Arquivo da tag: dia

Nesta terça (13), é Dia Mundial do Rock; Comemore!

Padrão

Em 13 de julho de 1985, Bob Geldof, vocalista da banda Boomtown Rats, promoveu o Live Aid. O concerto beneficente em prol das vítimas da fome na Etiópia, na África, foi realizado em Londres (Inglaterra) e na Filadélfia (EUA), simultaneamente.

Foram dias históricos com participações de Queen, Duran Duran, Bob Dylan, Madonna, Black Sabbath, Judas Priest, Led Zeppelin, Eric Clapton e outros.

A partir daí, a data ficou conhecida como o Dia Mundial do Rock.

Anúncios

O relógio do corpo no horário de verão

Padrão

Com o horário de verão começando à 0h do dia 18 de outubro, os relógios precisam ser adiantados em uma hora -, muita gente já se preocupa com aquela horinha que vai perder.

E a mudança não significa apenas ter menos tempo para aproveitar a noite. O corpo realmente demora um pouquinho para se adaptar. O relógio interno, acostumado com o dia de 24 horas, estranha quando ele tem apenas 23h.

 Isso porque o organismo tem um relógio biológico natural e, com a rotina, se acostuma a acordar naturalmente ou se preparar para dormir em determinado momento do dia. Quando o horário de verão chega, uma hora dessa rotina é “deslocada” e o organismo demora um pouco a perceber.

“O horário de verão mexe com o relógio do nosso organismo – o que chamamos de ritmo circadiano. Com isso, é muito comum o indivíduo ter maior irritabilidade, cansaço e, em alguns casos, até mesmo insônia“, explica Roberto Cairalla, diretor clínico do Hospital Sírio-Libanês de Itatiba.

Na verdade, essa “horinha” a menos não acarreta maiores problemas ao corpo. “Em mais ou menos uma semana ele já se adapta. Uma hora é pouco para o corpo sentir alguma diferença que traga grandes danos”, esclarece o especialista.

O problema seria maior se a alteração também fosse. Quando isso acontece – o famoso “jet lag”, comum em viagens com destinos de fusos diferentes -, o organismo fica “louco” e até os hormônios se alteram.

Infelizmente, não há uma receita ideal para que o corpo possa se adaptar rapidamente com o novo horário. “Ter uma alimentação mais leve ou fazer exercícios físicos com certeza ajudam, mas ainda assim o corpo sofre com as alterações. Não há uma formula mágica”, enfatiza Roberto, que também é cardiologista. O jeito mesmo é esperar o corpo se adaptar, sem perder o pique.

Para saber mais:

– O horário de verão tem início no terceiro domingo de outubro e termina no segundo domingo de fevereiro, exceto quando esse dia cai no Carnaval. Quando isso acontece, prolonga-se o horário por mais uma semana, tendo seu término no terceiro domingo de fevereiro.

– Ele só abrange a região Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. Isso porque as regiões próximas à linha do Equador sofrem mudanças bem sutis na incidência do Sol, então não teria porque se adaptarem ao horário, criado para economizar energia.

– O governo federal estima que a economia de energia chegará a 5% nos horários de pico de consumo.

As regiões que não possuem o horário de verão sofrem apenas com as programações da televisão, que costumam adaptar o seu horário para igualar com o de Brasília.

 

 Fonte: http://vilamulher.terra.com.br/

Um pouco sobre tudo…

Padrão

..Eu…
…Parei um segundo para refletir sobre mim,
Sobre o meu lado bom e o meu lado ruim
Hoje, não sou como antes.
E nem no antes me imaginava
Como estou no agora
Porque a vida toma mesmo rumos
Completamente inesperados
Pode ser trash, brega, frase feita
Mais não tem jeito
Mais dia menos dia
Acaba-se chegando a conclusão de que
Somos instrumentos dos nossos destinos
E que por mais que nos esforcemos pra continuar
Teimando e lutando contra essa inevitável verdade
Em algum momento virá tona o que tiver que vir
Mudaremos conforme for necessário
E nos moldaremos conforme os erros e aprendizados
No qual nos confrontamos ao longo dessa jornada
Porque estamos vivos de qualquer forma
E não importa de que forma você escolheu viver
No fim você saberá se valeu a pena ou não
Quando olhar para trás e conseguir enxergar
O quanto foi forte ou covarde
No que realmente foi bom e no que era apenas razoável
As pessoas que realmente te importaram e as que apenas
Passaram pelo seu caminho em vão…
Quando se olhar no espelho verá o reflexo de alguém diferente
Do que fora dez anos antes
E lamentará por alguma coisa que tenha perdido
Sem esquecer o que tenha ganhado nesse meio tempo
Amadurecimento?Decepções?Filhos?

Eu não concordo com essa coisa
De que se perde tempo demais pensando
Somos racionais por alguma razão
É claro que ás vezes isso não presta pra nada
Na vida, muitas vezes perdemos a razão muito fácil.
Ou por mais que resistimos
Mais parar de vem em quando pra prestar atenção em quem
Está ao seu lado
Há quanto tempo não dá uma risada de verdade
Daquelas que depois quando você lembra sozinho
Dá até risada de novo
Dos motivos pelos quais você deveria parar de ser orgulhoso
E simplesmente reconhecer
Ou dos sonhos que você costumava ter
E que acabou desistindo
Porque não tentar de novo?
Um Não por pior que seja
Não se compara a satisfação
De quando se recebe um Sim…
Sim você pode mudar no momento em que quiser
Ou que decidir que já passou da hora
Sim você pode ser você mesmo
Sem precisar se preocupar com os outros
E Sim você pode ser feliz
Se realmente estiver disposto
A encarar a vida de frente
…sem medo…

Fale mais besteira
Quem pensa demais pra falar
Nunca acaba falando o que realmente gostaria
Palavras engasgadas
Com o tempo
Sufocam…
Sorria…
Você pode “desperdiçar” um segundo do seu dia
Mesmo se for pra rir de você mesmo(a)
E ria de você mesmo
Mesmo se tiver pagado aquele mico
Ou feito aquela cagada…
Porque é melhor você rir antes do que os outros riam
Isso lhes dará a opção de não achar mais tão engraçado
Surpreenda…
Porque a mesmice é muito chata
Se AME…
Porque se não ninguém vai te amar
Acredite na sorte…
Superstição pode atrair sorte…
E quando chegar naquele ponto do seu dia em que tiver vontade
De sair correndo ou de gritar
Pense apenas: FODA-Se
Amanhã é outro dia…

Renata R. Dos Santos