Arquivo da tag: emoção

Viver Não Dói

Padrão

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável, um tempo feliz.

Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e não compartilhamos.

Por todos os beijos cancelados, pela eternidade. Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender. Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: Se iludindo menos e vivendo mais!! A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida está no amor que não damos, nas forças que não usamos, na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade..

A dor é inevitável. O sofrimento é opcional.

Carlos Drummond de Andrade

Anúncios

Queria um Abraço Seu Hoje…

Padrão

Queria um abraço hoje!!!
De repente deu vontade de um abraço.
Uma vontade de entrelaço, de proximidade.. de amizade, sei lá..

Talvez um aconchego que enfatize a vida e amenize as dores…
Que fale sobre os amores, que seja teimoso e ao mesmo tempo forte.
Deu vontade de poder rever saudade de um abraço.
Um abraço que eternize o tempo e preencha todo espaço, mas que faça lembrar do carinho, que surge devagarzinho da magia da união dos corpos, das auras..sei lá..

Lembrar do calor das mãos acariciando as costas a dizer.. “estou aqui.”
Lembrar do trançar dos braços envolventes e seguros afirmando “estou com você”..
Lembrar da transfusão de forças com a suavidade do momento ..sei lá.. abraço…abraço…abraço… abraço…abraço..abraço… abraço…abraço…abraço…

 O que importa é a magia deste abraço!
A fusão de energia que harmoniza, integra tudo, e que se traduz no cosmo, no tempo e no espaço.

Só sei que agora deu vontade desse abraço!!
Que afaste toda e qualquer angústia.
Que desperte a lágrima da alegria, e acalme o coração..
Que traduza a amizade, o amor e a emoção.

 E para um abraço assim só pude pensar em você…. nessa sua energia, nessa sua sensibilidade que sabe entender o por quê… dessa vontade desse abraço.

 Renata

Nós somos as somas das nossas opções

Padrão

A GENTE É O QUE A GENTE ESCOLHE SER,

O DESTINO POUCO TEM A VER COM ISSO.

DESDE PEQUENOS APRENDEMOS QUE, AO FAZER UMA OPÇÃO, ESTAMOS DESCARTANDO OUTRA, E DE OPÇÃO EM OPÇÃO VAMOS TECENDO ESSA TEIA QUE SE CONVENCIONOU CHAMAR “MINHA VIDA”.

NÃO É TAREFA FÁCIL. NO MOMENTO EM QUE SE ESCOLHE SER MÉDICO, SE ESTÁ ABRINDO MÃO DE SER PILOTO DE AVIÃO.

AO OPTAR PELA VIDA DE ATRIZ, SERÁ QUASE IMPOSSÍVEL CONCILIAR COM A ARQUITETURA.

SE FOR A PSICOLOGIA QUE SE ALMEJA, POUCO TEMPO SOBRARÁ PARA FAZER O CURSO DE ODONTOLOGIA.

NÃO SE PODE TER TUDO.

NO AMOR, A MESMA COISA: NAMORA-SE UM, OUTRO, E MAIS OUTRO, NUM EXCITANTE VAIVÉM DE ROMANCES.

ATÉ QUE CHEGA UM MOMENTO EM QUE É PRECISO DECIDIR ENTRE PASSAR O RESTO DA VIDA SEM COMPROMISSO FORMAL COM ALGUÉM, APENAS VIVENCIANDO AMORES E DEIXANDO-OS IR EMBORA QUANDO SE FINDAM, OU CASAR, E ATRAVÉS DO CASAMENTO FUNDAR UMA MICROEMPRESA, COM DIREITO A CASA PRÓPRIA, ORÇAMENTO DOMÉSTICO E RESPONSABILIDADES.

AS DUAS OPÇÕES TÊM SEUS PRÓS E CONTRAS:

VIVER SEM LAÇOS E VIVER COM LAÇOS.

ESCOLHA: MORAR EM LONDRES OU NUMA CHÁCARA?

TER FILHOS OU NÃO?

POSAR NUA OU RALAR ATRÁS DE UM BALCÃO?

CORRER DE KART OU ENTRAR PARA UM CONVENTO?

FUMAR E BEBER ATÉ CAIR OU VIRAR VEGETARIANO E BUDISTA?

TODAS AS ALTERNATIVAS SÃO VÁLIDAS,

MAS HÁ UM PREÇO A PAGAR POR ELAS.

QUEM DERA PUDÉSSEMOS SER UMA PESSOA DIFERENTE A CADA 6 MESES,SER CASADOS DE SEGUNDA A SEXTA E SOLTEIROS NOS FINAIS DE SEMANA,TER FILHOS QUANDO SE ESTÁ BEM-DISPOSTO E NÃO TÊ-LOS QUANDO SE ESTÁ CANSADO, VIVER DE POESIA E DORMIR EM HOTEL 5 ESTRELAS.

NO WAY.

POR ISSO É TÃO IMPORTANTE O AUTOCONHECIMENTO.

POR ISSO É NECESSÁRIO LER MUITO, OUVIR OS OUTROS, ESTAGIAR EM VÁRIAS TRIBOS,

PRESTAR ATENÇÃO AO QUE ACONTECE EM VOLTA

E NÃO CULTIVAR PRECONCEITOS.

NOSSAS ESCOLHAS NÃO PODEM SER APENAS INTUITIVAS, ELAS TÊM QUE REFLETIR O QUE A GENTE É.

LÓGICO QUE SE DEVE REAVALIAR DECISÕES

E TROCAR DE CAMINHO: NINGUÉM É O MESMO PARA SEMPRE.

MAS QUE ESSAS MUDANÇAS DE ROTA VENHAM PARA ACRESCENTAR, E NÃO PARA ANULAR A VIVÊNCIA DO CAMINHO ANTERIORMENTE PERCORRIDO.

A ESTRADA É LONGA, MAS NOSSO TEMPO É CURTO,PORTANTO, TENHA PRESSA… CORRA ATRÁS DE SEUS SONHOS, MAS NÃO SE ESQUEÇA

QUE NÃO PODES DESTRUIR O SONHO DE OUTRA PESSOA, ESCOLHA O CAMINHO DO BEM E DO CERTO, PARA NÃO SE ARREPENDER DEPOIS.

 Renata

28 Fatos incríveis sobre o beijo

Padrão

 

28

Beijar ajudar a relaxar e a reduzir os efeitos do estresse.

27

Durante o ato do beijo você coloca 29 músculos faciais em movimento. Em outras palavras o beijo pode ser usado como exercício eficiente para prevenir o aparecimento de rugas.

26

Um beijo romântico rápido queima entre uma e três calorias. Um beijo de boca aberta com contato de língua de curta duração pode queimar cinco calorias. Um beijo de um minuto pode gastar até 26 calorias. Isso é o dobro do gasto de uma corrida intensa, na subida.

25

Quem beija troca saliva contendo diversas substâncias como gordura, sais minerais, proteínas, etc. A troca destas substâncias pode incentivar a produção de anticorpos pela sua relação com antígenos associados a diferentes doenças.

24

Beijar ajuda a prevenir contra cáries, pois aumenta a produção de saliva que colabora na limpeza da boca.

Ejaculação precoce finalmente definida

23

Beijar apaixonadamente por 90 segundos eleva a pressão sanguínea e causa aceleramento cardíaco. Aumenta o nível de hormônios no sangue reduzindo a expectativa de vida em um minuto.

22

Estima-se que os homens que beijam suas esposas ao se despedir, antes de sair de casa, vivem cinco anos mais e ganham salários maiores do que aqueles que apenas batem a porta. Os homens da última categoria também tendem a sofrer mais acidentes de trânsito.

21

Uma pessoa comum passa 20.160 minutos (14 dias) da sua vida beijando.

20

Os esquimós, polinésios e malásios esfregam os narizes ao invés de beijar.

19

Mas ao contrário da crença popular os esquimós não apenas esfregam os narizes uns contra os outros para mostrar afeto e amor. Assim que os narizes se encontram eles abre um pouco suas bocas. Em seguida eles inspiram profundamente e solta o ar pelo narizes, com os lábios cerrados. Depois de saborear os aromas uns dos outros, os parceiros pressionam o nariz contra as bochechas uns dos outros e ficam parados nessa posição por um ou dois minutos.

Desfazendo mitos sobre o pênis

18

Os antigos romanos beijavam uns aos outros nos olhos ou na boca como cumprimento.

17

Na Rússia, o maior sinal de reconhecimento era um beijo do Czar.

16

A etiqueta vitoriana exigia que o homem se curvasse para beijar a mão das damas.

15

Nos EUA os beijos nas bochechas só são dados por pessoas íntimas e não é o cumprimento padrão como no Brasil ou na Europa.

14

Em algumas tribos africanas se presta homenagem ao chefe ao beijar o chão por onde ele passou.

13

A palavra ‘ósculo’ é sinônimo de ‘beijo’ em português. A palavra é originada do latim ‘osculum’, que significa ‘boca pequena’, ou seja, o movimento feito com os lábios no momento do beijo.

Excitação sexual varia muito entre os homens

12

O beijo mais longo durou 31 horas e foi realizado para um programa de televisão chamado “Ricki Lake” em 2002, na cidade de New Jersey.

11

Em alguns locais ou certas ocasiões beijar é crime. Nos EUA, no estado de Indiana, é ilegal que um homem de bigode “beije habitualmente seres humanos”, na cidade de Hartford, Connecticut, é ilegal que um marido beije a esposa no domingo.

10

Beijar em público não é bem visto no Japão, Taiwan, China e Coréias. Os beijos japoneses típicos são ‘beijocas’ para nós e parecem ter sido criados para censurar a ‘perda da moral’ do ocidente. Um casal japonês deve manter certa distância antes de se curvarem de ousar se curvar para encostarem os lábios por um segundo.

9

Nos tempos medievais os beijos eram levados a sério. Se um casal era pego “nos agarros” poderia ser forçado a casar.

8

Estudos indicam que 66% das pessoas mantêm os olhos fechados enquanto beija. O restante sente prazer em observar a miríade de emoções no rosto do parceiro (a).

Os segredos da atração entre os sexos

7

Uma mulher beija uma média de 80 homens antes de casar, de acordo com estatísticas estado-unidenses.

6

O prazer do beijo pode estar ligado ao fato do tato labial ser duzentas vezes mais sensível do que o tato nos dedos.

5

O beijo de língua é chamado de “união de almas” na França. Comumente os franceses são atribuidos pela invenção deste tipo de beijo.

4

‘Beijo de borboleta’ é o nome dado a uma espécie infantil de beijo onde se esfrega suavemente os cílios no nariz ou bochechas de outra pessoa, com o movimento da pálpebra.

3

Os corpos das pessoas, enquanto ocorre o beijo, produzem substâncias 200 vezes mais poderosas do que a morfina em termos de efeito narcótico. É por isso que um casal pode sentir euforia ou êxtase durante um beijo.

12 Segredos para melhores orgasmos femininos

2

Metade das pessoas tem o seu primeiro beijo amoroso antes dos 14 anos de idade.

1

Os Hershey’s Kisses têm este nome porque a máquina que os fabrica parece beijar a esteira transportadora ao depositar o chocolate.

Como aliviar a dor do que não foi vivido?

Padrão

Sabia que “viver não dói…. O que dói é a vida que não se vive”.

Definitivo, como tudo o que é simples nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Por que sofremos tanto por amor? O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável….um tempo feliz. Sofremos por quê?

Porque automaticamente esquecemos o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter tido junto e não tivemos…. Por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado, e Não compartilhamos…. Por todos os beijos cancelados, pela eternidade Interrompida….

Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar… Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas angústias se ela estivesse interessada em nos compreender. Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada. Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um verso: se iludindo menos e vivendo mais.

Renata R. Dos Santos

Multidão acompanha velório da adolescente Eloá

Padrão

Uma multidão acompanha o velório da adolescente Eloá Cristina Pimentel no Cemitério de Santo André, na Vila Humaitá, no ABC paulista. Conforme estimativa da administração do local, cinco mil pessoas deverão passar por lá entre hoje e amanhã. O corpo de Eloá chegou ao cemitério por volta das 15 horas, após passar a madrugada de hoje no Instituto Médico Legal (IML).

O velório foi aberto ao público por volta das 16h50. Uma longa fila se formou no lado de fora da capela, composta por amigos, vizinhos do Conjunto Habitacional de Santo André – onde Eloá vivia e foi mantida refém por quatro dias pelo ex-namorado Lindembergue Alves -, e por curiosos, que deixaram mensagens de paz e justiça no local. No fim da tarde, os parentes da jovem estavam concentrados em um canto da capela e não falavam com a imprensa. A mãe de Eloá, Ana Cristina, chegou ao cemitério por volta das 16h20 acompanha de alguns policiais. Até o começo da noite, o pai de Eloá, Aldo, ainda não havia chegado ao velório. Os pais de Nayara, de 15 anos, amiga de Eloá, já passaram por lá.

Meia hora após a chegada do corpo de Eloá ao cemitério, um grupo de amigos da escola onde a jovem estudava fez uma homenagem. Eles formaram um circulo, colocaram uma coroa de flores no centro e rezaram um Pai Nosso e uma Ave Maria. O corpo de Eloá será sepultado amanhã, às 9 horas.

 

Fonte:yahoonoticia

Nayara manifestou vontade de ir ao enterro de Eloá

Padrão

A adolescente Nayara, de 15 anos, recebeu hoje a notícia da morte da amiga de Eloá Cristina Pimentel, e demonstrou vontade de ir ao enterro dela, que será realizado amanhã de manhã no Cemitério de Santo André, no ABC Paulista. A informação é do secretário de Saúde da cidade, Homero Nepomuceno Duarte. A equipe que acompanha Nayara, no entanto, avaliou que a participação no enterro não é adequada.

As duas jovens foram mantidas em cárcere privado pelo ex-namorado de Eloá, Lindembergue Fernandes Alves, de 22 anos, em um apartamento de Santo André. Duarte afirmou que a jovem recebeu com bastante frustração a notícia da morte de Eloá. “Ela manifestou emoção e tristeza, quadro que era esperado num caso como esse”, declarou. Nayara, segundo ele, contou que já esperava um desfecho trágico, mas tinha esperanças de que a amiga conseguiria sobreviver. O médico disse que, apesar da reação, o quadro psicológico de Nayara é bom.

Sobre o pedido para comparecer ao enterro da amiga, o secretário disse que a equipe de psicólogos e psiquiatras que está acompanhando o tratamento de Nayara ponderou que a atitude é desaconselhável. “Não só por causa do quadro clínico dela, mas também pela comoção que o caso gerou”, afirmou Duarte.

Ele contou que Nayara, desde que foi internada, não demonstrou desequilíbrio emocional, nem depressão profunda, nem brusca alteração do humor, o que permitirá que ela receba alta na quarta-feira, uma vez que o quadro clínico evolui bem. “Ela já mostrou vontade de ir embora, de deixar o hospital.”

Fonte:yahoonoticia