Arquivo da tag: desfile

Com corpo pintado, Alexandre Frota desfilará apenas de tapa-sexo no Carnaval

Padrão

O ator e diretor Alexandre Frota vai desfilar pela primeira vez na escola de samba Tom Maior, em São Paulo, no próximo dia 13 de fevereiro.

Ele estará no carro que representará os esportes radicais do Lago Paranoá de Brasília. Frota usará apenas um tapa-sexo para permitir que o artista plástico W. Veríssimo pinte seu corpo inteiro.

– Será como se eu estivesse usando uma roupa pra praticar windsurf. Terei de depilar o corpo inteiro e estarei com tapa-sexo.

Frota vai contar também com a companhia da namorada, Dani Sperle, que vai desfilar no chão.

– Ela vai na frente do carro, só de tapa-sexo também, com o corpo pintado e representando as águas do lago.

O ator, que durante seis anos desfilou na bateria do Salgueiro, no Rio, vai participar apenas do Carnaval paulistano. Em seguida, ele e a amada voam para a praia de Jurerê Internacional, em Santa Catarina.

Adriane Galisteu resolve abrir o jogo: – Vou desfilar grávida!

Padrão

Finalmente Adriane Galisteu falou sobre a suposta gravidez que tem sido notícia por toda a mídia nacional. A apresentadora foi ao ensaio técnico da escola de samba Unidos da Tijuca, no Rio de Janeiro, e comentou ao jornal O Dia que, se depender de sua vontade, vai desfilar com uma barriguinha saliente no Carnaval do ano que vem.

– Quero muito ter um filho. Torçam por mim! Vou desfilar grávida. O bebê já nasce com samba no pé.

Galisteu confirmou que parou de tomar anticoncepcional há algum tempo e aguarda o resultado oficial de exames para saber se está mesmo esperando o primeiro herdeiro. A loira namora o empresário Alexandre Iódice há dois anos.

Estudante Geisy aceita desfilar no carnaval do Rio

Padrão

Depois de ser hostilizada por colegas por usar um vestido muito curto durante uma aula na Uniban, Geisy Arruda, de 20 anos, promete criar ainda mais polêmica. A estudante de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, acaba de aceitar o convite da escola de samba do Rio, Porto da Pedra, para fazer sua estreia na Marquês de Sapucaí.
 
A agremiação tem como enredo a história da moda, da indumentária e a intenção de provar que é possível usar pouca roupa sem ser vulgar. Para o presidente da escola, Uberlan de Oliveira, Geisy é a cara do enredo da vermelha-e-branca de São Gonçalo, região metropolitana do Rio.
 
“Você pode até não gostar, mas não se pode julgar uma pessoa pelo que ela está vestindo. Ela enfrentou todo esse preconceito e a minissaia faz parte do contexto porque é a moda tipicamente brasileira.”
 
Segundo a assessoria da escola, a estudante virá com pouca roupa e vai entrar na ala mais politilizada do desfile, mostrando que o Brasil não é apenas um polo copiador de moda. Ao R7, Geisy disse estar realizando o sonho da sua vida.
 
“Sempre quis participar, mas nunca tive grana nem para assistir das arquibancadas. Agora não serei uma mera espectadora, mal posso acreditar.”

Xadrez ganha a cara do verão

Padrão



. E como não podia deixar de ser, as bolsas: grandes ou pequenas estão seguindo a nova tendência.

O xadrez vai ser o hit do verão: blusas, vestidos, bermudas e sapatilhas já apresentam a nova estampa

Em Juiz de Fora, já é possível ver modelos variados nas vitrines e, principalmente, no comércio ambulante. A procura está crescendo dia após dia e as mulheres estão perdendo o preconceito contra a estampa, associada ao clima pesado das estações mais frias.

No verão 2008/2009 o xadrez vem em cores que fogem do marrom e do preto e os modelos são despojados e joviais. As maxi bolsas que conquistaram as mulheres desde 2007 não perdem espaço na moda xadrez. A estampa invade o modelo também, assim como os modelos pequenos e médios que foram sucesso na coleção outono/inverno. Ninguém fica de fora da onda xadrez.

Vendedora de uma barraca do centro da cidade, Tânia Dutra conta que, embora seja a moda da estação, o xadrez ainda encontra certa resistência. “Tem quem chegue aqui e fique na dúvida, me pergunta o que eu acho, mas acaba levando uma que combine com o seu estilo”.

Para a comerciante, esse estilo tem muito a ver com a faixa etária. “Normalmente, as mais jovens procuram os modelos maiores e os de regular. Já as senhoras, escolhem as mais discretas e menos coloridas”, diz.

O uso do xadrez precisa de discernimento e bom senso, como diz a dona de uma loja de bolsas, Cláudia da Cunha. “Tem que saber escolher bem a roupa e o xadrez que vai trabalhar. Quanto menos detalhe, menos colorido, mais fácil de combinar. Tem que dosar a roupa que vai vestir”, orienta.

Tânia acredita que o ponto alto da bolsa xadrez é o seu caráter descontraído. “A bolsa xadrez é leve, não pesa tanto no visual e pode ser usada de chinelo ou de jeans, fazendo um estilo mais despojado e à vontade”, diz. Para ela, essa bolsa vai bem com qualquer coisa, só não fica legal se for usada à noite, porque nessa ocasião, pede-se algo mais formal.

No que se refere às vendas, Tânia não tem do que reclamar. Ela vende, em média, de oito a dez bolsas por dia e ainda recebe encomendas. “Tem saído bastante esses modelos xadrez e eu acho que quando o verão chegar mesmo vai sair ainda mais porque as pessoas podem levá-la para a praia ou para a piscina para colocar as coisas básicas e ficar bonita”, acredita.

Apesar do otimismo de Tânia, Cláudia revela que em seu estabelecimento a procura ainda é bastante tímida e as tradicionais continuam sendo as mais vendidas, mas numa coisa elas concordam: quando a estação dourada chegar, não vai ter para ninguém e o xadrez vai invadir os guarda-roupas das juizforanas.

A primavera chegou semana passada, mas chegou com frio e as pessoas ainda não estão comprando muito as peças xadrez. As vitrines já estão com a moda da estação, mas ainda não está saindo muito. É preciso esperar o verão chegar mesmo para as pessoas começarem a querer usar as peças mais ousadas”, avalia Cláudia.

Fonte:acessa.com