Arquivo da tag: internet

Intel desenvolve sistema que lê a mente do usuário

Padrão

A Intel está desenvolvendo um sistema de computador capaz de identificar a palavra que o usuário está pensando.

Testes preliminares mostram que o computador consegue perceber alguns padrões de atividade cerebral até chegar ao resultado que interpreta a palavra.

A tecnologia faz uma associação da palavra com alguma propriedade ligada a ela. Por exemplo, ao dizer “maçã”, são ativadas regiões do cérebro que dizem respeito à fome. A partir disso, o computador tem mais chances de adivinhar a palavra.

Dean Pomerleau, pesquisador sênior na Intel Laboratórios, disse ao Telegraph que até hoje os dispositivos para obter as atividades cerebrais eram caros, como os aparelhos de ressonância magnética usados em hospitais.

– Estamos mapeando a atividade que o cérebro produz normalmente quando se pensa em palavras diferentes. Isso significa que você vai ser capaz de escrever cartas, e-mails ou fazer pesquisas no Google apenas pelo pensamento.

A empresa já tem um protótipo que reconhece mil substantivos concretos a partir da análise de aproximadamente 20 mil pontos do cérebro, mas como a tecnologia de escaneamento cerebral se torna mais sofisticada, a capacidade do computador para interpretar os pensamentos também melhora. O objetivo é que o funcionamento aconteça com o uso de um fone especial.

Ainda não há previsão de lançar o sistema para venda.

Anúncios

Wikipédia publica falsa notícia de morte de atriz global

Padrão

Uma informação falsa que noticiava a suposta morte da atriz Drica Moraes foi publicada hoje na página da Wikipédia (www.wikipedia.org.br), enciclopédia livre na internet, provocando susto e preocupação em assessores e pessoas próximas a ela. A falsa notícia foi postada na manhã de hoje por um usuário anônimo, sem cadastro na Wikipédia, e corrigida aproximadamente 15 minutos depois por um outro colaborador, que alertou para a falsidade do relato.

Drica Moraes, que está com leucemia, foi internada ontem no Hospital Israelita Albert Einstein, no Morumbi, zona sul de São Paulo, para começar uma nova fase do tratamento contra a doença. De acordo com a assessoria da atriz, ela passa bem e não soube do incidente até a manhã de hoje.

A postagem com a falsa informação, incluída indevidamente na Wikipédia, no verbete sobre Drica Moraes, dizia, literalmente: “No dia 16 de junho a leucemia se agravou e foi internada em estado grave no hospital Albert Einstein, às 22 horas foi constatada sua morte. Muitos fãs fazem homenagens para a atriz, tanto em frente ao hospital quanto em sua casa.”

Após a falsa notícia, um outro usuário do site colaborativo alterou a informação errada e escreveu, no relatório: “Dia 16 é hoje e são 10 da manhã. Como ela pode ter morrido às 22?” Um outro colaborador também questionou, em seguida: “Não há notícia de morte, fontes são fundamentais.” Na Cia. dos Atores, grupo de teatro fundado por Drica Moraes e outros artistas no Rio de Janeiro, ninguém sabia do incidente na manhã de hoje.

Na Rede Globo de Televisão, emissora em que trabalha a atriz, a assessoria também demonstrou surpresa ao saber da divulgação da falsa notícia. Até as 13h30 desta tarde, a assessoria pessoal da atriz, a Rede Globo e a Cia. de Atores não informaram se tomariam providências judiciais. Até esse horário também, a assessoria da Wikipédia também não havia respondido aos telefonemas da reportagem.

Direito

Divulgação de informações falsas por portais colaborativos não são incomuns. Segundo o advogado e economista Renato Opice Blum, sócio do Opice Blum Advogados Associados e especialista em Direito Eletrônico, esses casos aumentam conforme a internet se populariza. “Infelizmente, quanto mais se usa internet, esse lado ruim aumenta, especialmente quanto à difamação”, afirmou Blum, que é coordenador do curso de Master of Business Administration (MBA) em Direito Eletrônico da Escola Paulista de Direito (EPD).

De acordo com ele, no entanto, a Justiça brasileira é a “mais rápida do mundo”, quando se tem o IP do autor da difamação. “Os tribunais brasileiros dão ordens judiciais em 24 horas para identificação de IP; para isso, temos de tirar o chapéu”, afirmou. O advogado disse que, na Justiça do Brasil, há mais de 20 mil decisões em casos semelhantes, já transitadas em julgado. Segundo Blum, nesses casos, cabe uma ação de responsabilidade civil contra o autor da postagem, por prejuízos morais e também um processo criminal por difamação e exposição indevida a uma mentira.

Para o advogado, no episódio que envolveu o nome de Drica Moraes, a Wikipédia não pode ser responsabilizada, pois foi tomada a providência de se retirar a falsa informação cerca de 15 minutos depois, mesmo que essa ação tenha sido feita por um outro colaborador do site. “Corresponsabilidade só acontece quando se tem a ciência que alguém foi lá e fez ato ilícito e o site não tomou nenhuma atitude, o que não é o caso.”

Ex-BBB envia comunicado e quer processar quem postou seu vídeo no Youtube

Padrão

Na tarde da última quarta-feira (14), um vídeo começou a circular no site Youtube mostrando a ex-BBB9 Priscila Pires em uma conversa privada onde a morena fazia caras e bocas. As imagens caíram na rede ontem, mas em pouco tempo a artista pediu sua retirada.

Por meio de um comunicado, a assessoria da modelo afirma que Priscila foi vítima de um vídeo criminoso, já que estava em sua casa, usando seu computador pessoal e não autorizou em nenhum momento a captação e a divulgação de quaisquer imagens.

“Com relação à veracidade das imagens, afirma que aparentemente parece real, mas que não tem como atestar a veracidade das mesmas, tendo em vista que o conteúdo divulgado na internet, sem autorização das imagens, inviabiliza o reconhecimento do vídeo em contesto. Desta forma, não atestamos a veracidade de tais imagens, tendo em vista que as mesmas foram captadas de forma ilícita. Foi registrado na DRCI (Delegacia de Repressão aos Crimes na Internet), que conduzirá as investigações no sentido de identificar a autoria”, afirma o comunicado.

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br/site/

Silicone levou Amy Winehouse para hospital, diz pai

Padrão

Apesar de anunciada como uma reação adversa a medicamentos contra a gripe, a internação hospitalar da cantora Amy Winehouse no último domingo, 15, foi por causa do silicone que ela colocou nos seios recentemente.

Pelo menos é isso que garante o pai da moça, Mitch Winehouse. Em seu programa transmitido via internet, o ex-taxista e futuro cantor, disse que “não foi por causa do resfriado. Ela está bem, só teve um pequeno vazamento (apontando para o peito)”.

A cantora colocou as próteses mamárias há pouco mais de um mês e já desfilou por Londres causando furor entre os paparazzi ao mostrar o resultado da cirurgia.

Polêmica: vídeo de sexo com Miss cai na internet

Padrão

A Miss Trinidad e Tobago 2008 Anya Ayoung-chee teve um vídeo de sexo divulgado na internet. Nas cenas, a também candidata ao posto de Miss Universo do ano passado aparece mantendo relações sexuais com o namorado e outra mulher, que pode ser a Miss Japão 2008, Hiroko Mima, informou o site “TMZ”.

O namorado de Anya, Wyatt Gallery, afirma que seu laptop foi roubado e alguém divulgou o vídeo para prejudicar a carreira da namorada.

“Eu me sinto horrível e envergonhado por Anya, sua família e por mim mesmo. Esse foi um momento privado que nunca deveria ter se tornado público. Me sinto idiota por não ter deletado o arquivo do meu computador”, disse o rapaz ao site TMZ. Gallery falou ainda que pretende processar quem divulgar as imagens.

 

Fonte: http://folhavitoria.com.br