Arquivo da tag: exercícios

Por uma vida mais saudável

Padrão

Em primeiro lugar, descarte qualquer doença que possa ser responsável pela sua falta de energia. Aqui vão algumas dicas para ajudá-lo a sentir-se como aquele cara simpático da propaganda da DPaschoal!

  • Durma: Durma a quantidade adequada de horas todas as noites. Embora varie de pessoa para pessoa, tente dormir pelo menos 7 ou 8 horas por noite. Além disso, dependendo de cada indivíduo, pequenos cochilos podem renová-lo ou deixá-lo ainda mais cansado. No último caso, adicione o tempo do cochilo ao sono noturno, de modo que você acorde mais descansado.
  • Pratique exercícios: Pratique atividade física regularmente, pelo menos 3 ou 4 vezes por semana, de preferência 30 minutos por dia , Se você não pratica exercícios, no começo eles fazem você sentir-se cansado. Mas o organismo se ajusta e passa a sentir-se revigorado. Procure realizar exercícios em áreas externas, não apenas para escapar um pouco do ambiente das academias, mas também para respirar ar puro e pegar um sol, que podem deixá-lo mais disposto (e tornar a atividade física mais agradável).
    • Coma: Consuma calorias suficientes de alimentos saudáveis e variados. Acrescente frutas e verduras frescas à dieta, e coma mais carboidratos complexos, responsáveis pelo fornecimento de mais energia. Procure comer poucos carboidratos simples (o açúcar encontrado em balas, por exemplo), que fornecem uma grande quantidade de energia num período curto, mas logo deixam você cansado novamente (pela hipoglicemia subseqüente).
    • Faça meditação: Uma das vantagens mais freqüentemente citadas pelos que fazem meditação é o aumento de energia. A melhor qualidade do sono e capacidade de concentração certamente contribuem. Em geral, a meditação é praticada por períodos de 10 a 20 minutos, uma ou duas vezes por dia, sendo de fácil aprendizagem. Existem vários livros e fitas que fornecem instruções sobre a meditação – você pode achá-los na maioria das livrarias, nas seções de auto-ajuda e medicina alternativa.
    • Desfrute de si mesmo!: Deixe os seus amigos e familiares saberem que você precisa de mais energia, de modo que eles possam motivá-lo a tornar-se mais ativo. O incentivo e a ajuda deles ajudarão você a seguir o seu programa de revitalização. Além disso, ficar preocupado pode deixá-lo estressado (do ponto de vista físico e mental). Em vez disso, procure fazer coisas agradáveis. Lembre-se: Não há nada que não possa ser resolvido depois de uma boa noite de sono! Divirta-se enquanto melhora a disposição física e emocional, ajudando a levantar o espírito.

    Carpe diem (aproveite cada momento)!

Ganhe músculos com a ajuda da dieta

Padrão
A conta é simples: menos gordura corporal e mais músculos é igual ao corpo dos seus sonhos! Mas se a operação é das mais fáceis na teoria, a prática deixa muita gente de cabelo em pé. Isso porque, nem sempre, basta um treino de musculação parrudo para conseguir um corpo mais torneado. Um plano alimentar é parte essencial dessa transformação. (Clique aqui para fazer uma avaliação nutricional gratuita e descobrir a dieta ideal para o seu perfil)
As proteínas estão por trás da mudança. Elas são as unidades estruturais dos músculos, por isso devem estar presentes na alimentação, auxiliando na formação da chamada massa magra. (entenda as diferenças entre todas as proteínas) “Entretanto, as células musculares são compostas tanto de proteínas
como de carboidratos estocados (para fornecer energia durante o treino) e de água, ou seja, é necessário montar uma dieta que inclua os três itens”, afirma a nutricionista Gisele Pavin, da Fórmula Academia.
A quantidade de ingestão depende das características individuais de cada um. Sexo, idade, estado de saúde, além da intensidade, duração e freqüência da atividade física praticada interferem na medida. Recomenda-se para
indivíduos sedentários a ingestão de 0,8g de proteína por quilo ao dia. Já pessoas ativas podem aumentar a dose: de 1,2 a 1,4g de proteína por quilo estão permitidos diariamente.
“Os atletas que visam a hipertrofia podem aumentar essa quantidade para 1,8g ao dia” , diz Gisele. (veja abaixo as recomendações de cada alimento). No dia-a-dia, o ideal para os freqüentadores de academia é ingerir três gramas de carboidrato para um grama de proteína. Confira nossas sugestões de consumo e, claro, não se esqueça de tomar muita água.
Carne vermelha: é número um em quantidade de creatina, essencial para a construção muscular. Mais: contém ferro, zinco, niacina (vitamina B3) e vitamina B12 – nutrientes cruciais para quem quer resultados.
Quantidade ideal: a carne vermelha deve ser consumida de duas a três vezes por semana. Um bife médio de carne magra tem de 150 a 200 calorias e não compromete a dieta.

Ovo (com gema):
é o alimento com o mais alto valor biológico – uma espécie de medida da quantidade de proteína que um alimento é capaz de fornecer ao corpo. É verdade que a proteína da carne é mais eficiente para a construção muscular. Mas a gema, além da proteína, contém a vitamina B12, necessária para diminuir os níveis de gordura e ajudar na contração muscular. Ela também é a melhor fonte de colina, substância que ajuda a dissolver a gordura nas artérias.(saiba mais sobre os benefícios dos ovos)
Quantidade ideal: um ovo com gema equivale a 120 calorias (mas não consuma fritos).
Iogurte: tem aminoácidos essenciais em altas porcentagens e é decisivo no crescimento muscular, porque combina proteína e carboidrato em doses ideais. Um copo fornece 10% da nossa necessidade diária de proteína. A versão com frutas é ainda melhor, porque aumenta os níveis de insulina, uma das chaves para reduzir a perda protéica que costuma acontecer após o exercício.
Quantidade ideal: um ou dois potes de iogurte diariamente, de preferência sem açúcar e sem adoçante, porque esses ingredientes diminuem a ação dos lactobacilos e também o teor de vitaminas do complexo B.

Salmão:
é altamente protéico, com grandes quantidades de ômega-3, uma gordura que ajuda na recuperação da massa muscular. (conheça os benefícios do salmão e de outros peixes)
Quantidade ideal: consuma três vezes por semana, mas lembre-se: uma posta ou um filé médio de salmão tem 150 calorias. Para melhor aproveitar os nutrientes, prepare o peixe em baixa temperatura e evite cozinhar demais.

Azeite de oliva:
a gordura monoinsaturada ômega-9 tem ação anticatabólica, ou seja, age contra inflamações, que provocam o desgaste e a fraqueza muscular.  (diferencie as boas das más gorduras)
Quantidade ideal: use de uma a duas colheres de sopa por dia, em saladas e também para cozinhar. Lembre-se, porém, de que cada colher conta 110 calorias.

Amêndoas:
são uma das maiores fontes da vitamina E alfatocoferol, a forma mais bem absorvida pelo corpo e um potente antioxidante, que pode ajudar a prevenir os danos provocados pelos radicais livres após o treino. E, quanto menos agressões praticadas pelos radicais livres, mais rapidamente seus músculos vão se recuperar.
Quantidade ideal: cerca de 15 unidades por dia, no lanche ou na salada. Dica: como dão saciedade, o ideal é comer cinco amêndoas antes do almoço e outras cinco antes do jantar para aplacar a fome.
 
 Fonte:yahoonoticias

Sono e corpo pesados

Padrão

Podemos comer carboidratos à noite? Ficar sem jantar ajuda a emagrecer? Podemos sucumbir, sem maiores culpas, aos desejos de atacar a geladeira depois de colocado o pijama? Essas e outras perguntas são freqüentes no cotidiano de quem quer perder peso, manter um corpo bonito e levar uma vida saudável. Mas o que realmente deve ser levado em conta nas escolhas alimentares que fazemos à noite? O que é mito e o que é verdade nas histórias que se ouvem por aí sobre a alimentação noturna?

Isto depende de diversos fatores. Se você comer alimentos gordurosos e ricos em açúcares durante o dia, não fizer nenhuma atividade física e repetir as extravagâncias à noite, é claro que vai engordar. O ideal é fazer três refeições principais ao dia (café da manhã, almoço e jantar), intercaladas por pequenos lanches, de preferência pobres em carboidratos. À noite, como o metabolismo é mais lento, é preferível fazer opções mais leves, com menos gorduras e carboidratos. Mas a medida disso é individual: depende do organismo e do estilo de vida de cada um.
Cada pessoa responde de um jeito ao que come ao longo do dia e à noite. Uns perdem peso com facilidade, outros já demoram um pouco mais pois têm o metabolismo mais lento. Cerca de 40% das pessoas têm uma capacidade incrível de ingerir alimentos ricos em carboidratos e não engordar. Mas os outros 60% não podem ceder às tentações dos doces do mesmo jeito porque vão ganhar peso. Esses dados foram constatados observando os mais de 40 mil pacientes que já tratei.

Percebo também uma dúvida freqüente: quem exagerou nas massas no almoço pode compensar os “estragos” deixando de jantar? Ficar sem jantar é uma falta grave. Trata-se de uma refeição indispensável. É um erro deixar de realizá-la para perder peso. Ela deve ser feita, sim, de forma saudável e balanceada, sem exageros. Um programa de alimentação bem calculada, com carboidratos de baixo valor glicêmico, proteínas, vitaminas, sais minerais e fibras, associado à prática de exercícios regulares, é sempre o melhor remédio para emagrecer da forma mais saudável.

Outro mito comum é dizer que não se deve comer carboidratos depois das 18h para não engordar. O carboidrato é a principal fonte de energia e deve ser consumido sempre, principalmente por quem pratica esportes e atividades físicas. O segredo é não comê-lo em excesso, mas saber comê-lo, diferenciando o bom do mau carboidrato. Uma dica para quem deseja perder peso é diminuir a quantidade de carboidratos à noite, dando preferência, após às 18 horas, aos alimentos ricos em “carboidratos do bem”, como saladas, batatas cozidas e arroz integral (rico em fibras), em porções frugais. Feijão e grão-de-bico também entram na lista mas, à noite, se ingeridos em excesso, podem pesar no estômago.

Dormir logo depois do jantar pode provocar desconfortos e prejuízos ao sono. É melhor fazer a última refeição duas ou três horas antes. Para quem tiver vontade de comer alguma coisa antes de se deitar, um iogurte desnatado pode ser uma boa opção. Aproximadamente duas horas depois de dormirmos libera-se no sangue o hormônio do crescimento, que transforma os alimentos em músculos. O aumento da taxa de açúcar no sangue, causado pelo excesso de carboidratos na alimentação, inibe a ação deste hormônio e favorece o acúmulo de gordura no corpo. Portanto, à noite, o que não pode faltar no cardápio é bom senso.

 Fonte: http://msn.bolsademulher.com/

Você ja reparou o que faz um Gato?

Padrão

Ele espreguiça, alonga e boceja. Na realidade ele está SEMPRE fazendo ginástica em intervalos regulares.

Assim, a cada hora, levante-se e tente se espreguiçar, esticando os braços, os dedos, as unhas, como o gato faz. Não esqueça de bocejar e fazer aquela esticada.

Faça a cada hora.

Você já reparou quantos litros de água bebe diariamente? E que o bebedor de
água fica longe de seu posto de trabalho e você só se lembra de tomar água
no fim do dia?

Você já reparou que ao olhar para o bebedouro, para uma garrafa d água,
você sente sede e vontade de tomar água?

(Esta é a razão dos anúncios de refrigerantes e águas, sempre, mostrarem o
produto líquido).

Coloque uma garrafa de água de plástico em sua mesa de trabalho com o seu
nome e a palavra gato no seu rótulo.

Enche-a de água toda a vez que ela estiver vazia.

Você vai perceber que ao olhar para a garrafa, sentirá sede e, beberá água,
com freqüência, proporcionando ao seu corpo uma hidratação salutar,
principalmente se o seu ambiente de trabalho for muito frio, com ar
condicionado. Ao beber desta água, lembre-se de aproveitar para fazer a
ginástica do gato.

A Ginástica do Gato não levará mais do que poucos segundos e não
atrapalhará o seu trabalho. Ao contrário, você se sentirá muito melhor ao
longo do dia, ao fim do dia e ao chegar em casa.

Você estará aumentando sua produtividade, ganhando mais para sua empresa ou
para o seu trabalho, e ainda, aumentando sua qualidade de vida. Você
sentirá os efeitos já na primeira semana. Sendo assim vamos ao miau!!!

Divulgue o miau em seu ambiente de trabalho, ao seu chefe, e não esqueça do
miau em casa, nos fins de semana…

O ideal é ter um fisioterapeuta ocupacional para ministrar exercícios
próprios, para cada tarefa, mas na sua falta, pelo menos use o miau!  

 

 Fonte: http://www.vocesabia.net

Pílulas para emagrecer

Padrão

Cápsula glucomanan

 O que é?
Uma das mais eficazes do mundo para acabar com a fome e perder peso. É feita da fibra natural da raiz de uma planta japonesa chamada konjac.

Como funciona?
As fibras absorvem a água ingerida por você formando uma gelatina que preenche o estômago. “Essa reação traz a sensação de saciedade, reduzindo naturalmente o apetite”, explica o químico e fitologista Lelington Lobo Franco. A tal gelatina é totalmente eliminada com as fezes.

Há outros benefícios
Ela também regula o intestino e leva parte de açúcares e gorduras dos alimentos ingeridos para as fezes. “Assim, ajuda a estabilizar a glicose e a insulina no sangue e a baixar o colesterol”, diz o fitoterapeuta Alex Botsaris.

Como tomo?
Meia hora antes de cada refeição, você deve ingerir duas cápsulas de 500 mg com dois copos de água. Ou seja, serão entre quatro e oito cápsulas por dia, dependendo de quantas vezes você comer. Vá ao médico para saber a dosagem ideal para o seu caso.

Tem contraindicação?
Gestantes, lactantes, crianças de até 3 anos e pessoas com deficiência de vitaminas e minerais não devem tomar.

Quanto custa?
Em média, R$ 18 (30 cápsulas). Caso prefira mandar manipular, é necessário ter receita médica.

Fique de olho!
Encontre as cápsula em lojas de produtos naturais – e não esqueça de procurar pelo selo da Anvisa.

Agar-agar

 O que faz?
Muito utilizada em tratamentos para perder peso, combate a flacidez e a celulite. Também fortalece unhas e cabelos.

Como tomo?
Uma cápsula duas vezes ao dia, 30 minutos antes das refeições, com dois copos de água.

Tem contraindicação?
Gestantes, lactantes, alérgicos a iodo.

Quanto custa?
R$ 17 (50 cápsulas).

Alcachofra

 O que faz?
Impede a absorção de gordura, reduzindo o colesterol. Tem ação diurética e, de quebra, regula o intestino.

Como tomo?
Duas cápsulas três vezes ao dia após as refeições.

Tem contraindicação?
Gestantes e lactantes.

Quanto custa?
R$ 13,50 (50 cápsulas).

Quitosana

 O que faz?
É um suplemento alimentar que facilita a eliminação da gordura e reduz o colesterol.

Como tomo?
Duas cápsulas três vezes ao dia, 30 minutos antes das refeições.

Tem contraindicação?
Gestantes, mulheres em fase de amamentação e alérgicos a frutos do mar.

Quanto custa?
R$ 45 (50 cápsulas).

Porangaba

 O que faz?
Reduz o apetite e evita formação de depósito de gordura no corpo. É diurética e estimula a circulação.

Como tomo?
Uma cápsula três vezes ao dia após as refeições.

Tem contraindicação?
Gestantes, lactantes e pessoas com problemas estomacais, pois a substância pode provocar irritação.

Quanto custa?
R$ 12 (50 cápsulas).

Exercícios que secam a barriga

 Com a ajuda do professor de educação física Waldyr Salles, da Academia Energia Vital, fizemos um programa que turbina o efeito das cápsulas e da dieta. São quatro dias de ginástica fácil por semana durante um mês. Mas atenção: sempre alongue as pernas antes dos exercícios.

Dia 1
● Caminhe durante 30 minutos. Acelere o ritmo à medida que se sentir confortável.
● Pule corda por cinco minutos.

Dia 2
● Suba degraus por cinco minutos (exceto se tiver lesão nos joelhos ou tornozelos).
● Caminhe durante 30 minutos.

Dia 3
● Pule corda por cinco minutos (aumente para dez se estiver bem).
● Suba e desça a escada por cinco minutos.

Dia 4
● Faça uma caminhada acelerada por meia hora.

Dica!
Aumente o tempo da malhação conforme seu limite.

Cardápio para derreter os quilos extras

 A nutróloga Elisabeth Nascimento elaborou uma sugestão de cardápio com 1200 calorias diárias para você turbinar a perda da barriga e eliminar até 5 kg em 30 dias.

1° DIA
Café da manhã 1 prato de cereal com leite + 2 fatias de queijo prato
Lanche 1 copo de suco
Almoço Salada de tomate e milho + 1 porção pequena de lasanha bolonhesa
Lanche 2 bananas
Jantar Salada de alface, cenoura e tomate + 2 hambúrgueres de frango + 3 colheres (sopa) de arroz + 3 colheres (sopa) de batata cozida+ 2 colheres (sopa) de vagem cozida + 3 ameixas.

2° DIA
Café da manhã 1 copo de leite + 4 bolachas água e sal com 1 colher (sopa) de requeijão + 10 uvas verdes
Lanche 1 barra de cereal
Almoço Salada de alface e tomate + 3 colheres (sopa) de frango desfiado + 4 colheres (sopa) de arroz + 3 colheres (sopa) de brócolis + 1 colher (sopa) de goiabada
Lanche 1 cacho de uvas
Jantar Salada de agrião e cenoura + 1 filé de peixe + 2 colheres (sopa) de arroz + 1 banana.

3° DIA
Café da manhã 1 pão francês com 1 colher (chá) de geléia
Lanche 1 xicara de chá + 3 bolachas de água e sal
Almoço 1 prato de sobremesa de salada de lentilha, com 2 colheres (sopa) de atum, 1 colher (sopa) de cebola picada e 3 colheres (sopa) de tomate em cubos
Lanche 1 copo de leite + 1 fatia de queijo branco + 2 torradas
Jantar Salada de alface e agrião + 1 coxa de frango assada + 4 colheres (sopa) de arroz + 1 concha de feijão.

4° DIA
Café da manhã 1 copo de leite com café + 1 pão de queijo + 1 fatia de queijo branco + 1 banana
Lanche 1 copo de suco
Almoço 1 concha de sopa de ervilha cozida + 1 filé de frango grelhado + salada de alface e beterraba + 1 fatia de manga
Lanche 1 copo de iogurte
Jantar 4 almôndegas + 2 colheres (sopa) de purê de batata + 2 colheres (sopa) de lentilha cozida + 1 colher (sopa) de ervilha cozida + 1 copo de suco + 1 cacho pequeno de uva.

5° DIA
Café da manhã 1 copo de leite + 3 bolachas de água e sal + 1 fatia de queijo fresco
Lanche 1 copo de iogurte
Almoço Salada de agrião e tomate + 4 colheres (sopa) de carne moída refogada + 2 colheres (sopa) de arroz + 4 colheres (sopa) de brócolis cozido + 1 laranja
Lanche 1 goiaba
Jantar Salada de alface + 3 colheres (sopa) de peixe cozido e desfiado + 4 colheres (sopa) de vagem cozida + 1 batata cozida + 1 fatia de melão.

6° DIA
Café da manhã 1 pão francês com 1 fatia de queijo branco + 1/2 mamão
Lanche 1 copo de leite com 3 colheres (chá) de chocolate em pó Almoço Salada de tomate e brocólis cozido + 1 porção pequena de macarrão cozido com 1 colher (sopa) de molho de carne moída + 2 colheres (sopa) de queijo parmesão + 1 goiaba
Lanche 1 torrada + 1/2 fatia de queijo prato
Jantar Salada de agrião e beterraba + 2 coxas de frango ensopado + 2 colheres (sopa) de arroz + 3 ameixas.

7° DIA
Café da manhã 1 fatia de queijo fresco + 2 bolachas água e sal + 1 copo de suco de laranja
Lanche 1 maçã
Almoço Salada com 4 colheres (sopa) de pepino + 1 bife pequeno + 3 colheres (sopa) de arroz + 4 colheres (sopa) de feijão + 4 colheres (sopa) de abobrinha cozida + 1 banana
Lanche 2 fatias de melancia
Jantar Salada com 6 fatias de tomate + 4 colheres (sopa) de cenoura ralada + 6 colheres (sopa) de risoto de frango.

 

 Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/