Arquivo da tag: desejo

Não desejo mais meu marido. O que faço?

Padrão

“Perdi o tesão pelo meu marido. E agora?”

“Estamos juntos há quase 12 anos e não tenho mais tesão pelo meu marido. Um dia, ele chegou todo cheio de amor para dar. O clima começou a esquentar e já nas preliminares senti que não era aquilo que eu estava querendo. Achei que fosse cansaço, pois minha filha era recém-nascida. O tempo passou e as coisas não mudaram”, conta Amanda*.

Dramas como o desta mãe de duas crianças é mais comum do que se pensa. “Os parceiros se apaixonam e, no começo, o sexo é muito diferente, pois ambos estão se conhecendo. O sexo se alimenta sempre da novidade, do inesperado. Quando a relação existe há tempos, o tesão precisa ser nutrido”, comenta o psicólogo Paulo Tessarioli, especialista em sexualidade.

Afeto e autoconhecimento
Ninguém duvida que o afeto é o grande alimento do tesão. Com ele, estabelecemos uma relação de intimidade com o outro e esta situação, mesmo que o prazer esteja em baixa, auxilia os parceiros a se posicionarem de maneira franca e aberta, proporcionando saídas para reativar o desejo.

“Afazeres do dia-a-dia, filhos, trabalho começam a interferir nas relações e é comum a sexualidade ficar fora dela. Isso tanto para homem quanto mulheres. A rotina é um horror para acabar com a relação”, acrescenta a psicoterapeuta Maura de Albanesi.

A perda de prazer pode estar ainda relacionada aos hormônios, menopausa ou mesmo a uma gravidez. “Apesar de não ser uma doença, a queda da libido pode promover mudanças no humor, que deixam a pessoa com menos desejo por não conseguir lidar com isso”, explica a psicóloga Sandra Vasques, coordenadora do Instituto Kaplan.

Perda de emprego, morte de um ente querido, traição, brigas mal resolvidas, não se sentir bem consigo mesma ou a vida perder a graça são alguns dos motivos que também levam à perda de apetite sexual. Portanto, é bom parar um minuto e verificar se seu “esfriamento” tem origem em alguma destas fontes, ou se está mesmo ligada diretamente ao seu marido.

Vale a pena continuar?
Essa é a pergunta a se fazer em momentos como este. Amanda sempre sentiu prazer com seu marido. “Transamos até um dia antes do meu primeiro filho nascer e era prazeroso. Depois, não conseguimos nem esperar o tempo da dieta. Só que na segunda gravidez foi diferente e nos meses finais não fazíamos mais sexo.”

Em seu relato, Amanda conta que passou a se sentir feia e deprimida. “Um relacionamento não é constituído apenas de sexo. Há outros aspectos na vida de um casal que contam. Se a mulher se sente apoiada e estimulada pelo marido, em uma relação de respeito, amizade e parceria, com pequenos conflitos, então o problema está localizado na área sexual. Neste caso vale a pena tentar, fazer uma reflexão de como começou a falta de tesão, se houve situação mal resolvida e que deixou mágoas que possam afastar os parceiros”, diz Sandra Vasques.

Somente quem está dentro do relacionamento saberá se vale a pena continuar investindo ou não. “Se existe admiração, sentimento de orgulho e amor. Agora, se o outro se tornou um ser desprezível, é melhor pular fora”, acrescenta Maura de Albanesi.

Vale ressaltar que ninguém está pronto para se relacionar com ninguém. “Os relacionamentos são construídos a partir do investimento de ambos. Pense no seguinte: 50% é a sua cota de participação nesta empreitada. Os outros 50% tem que vir do outro lado”, completa Paulo Tessarioli. Agora, desrespeito e agressividade são indícios de que o casal não se tolera mais.

Um pouco de pimenta
Algumas atitudes podem ajudar a reverter a situação. “Para sentir prazer é preciso procurar seduzir um ao outro, com criatividade, romantismo e erotismo”, diz Sandra Vasques. Além disso, cuidar do corpo, ter saúde e estar bem apresentável ajudam a recuperar a autoestima e o prazer durante o sexo. “Saia da rotina, procure fazer coisas diferentes. Marque encontros, crie um clima de romantismo. Vale tudo, até mesmo roupinhas, fantasias e jogos”, brinca Maura de Albanesi.

Já Paulo Tessarioli recomenda o diálogo sempre. “Comunicação franca e direta é o que dita a qualidade de uma relação a dois. Pense em procurar seu marido e conversar sobre isso. Quem sabe ele também esteja enfrentando o mesmo problema? Os homens não são máquinas de sexo como muitos pensam. Ambos podem sofrer com isto”.
*O nome foi trocado a pedido da entrevistada

 

Fonte: http://delas.ig.com.br

Anúncios

Simpatia para Arrumar Emprego e para não faltar Dinheiro em Casa

Padrão

Sabemos que a sorte e a conquista de algum objetivo é uma das virtudes mais desejadas pelos seres pensantes do mundo. Quando temos sorte é por que poucas coisas nos faltam. Mas… Quando falta, será por quê? Destino, karma, falta de sorte. Somente quando alguma coisa não vai bem é que tentamos de tudo principalmente as populares simpatias.

Mas temos que acreditar, ter algumas regras, pois a sorte e o resultado não vêm sozinhos, depende de sua atitude mental, principalmente do pensamento da vontade e da fé. Lembre-se que todos têm direito a sorte. Portanto tente com fé mudar alguma coisa em sua vida, mesmo que seja através de uma simpatia, pois é simples, fácil. A sorte existe e com certeza está ao alcance de todos.

Para arrumar emprego

Pegue uma maçã, enfie dois pregos novos em cada um dos lados como se fosse uma antena de tv. Em seguida enterre-a num jardim próximo de sua casa. Quando conseguir o emprego desenterre-a, retire os pregos e jogue tudo em água corrente.

Para não faltar dinheiro em casa

Arrume um vaso e plante um brotinho de guiné no meio de um triângulo feito com três moedas, e diga todos os dias: Guiné… Guiné cresça e contigo cresça também o meu dinheiro.

Dica: É bom dizer esta frase ao sair para o trabalho.

Sexo solução: é bom, gostoso e não engorda

Padrão

Se você acredita na máxima “tudo que é bom, engorda”, esqueceu de uma deliciosa exceção: o ato sexual. É bom, de graça, saudável e ainda ajuda a emagrecer. Vamos começar por essa última vantagem. “A perda calórica por ato sexual pode variar de 100 a 150 calorias. Isso corresponde a caminhar 20 minutos em ritmo moderado”, compara Lúcia Pesca, sexóloga, de Porto Alegre. Faça os cálculos: duas vezes por semana pode representar até 1 quilo a menos em um mês. Nada mau! É claro que isso dependerá da sua dieta e também da duração e da intensidade do sexo. Mais importante que a perda calórica, porém, é o bem que o sexo faz. “Os batimentos cardíacos são acelerados, os órgão internos massageados, a circulação sanguínea e a linfática intensificadas. A produção de hormônios e endorfinas contribui para uma sensação de bem-estar, sendo um excelente antídoto para a depressão e a ansiedade”, lista Amaury Mendes, médico e sexólogo, do Rio de Janeiro.

Por todos esses motivos, a Organização Mundial da Saúde, desde 2000, inclui o sexo como um dos prérequisitos para a qualidade de vida, tão importante quanto praticar exercícios e se alimentar bem. “É claro que estamos falando de relações com qualidade, ou seja, com vínculo afetivo, satisfação e segurança. Sexo prazeroso é um prêmio da vida adulta, e a durabilidade dessa conquista dependerá do esforço da manutenção”, afirma Lúcia Pesca.

Sustentar uma vida sexual criativa e divertida não é fácil. “Sexo em casamento antigo é como carro velho. Precisa de manutenção, ajustes, mais óleo e, às vezes, só um martelinho de ouro para ajudar”, compara Adriana Azevedo, engenheira química. Casada há 13 anos e com dois filhos, ela conta uma história conhecida de muitas mulheres. “Na correria do dia a dia, com solicitações das crianças, do chefe, da empregada etc., muitas vezes eu passava dias sem olhar com calma para o meu marido. Na cama, parecíamos dois desconhecidos, exaustos, com sono”, relembra Adriana. Até que ficaram meses sem ter relações, e aí a vida pareceu triste, o casamento apagado. “A crise exigiu dedicação para levantar nosso pique sexual. Uma coisa legal que fiz foi, depois de cada transa, escrever como tinha sido e como eu tinha me sentido, sem pudor de medir palavras, num tom excitante. No dia seguinte, mandava para ele no trabalho, e ele voltava para casa com mais vontade de continuar”, confidencia Adriana. Ela relata outro benefício: depois da retomada sexual, a relação ficou mais leve e as discussões rarearam. Mágica? Não, química.

Sexo é remédio: combata 9 problemas de saúde na cama!

Padrão

Além de fazer bem ao coração, o sexo acaba com dores e previne doenças

 Turbine o coração

 Indicação
Prevenção de doenças cardíacas.
Informações ao paciente
Durante a relação sexual, o coração trabalha mais rápido. Isso aumenta a pressão arterial, preservando as artérias e a saúde cardíaca.
Dose recomendada
Para obter todos os benefícios, é preciso suar a camisa por, no mínimo, 30 minutos ao dia, cinco vezes por semana. Haja fôlego!

Combata as dores

 Indicação
Alívio das dores.
Informações ao paciente
Enquanto você está lá, no bem-bom, seu organismo produz endorfina, o melhor analgésico natural. Ele é tão forte que continua tendo efeito mesmo depois que o sexo termina.
Dose recomendada
Caiu, ralou, distendeu? Em vez de se entupir de remédios para dor, jogue-se nos braços do seu parceiro.

Acabe com o estresse

 Indicação
Controle do estresse.
Informações ao paciente
Uma noite de amor tem um poder mágico: ela acaba com qualquer tensão acumulada durante o dia. Faça sexo e troque a ansiedade por aquela moleza boa no corpo…
Dose recomendada
Uma vez por dia. Mas nada de transformar o prazer numa descarga de estresse. Assim ele perde a graça — e o efeito…

 Goste de si mesma

 Indicação
Aumento da autoestima.
Informações ao paciente
O cérebro é a parte do corpo que mais ganha no “rala e rola”. É lá que está o centro do prazer. Quando você se sente desejada por seu parceiro, fica mais confiante em si mesma.
Dose recomendada
Quantas vezes você quiser. Afinal, ninguém corre risco de ter efeitos colaterais. Também não há perigo de superdosagem!

Perca os quilos extras

 Indicação
Diminuição de peso.
Informações ao paciente
Não existe esporte mais prazeroso que esse. O esforço de uma relação sexual equivale, em média, a uma caminhada rápida a 7 km por hora. Numa noite animada, vocês podem queimar até 300 calorias cada um!
Dose recomendada
Nem é preciso lembrar que uma boa esportista deve treinar diariamente, certo?

Ganhe músculos

 Indicação
Fortalecimento da musculatura.
Informações ao paciente
Todo mundo sabe que fazer sexo exige esforço físico. Mais ainda no caso das mulheres, que movimentam os músculos da vagina. Isso tonifica a região e diminui o risco de incontinência urinária.
Dose recomendada
Diariamente, mas varie a posição, para poder trabalhar vários grupos musculares.

Melhore a imunidade

 Indicação
Reforço das defesas naturais do organismo.
Informações ao paciente
Uma pesquisa feita nos Estados Unidos mostrou que quem se diverte na cama fica mais resistente a doenças. A explicação é que o organismo aumenta a produção de anticorpos, responsáveis pela defesa do corpo.
Dose recomendada
Uma a duas vezes por semana.

Lubrifique sua vagina

 Indicação
Melhora da lubrificação íntima.
Informações ao paciente
Na menopausa, diminui a produção do estrogênio, hormônio responsável pela lubrificação vaginal. A consequência disso é uma sensação de incômodo ao transar. Quem mantém relações sexuais frequentes resseca menos.
Dose recomendada
Quanto mais, melhor. Aproveite todas as oportunidades.

Durma com os anjos

 Indicação
Combate da insônia.
Informações ao paciente
Uma noite tranquila de sono também depende da outra atividade que você faz na cama. Afinal, o orgasmo proporciona bem-estar e uma gostosa exaustão. Isso faz você dormir sem ter de ficar contando os carneirinhos.
Dose recomendada
Diariamente. Assim, você garante um sono perfeito e revigorante.

10 respostas sobre amores proibidos

Padrão

Roubar o marido da irmã, ter um caso com o chefe… Descubra o que fazer quando seu desejo é quase impossível de ser realizado.

Meu marido está dando em cima da minha irmã. O que faço?

 Se você acha que está sendo traída mas não tem certeza, controle a emoção e converse com seu marido. Diga que vem percebendo o interesse dele por sua irmã e deixe-o se explicar. Se ele negar, diga que acredita nele, mas que, se ele continuar “rodeando” a sua irmã, você perderá a confiança nele.

Tive um caso com meu cunhado, mas terminamos sem ninguém ficar sabendo. O problema é que, agora, não suporto mais vê-lo com minha irmã. O que devo fazer?

 Nem pense em contar tudo à sua irmã! O momento de ser sincera já passou. Agora, só resta deixá-los em paz. Lembre-se de que você escolheu viver essa relação. Invente desculpas para não participar dos encontros familiares até se sentir mais tranquila com a situação.

Estou apaixonada por meu cunhado e acho que sou correspondida. Devemos contar à família?

 Reflita sobre seu sentimento: será que não é apenas uma paixão fantasiosa e passageira? Se for amor, converse com seu cunhado para ter certeza de que seu sentimento é correspondido. Se vocês decidirem assumir a relação, ambos devem abrir o jogo para os companheiros. Mas estejam preparados para ouvir muitas críticas e sentir a mágoa dos familiares.

Conto ao meu marido que o irmão dele anda se engraçando para cima de mim?

 Converse antes com seu cunhado, para não criar uma confusão em família. Diga que percebeu as investidas dele e que está se sentindo incomodada. Termine a conversa deixando claro que, se ele não parar com a paquera, você contará ao irmão dele. Se não funcionar, aí, sim, fale com seu marido.

Sinto-me atraída pelo meu professor, mas ele é casado. Devo me declarar?

 De jeito nenhum! Essa atração é comum porque o professor é uma pessoa que admiramos. Mas não confunda as coisas. O fato de ele ser casado piora a situação. Pare de fantasiar!

Meu professor mulherengo diz que me ama. O que faço?

 Se você sabe que ele é mulherengo, por que vai cair nessa conversa mole? “Não fique cega por uma fantasia. Reflita se vale a pena prosseguir em algo que não vai dar certo, e se essa é uma relação adequada”, sugere a psicóloga Renata Lommez, de Belo Horizonte.

Sou divorciada, e o professor do meu filho vive arranjando pretextos para me ver. Se me envolver, vou prejudicar meu filho na escola?

 Se você está interessada, aja naturalmente, sem mentir para seu filho. Afinal, você não está fazendo nada de errado. Mas não esqueça de separar as coisas: é importante que, no ambiente escolar, a relação seja apenas entre mãe e professor.

Eu e meu chefe temos um caso, mas quero terminar. Posso ser demitida?

 Mantenha a relação até encontrar outro emprego ou converse com ele fora do trabalho. Se ele chantagear você e quiser demiti-la, procure apoio jurídico. “Se você for demitida, aprenda com seus erros e saiba detectar uma fria da próxima vez”, diz a psicóloga Suzy Camacho, de São Paulo.

Meu chefe e eu trocamos olhares, mas somos casados. Podemos namorar?

 Pense muito bem antes de tomar essa decisão. Lembre-se de que, no futuro, se a relação acabar, você pode perder o emprego e o marido – e arrumar uma confusão com a esposa dele!

O chefe do meu marido está dando em cima de mim. O que devo fazer?

 Se você não corresponder, um dia ele vai desistir. Se isso não acontecer e seu marido for “esquentado”, não diga nada. Porém, se ele for compreensivo, diga que não se sente bem na companhia do chefe dele e gostaria que ele ficasse perto de você.

 

 Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

Novo manual do sexo no casamento

Padrão

Se após tanto tempo de convivência você já não sente aquele friozinho na barriga quando transa com seu companheiro, saiba que não é a única. Para a maioria das mulheres casadas há vários anos, uma noite deliciosa se resume a vestir um pijama confortável, deitar esparramada na cama e… assistir à novela!

Infelizmente, o dia-a-dia pode diminuir o interesse pelo sexo?, diz o terapeuta sexual Celso Marzano. ?A falta de privacidade, o excesso de preocupações e a baixa auto-estima são as principais causas da queda do desejo.?

Talvez você nem se lembre disso, mas sexo é muito bom e saudável. ?Ele aproxima o casal, aumenta a cumplicidade e fortalece a relação?, explica Marzano. Mas para que o desejo permaneça em alta numa relação longa, é preciso cultivá-lo sempre. No mundo da ficção, um exemplo de sucesso na cama é Maria Eva, de Duas Caras.

Casada há duas décadas, a personagem interpretada pela atriz Letícia Spiller vive encontrando maneiras diferentes de apimentar o sexo. Na vida real, você não precisa se matricular num curso de dança do poste para seduzir seu marido. Basta investir em algumas atitudes simples para acender o erotismo.

1. ESTOURE A PIPOCA
Aposte nos filmes eróticos: eles vão esquentar a sua noite e estimular a imaginação. Se você tem vergonha de alugar, peça pela internet! Quer apenas algumas cenas picantes? Escolha algum desses filmes: Ata-me!, Em Carne Viva e Mata-me de Prazer. Quer algo mais forte? A Secretária, Uma Relação Pornográfica ou Monella, a Travessa.

2. PRISIONEIROS
Experimente transar de mãos amarradas.

3. BABA, BABY!
Segundo pesquisa publicada no livro Sexo no Casamento, da americana Pamela Lister (ed. Gente), as lingeries que mais excitam os homens são as seguintes:
. Bustiê e cinta-liga pretos
. Sutiã e tanguinha de renda vermelha
. Short-doll de seda
. Camiseta colada e cueca samba-canção, de malha

4. ESQUENTA, ESFRIA!
Brinquem com a temperatura: antes de fazer sexo oral, tome uma xícara de chá quente ou chupe um sorvete.

5. DELÍCIA DE INSÔNIA
No meio da madrugada, não tenha dó: acorde o maridão usando somente a sua língua. Comece a chupá-lo antes mesmo da ereção. Quando ele se der conta do que está acontecendo, acordará rapidinho ? mesmo cansado!

6. DE OLHO ESPELHO
Observar-se durante o sexo excita.

7. SHOW PRIVÊ
Masturbe-se na frente dele. Os homens enlouquecem diante dessa ousadia explícita. A brincadeira é ótima porque dá prazer para as duas partes. Para ele, será como assistir a um filme pornô ? com a vantagem de poder transar depois com a atriz. E você, além de saber que está sendo desejada, pode aproveitar para ter uma bela preliminar.

8. OLHOS BEM FECHADOS
Uma venda deixará os outros sentidos mais apurados, principalmente o tato.

9. ÁGUA NA BOCA
Escolha géis comestíveis de vários sabores: chocolate, morango, framboesa. Espalhe pelo seu corpo: nos seios, no pescoço, atrás das orelhas, entre as coxas… O desafio dele será lamber você inteira e descobrir os sabores escolhidos. Se preferir, use calda de chocolate ou chantili.

10. CORRENDO PERIGO
Deixe a janela aberta na hora de transar e imagine que todos os vizinhos estão espiando.

 

11. ESFREGA-ESFREGA
Use os seios para massagear a pele do seu companheiro e, ao mesmo tempo, provocá-lo. Percorra todo o corpo dele tocando-o apenas com os mamilos, suavemente, ou com os seios inteiros, fazendo mais pressão. Introduza um ou ambos os mamilos em todas as cavidades que encontrar: orelhas, boca, umbigo, entre as coxas e nas partes genitais.

12. MUDANÇA DE HORÁRIO
Num dia, faça amor de manhã, no outro à tarde…

LEIA CONTOS ERÓTICOS
As histórias picantes vão estimular sua imaginação. Ficou curiosa? Acesse os sites:
www.dicasdesexo.com.br/contos
www.contosfemininos.com.br
www.contossensuais.blogger.com.br

VISITE UMA SEX SHOP
Se você anda desanimada e sem disposição para uma noite ardente, esse programa será um ótimo estimulante! Se você é tímida, nada de desculpas: compre o que quiser pela internet mesmo. Normalmente, a loja entrega os produtos na sua casa:
www.sextoy.com.br
www.kamasutra.com.br
www.erosmania.com.br

PENSE NUM FAMOSO
Por que não? As fantasias sexuais ajudam a escapar da realidade e do tédio. De quebra, você transa com mais tesão! Não se culpe – isso não é traição. Aliás, todo mundo pratica um ?adultério mental? de vez em quando, mas não comenta nada com ninguém.
SEDUZA NO SUPERMERCADO

Vai às compras? Então capriche na produção. Use um vestido sedutor o suficiente para chamar a atenção dos homens, mas não revelador demais. O importante é atrair olhares, para sentir-se admirada. À noite você estará toda poderosa!

APELE PARA AS VELAS
Capriche no seu ninho de amor. Adote velas de cores quentes, como laranja, vermelho ou rosa, para deixar um clima supersensual no ambiente.

INCENSOS AFRODISÍACOS
Os de cravo, dama-da-noite ou ilangue-ilangue atiçam a energia sexual. De quebra, você garante um cheiro gostoso em casa.

PÉTALAS DE ROSAS VERMELHAS
Jogue-as em cima da cama. Peça um bocado delas numa floricultura – pode até sair de graça. O resultado é ao mesmo tempo sensual e romântico.

SINAIS ERÓTICOS
Deixe que ele perceba suas ?más intenções?. Pegue uma calcinha ou camisinha, embrulhe num papel de presente e entregue no café-da-manhã.

ESCRAVO E ESCRAVA
Brinquem de faça-tudo-que-seu-mestre-mandar: um de cada vez deve obedecer todos os desejos do outro. 

Não cometa estes pecados:

EXAGERAR NA INTIMIDADE
Nunca deixe seu marido presenciar seus momentos íntimos: usar o banheiro, cortar as unhas…

CHAMÁ-LO POR APELIDOS
São carinhosos, mas destroem o tesão. Pai, mãe, minha velha, meu velho, filho e filha são verdadeiros banhos de água fria!

ABANDONAR A VAIDADE
Se seu marido encontra você mal-arrumada sempre que volta para casa, o desejo fatalmente diminui. Olhe-se no espelho e pense: ?Você se arrumaria assim para se encontrar com um amante??

 

 Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/

Recomeçar

Padrão


Amor pra recomeçar

Eu te desejo
Não parar tão cedo
Pois toda idade tem
Prazer e medo…

E com os que erram
Feio e bastante
Que você consiga
Ser tolerante…

Quando você ficar triste
Que seja por um dia
E não o ano inteiro
E que você descubra
Que rir é bom
Mas que rir de tudo
É desespero…

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar
Prá recomeçar…

Eu te desejo muitos amigos
Mas que em um
Você possa confiar
E que tenha até
Inimigos
Prá você não deixar
De duvidar…
Eu desejo!
Que você ganhe dinheiro
Pois é preciso
Viver também
E que você diga a ele
Pelo menos uma vez
Quem é mesmo
O dono de quem…

Desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar…

Eu desejo!
Que você tenha a quem amar
E quando estiver bem cansado
Ainda, exista amor
Prá recomeçar
Prá recomeçar
Prá recomeçar…

(Letra música Frejat – Composição: Frejat/Mauricio Barros/Mauro Sta. Cecília)