefícios, é preciso suar a camisa por, no mínimo, 30 minutos ao dia, cinco vezes por semana. Haja fôlego!

Combata as dores

 Indicação
Alívio das dores.
Informações ao paciente
Enquanto você está lá, no bem-bom, seu organismo produz endorfina, o melhor analgésico natural. Ele é tão forte que continua tendo efeito mesmo depois que o sexo termina.
Dose recomendada
Caiu, ralou, distendeu? Em vez de se entupir de remédios para dor, jogue-se nos braços do seu parceiro.

Acabe com o estresse

 Indicação
Controle do estresse.
Informações ao paciente
Uma noite de amor tem um poder mágico: ela acaba com qualquer tensão acumulada durante o dia. Faça sexo e troque a ansiedade por aquela moleza boa no corpo…
Dose recomendada
Uma vez por dia. Mas nada de transformar o prazer numa descarga de estresse. Assim ele perde a graça — e o efeito…

 Goste de si mesma

 Indicação
Aumento da autoestima.
Informações ao paciente
O cérebro é a parte do corpo que mais ganha no “rala e rola”. É lá que está o centro do prazer. Quando você se sente desejada por seu parceiro, fica mais confiante em si mesma.
Dose recomendada
Quantas vezes você quiser. Afinal, ninguém corre risco de ter efeitos colaterais. Também não há perigo de superdosagem!

Perca os quilos extras

 Indicação
Diminuição de peso.
Informações ao paciente
Não existe esporte mais prazeroso que esse. O esforço de uma relação sexual equivale, em média, a uma caminhada rápida a 7 km por hora. Numa noite animada, vocês podem queimar até 300 calorias cada um!
Dose recomendada
Nem é preciso lembrar que uma boa esportista deve treinar diariamente, certo?

Ganhe músculos

 Indicação
Fortalecimento da musculatura.
Informações ao paciente
Todo mundo sabe que fazer sexo exige esforço físico. Mais ainda no caso das mulheres, que movimentam os músculos da vagina. Isso tonifica a região e diminui o risco de incontinência urinária.
Dose recomendada
Diariamente, mas varie a posição, para poder trabalhar vários grupos musculares.

Melhore a imunidade

 Indicação
Reforço das defesas naturais do organismo.
Informações ao paciente
Uma pesquisa feita nos Estados Unidos mostrou que quem se diverte na cama fica mais resistente a doenças. A explicação é que o organismo aumenta a produção de anticorpos, responsáveis pela defesa do corpo.
Dose recomendada
Uma a duas vezes por semana.

Lubrifique sua vagina

 Indicação
Melhora da lubrificação íntima.
Informações ao paciente
Na menopausa, diminui a produção do estrogênio, hormônio responsável pela lubrificação vaginal. A consequência disso é uma sensação de incômodo ao transar. Quem mantém relações sexuais frequentes resseca menos.
Dose recomendada
Quanto mais, melhor. Aproveite todas as oportunidades.

Durma com os anjos

 Indicação
Combate da insônia.
Informações ao paciente
Uma noite tranquila de sono também depende da outra atividade que você faz na cama. Afinal, o orgasmo proporciona bem-estar e uma gostosa exaustão. Isso faz você dormir sem ter de ficar contando os carneirinhos.
Dose recomendada
Diariamente. Assim, você garante um sono perfeito e revigorante.

Qual é o sexo do seu cérebro?

Padrão

O cérebro humano pode ser feminino ou masculino independentemente do sexo biológico de uma pessoa. Faça o teste e saiba se o seu cérebro tem o mesmo sexo que seu corpo.

 

As diferenças no corpo de homens e mulheres estão além da aparência e dos órgãos sexuais. A ciência detectou que até o cérebro apresenta características femininas ou masculinas. Essa diferença neurológica gera diferenças de comportamentos, sentimentos e modos de pensar entre homens e mulheres.

Você consegue saber se seu amigo está triste ou irritado só de olhar para ele? Essa é uma característica de um cérebro feminino. Mas um homem também pode ter essa sensibilidade e outros comportamentos geralmente ligados a um cérebro feminino. Isso porque a sexualidade cerebral não está ligada diretamente ao sexo do corpo. “O sexo do cérebro é determinado pela quantidade de testosterona [hormônio masculino] a que o feto fica exposto no útero. Em geral, homens recebem doses maiores do que as mulheres. Mas isso varia e nós ainda não sabemos exatamente por quê”, diz a ÉPOCA a neuropsicologista Anne Moir, da Universidade de Oxford, na Inglaterra.

A diferença entre o cérebro dos dois gêneros tem raízes evolutivas. Segundo Moir, durante o desenvolvimento dos seres humanos, como o homem era o caçador, desenvolveu um cérebro com habilidades manuais, visuais e coordenação para construir ferramentas. Por isso, um cérebro masculino tem mais habilidades funcionais. Já as mulheres preparavam os alimentos e cuidavam dos mais novos. Elas tinham que entender os bebês, ler sua linguagem corporal e ajudá-los a sobreviver. Elas também tinham que se relacionar com as outras mulheres do grupo e dependiam disso para sobreviver na comunidade e, por isso, desenvolveram um cérebro mais social. Os homens, por sua vez, lidavam com um grupo de caçadores, não precisavam tanto um do outro e se comunicavam menos, apenas com sinais.

Moir acredita que a diferença de sexo entre cérebro e corpo pode estar ligada às causas do homossexualismo. “Se a concentração de testosterona no útero está mais baixa do que o padrão para os homens, então o ‘centro sexual’ do cérebro será feminino e esse homem sentirá atração por outros homens. Se a concentração desse hormônio estiver alta, o ‘centro sexual’ será masculino e ele sentirá atração por mulheres”, diz Moir.

Faça o teste

 

 Reprodução

Moir está desenvolvendo uma linha de pesquisa para entender melhor as diferenças neurológicas entre homens e mulheres e, para isso, desenvolveu um teste que mostra numa escala de 1 a 20 qual é o sexo do cérebro. O número 1 representa o cérebro mais masculino possível e o 20, o mais feminino. Quem se aproxima do 10 tem um cérebro misto. Segundo Moir, esse último caso é muito comum em suas pesquisas.

Além do teste, outro fator que pode mostrar o sexo do cérebro de uma pessoa, segundo os estudos de Moir, é a medida dos dedos das mãos. Segundo os estudos da inglesa, geralmente, quem tem cérebro masculino tem o dedo indicador menor que o anelar (olhando para a mão de frente para a palma). Já cérebros femininos são associados a dedos indicadores do mesmo comprimento que os anelares. Mas isso não é uma regra sem exceção, como praticamente tudo na biologia. A pesquisadora diz que, às vezes, uma mesma pessoa tem uma mão nos padrões do cérebro masculino e outra do feminino e isso exige mais estudos para entender a organização do cérebro.

 

 Fonte: http://revistaepoca.globo.com/

Conheça os Superalimentos

Padrão

Todos nós somos mais ou menos intoxicados. Culpa dos alimentos indigestos, do nosso intestino, muitas vezes preguiçoso, ou de um fígado frágil e suscetível. A maioria de nossas doenças e muito do nosso envelhecimento prematuro vêm daí. Mandamos limpar fogões e dar uma revisão no motor de nosso carro, mas nunca purificamos nosso organismo. E pra isso não é preciso passar uma semana no spa ou fechar a boca de vez. Alguns alimentos têm uma incrível capacidade de deixar você mais bonita, mais saudável e cheia de energia. Basta incluí-los no seu cardápio.

O salmão e a laranja, por exemplo, combatem o envelhecimento precoce. O gengibre contribui para a resistência do corpo, enquanto a cenoura acelera o bronzeado e aumenta as contrações musculares. A banana, uma indiscutível fonte de energia, é uma ótima pedida para quem pratica exercícios de longa duração, além de melhorar o sono e o humor. O principal conselho dos nutricionistas é de que devemos usar o bom senso na hora de decidir a nossa alimentação. O essencial é que você se sinta bem. Ai de nós! De todos os seres vivos, o homem é o único que faz voluntariamente o que sabe que lhe faz mal. Também é bom lembrar que devemos mastigar bem os alimentos e comer lentamente. A maioria das nossas más digestões, cólicas e doenças do fígado são resultados de uma mastigação apressada.

Mas não é só sua saúde que ganha com isso. Esse bem-estar se reflete na pele, no corpo, no estado de espírito e até na qualidade do nosso sono. Então, prepare o seu banquete!

Salmão

Proteína animal com baixo teor de gordura, o peixe deve estar presente em toda dieta saudável. Mesmo os mais gordurosos, como o salmão, têm sua gordura constituída por um ácido graxo chamado ômega-3 que protege o coração, previne infecções, diminuiu os níveis de LDL e triglicérides, eleva o nível de HDL (colesterol bom) e ajuda a reduzir o risco de um câncer de mama. Segundo a nutricionista Maria Inês Barreto Silva, a riqueza do salmão está na sua qualidade de lipídeos poli e mono saturados que ajudam a proteger o organismo contra doenças cardíacas. Quanto ao efeito anti-idade, Maria Inês enfatiza: “não quer dizer que a mulher, ao consumir o salmão, vá ficar com a pele esticada. O efeito é de antienvelhecimento apenas”.

Consumo ideal: 60 a 100 gramas duas vezes por semana.
Como: no vapor, assado, grelhado ou cozido.
Calorias: 166 em 100 gramas.

Laranja

A combinação da vitamina C com substâncias chamadas flavonoídes, como a hesperidina, é o que faz da laranja um alimento especial. Juntas, elas se transformam em um agente protetor do organismo, aumentando a resistência do corpo às infecções. A vitamina C também facilita a absorção do ferro, participa da fabricação de colágeno, indispensável para uma pele firme, e age como antioxidante, prevenindo o envelhecimento precoce. Estudos realizados na Alemanha, em 1994, mostram que frutas cítricas, como a laranja, evitam alguns tipos de câncer, especialmente o do estômago, pois bloqueiam a possível transformação dos nitratos e nitritos presente nos alimentos (principalmente nos defumados) em nitrosaminas, substâncias associadas à doença.

Consumo: 1 unidade por dia.
Como: de preferência, ao natural.
Calorias: 72 (laranja grande).

Gengibre

Um pouco de gengibre, todos os dias, aumenta a resistência do corpo e, principalmente, ajuda a remover o colesterol ruim das artérias. Pesquisadores britânicos garantem que a raiz acelera em até 25% o metabolismo, fazendo com que o organismo queime calorias acima do normal. Outra boa notícia: um pedaço do caule fresco ou em conserva previne enjôos que costumam surgir em viagens. Segundo a nutricionista Mariza Banhara, o gengibre pode ser um aliado contra envelhecimento, pois também possuiu efeito antioxidante. Sem contar que ele é eficiente contra gripes, pois aquece e estimula a circulação, ajudando o corpo a se livrar de mucos e catarros. Em relação aos nutrientes, sua contribuição é mínima, porque em geral é ingerido em pequenas quantidades.

Consumo ideal: 1 colher (café) por dia. Em excesso, irrita a mucosa do estômago. Também pode ser tomado cortado em fatias para a infusão de chá.
Como: use a raiz pura, ralada, como chá, tempero (em molhos e assados, por exemplo).
Calorias: 15 em 1 colher de sopa.

Cenoura

Rica em cálcio e fósforo, minerais capazes de fortalecer os ossos e melhorar as contrações musculares; vitaminas B1 e B2, que protegem a pele, os ossos e os olhos e auxiliam a absorção das proteínas; e pectina, uma fibra alimentar que combate o colesterol. Mas sua grande riqueza é o elevado nível de betacaroteno, uma vitamina antioxidante que acelera o bronzeado e faz da cenoura uma poderosa arma contra o envelhecimento.

Consumo ideal: 100 gramas por dia.
Como: crua, em sucos ou saladas, ou pouco cozidas em sopas e tortas.
Calorias: 20 (cenoura pequena).

Arroz integral

Como todos os cereais, o arroz é riquíssimo em carboidratos, um dos principais combustíveis do organismo. Utilizada pelos adeptos da dieta macrobiótica para desintoxicar o corpo, a versão integral possui mais nutrientes do que o arroz branco, especialmente minerais e vitamina B1, que estimula o sistema nervoso e os músculos, inclusive o coração. Outra vantagem são as fibras, presentes na casca, que ajudam a reduzir o colesterol, regulam a taxa de açúcar no sangue e aumentam a sensação de saciedade.

Consumo ideal: 35/ 45g de fibra por dia ou 2 colheres (sopa) diária.
Preparo: cozinhe-o apenas com água e sal. O tempo de preparo é cerca de 30 minutos em panela de pressão e 40 minutos em panela comum.
Calorias: 160 em 2 colheres de sopa cheias.

Banana

As vitaminas C e B6 e o mineral potássio presentes na banana funcionam no organismo como elementos anti-stress. Um estudo feito pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, comprovou que o potássio pode evitar derrame cerebral especialmente em pessoas que sofrem de pressão alta, problema acarretado pelo aumento de sódio e redução de potássio. O mineral é também um “antídoto” contra cãibras. A banana oferece ainda outros benefícios: o amido da fruta menos madura aumenta a energia de forma sutil e prolongada, o que é ótimo para quem pratica exercícios de longa duração. Já a energia vinda da banana madura é absorvida mais rapidamente. Nessa fase, a fruta também tem efeito calmante, pois estimula a produção de serotonina, substância que melhora o sono e o humor e que, em baixos níveis, causa depressão.

Consumo ideal: 1 ou 2 unidades por dia.
Como comer: pura ou com farelo de trigo, aveia e canela.
Calorias em 100 gramas: 89 (prata); 91 (nanica); 114 (banana-maçã).

Iogurte

Por ser um derivado do leite, o iogurte possuiu os mesmos valores nutritivos: cálcio, fósforo, proteínas e vitaminas A, B1 e B2. Mas sua grande vantagem é ter uma dupla de fermentos lácteos, o Lactobacillus bulgaricus e o Streptococcus thermophilus, microorganismos vivos e ativos que favorecem o bom funcionamento do intestino, protegendo-o contra infecções e ajudando a refazer a flora intestinal. Por isso, o produto é indicado para quem está tomando antibióticos ou para casos de intoxicação alimentar com diarréia. Alguns estudos americanos afirmam que esses fermentos favorecem a absorção de minerais de outros alimentos. O iogurte é bem aceito por pessoas que não toleram a ingestão da lactose (o açúcar no leite), porque nele se apresenta decomposta e transformada em ácido lático.

Consumo ideal: três porções por dia.
Como: puro, em molhos para saladas, patês, sopas e sorvetes. Quando levado ao fogo, perde parte das vitaminas do complexo B e das proteínas. Por isso, se quiser usá-los em receitas quentes adicione-o pouco antes de servir.
Calorias: 152 em um pote (200 ml) de iogurte integral; e cerca de 90 calorias em um pote do desnatado.

Berinjela

Vários médicos recomendam o suco do alimento para quem tem altas taxas de LDL (colesterol ruim) no sangue. “Ela não substitui medicamentos, nem dieta e exercícios, mas ajuda”, explica a nutricionista Maria Inês Barreto Silva. No momento, a preocupação dos médicos e nutricionistas é descobrir o princípio ativo desse legume que também parece ser eficaz na queima de gordura.

Consumo ideal: 1 copo de sucos por dia, ainda em jejum.
Modo de preparo: recomenda-se bater no liqüidificador ¼ de berinjela crua com o suco de duas laranjas, coar e tomar imediatamente.
Calorias: 195 em 100 gramas.

Aveia

Esse é um dos poucos cereais que nunca passa pelo processo de refinação. Isso só traz benefícios, pois todos os seus nutrientes se mantêm intactos. É um alimento que fornece ácido linoléico, proteínas e ferro. Seu principal nutriente é a vitamina B5, que funciona como um estimulante para o organismo. Suas fibras são solúveis, por isso ajudam a limitar a taxa de açúcar no sangue (bom para controlar o diabetes) e reduzem a concentração de colesterol ruim (LDL).

Consumo ideal: 2 colheres (sopa) por dia de preferência no café da manhã.
Como: in natura com frutas ou para engrossar sopas e mingaus.
Calorias: 56 em 1 colher de sopa cheia.

Brócolis

É um vegetal completo: contém ferro e ácido fólico, que previnem a anemia, e betacaroteno e vitaminas C e E, nutrientes considerados antioxidantes que retardam o envelhecimento, aliviam a fadiga e dissolvem coágulos sangüíneos. O brócolis possui ainda sulforafeno e vitamina A, que protege as células contra o câncer.

Consumo ideal: 1 xícara (chá) de brócolis cozidos por dia.
Como: cozinhe-os em água fervente ou no vapor até que fiquem crocantes, para não haver perda de nutrientes, especialmente a vitamina C, e deixar a verdura mais saborosa. Sirva como salada ou acompanhamento.
Calorias: 44 em 1 xícara de chá.

Xadrez ganha a cara do verão

Padrão



. E como não podia deixar de ser, as bolsas: grandes ou pequenas estão seguindo a nova tendência.

O xadrez vai ser o hit do verão: blusas, vestidos, bermudas e sapatilhas já apresentam a nova estampa

Em Juiz de Fora, já é possível ver modelos variados nas vitrines e, principalmente, no comércio ambulante. A procura está crescendo dia após dia e as mulheres estão perdendo o preconceito contra a estampa, associada ao clima pesado das estações mais frias.

No verão 2008/2009 o xadrez vem em cores que fogem do marrom e do preto e os modelos são despojados e joviais. As maxi bolsas que conquistaram as mulheres desde 2007 não perdem espaço na moda xadrez. A estampa invade o modelo também, assim como os modelos pequenos e médios que foram sucesso na coleção outono/inverno. Ninguém fica de fora da onda xadrez.

Vendedora de uma barraca do centro da cidade, Tânia Dutra conta que, embora seja a moda da estação, o xadrez ainda encontra certa resistência. “Tem quem chegue aqui e fique na dúvida, me pergunta o que eu acho, mas acaba levando uma que combine com o seu estilo”.

Para a comerciante, esse estilo tem muito a ver com a faixa etária. “Normalmente, as mais jovens procuram os modelos maiores e os de regular. Já as senhoras, escolhem as mais discretas e menos coloridas”, diz.

O uso do xadrez precisa de discernimento e bom senso, como diz a dona de uma loja de bolsas, Cláudia da Cunha. “Tem que saber escolher bem a roupa e o xadrez que vai trabalhar. Quanto menos detalhe, menos colorido, mais fácil de combinar. Tem que dosar a roupa que vai vestir”, orienta.

Tânia acredita que o ponto alto da bolsa xadrez é o seu caráter descontraído. “A bolsa xadrez é leve, não pesa tanto no visual e pode ser usada de chinelo ou de jeans, fazendo um estilo mais despojado e à vontade”, diz. Para ela, essa bolsa vai bem com qualquer coisa, só não fica legal se for usada à noite, porque nessa ocasião, pede-se algo mais formal.

No que se refere às vendas, Tânia não tem do que reclamar. Ela vende, em média, de oito a dez bolsas por dia e ainda recebe encomendas. “Tem saído bastante esses modelos xadrez e eu acho que quando o verão chegar mesmo vai sair ainda mais porque as pessoas podem levá-la para a praia ou para a piscina para colocar as coisas básicas e ficar bonita”, acredita.

Apesar do otimismo de Tânia, Cláudia revela que em seu estabelecimento a procura ainda é bastante tímida e as tradicionais continuam sendo as mais vendidas, mas numa coisa elas concordam: quando a estação dourada chegar, não vai ter para ninguém e o xadrez vai invadir os guarda-roupas das juizforanas.

A primavera chegou semana passada, mas chegou com frio e as pessoas ainda não estão comprando muito as peças xadrez. As vitrines já estão com a moda da estação, mas ainda não está saindo muito. É preciso esperar o verão chegar mesmo para as pessoas começarem a querer usar as peças mais ousadas”, avalia Cláudia.

Fonte:acessa.com