Arquivo da tag: Jornalismo

Ana Paula Padrão perde 3 kg gravando reportagens no Butão

Padrão

Ana Paula Padrão, apresentadora do “Jornal da Record”, perdeu 3 kg durante a semana que passou no Butão. Ana gravou no país uma série de reportagens especiais que serão exibidas entre os dias 23 e 28 de novembro. A notícia foi divulgada no jornal Folha de São Paulo, nesta terça-feira (10). 

Segundo a publicação, Ana Paula emagreceu por conta da falta de opção da culinária local, que usa pimenta como principal tempero.

O gancho da série de reportagens sobre o Butão, localizado entre a China e a Índia, é uma reunião que será realizada no final da próxima semana, em Foz do Iguaçu. O encontro irá discutir a Felicidade Interna Bruta (FIB), índice criado pelo país para medir o bem-estar da população.

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br/

Fim da Evolução da Humanidade

Padrão

Um professor da Universidade de Londres afirmou que a humanidade chegou ao fim de sua evolução.

O geneticista Steve Jones, em uma conferência chamada “O Fim da Evolução Humana”, argumentou que, devido aos

avanços da tecnologia e da medicina, já não são apenas os mais fortes que passarão seus genes para a geração

seguinte.

Ele sugeriu que o tipo de homens que encontramos no mundo hoje é o único que haverá – porque os seres humanos

não ficarão mais fortes ou inteligentes ou saudáveis.

“Acho que todos estamos de acordo com o fato de a evolução ter funcionado de forma adequada para o ser

humano no passado”, afirmou o cientista à BBC.

Evolução e passado

“Um dos exemplos está nas razões que permitiram que o homem negro vivesse na África e o branco pudesse viver

na Europa.”

“O homem branco perdeu o pigmento de melanina da pele, absorvendo mais radiação solar e produzindo mais

vitamina D, permitindo que seus filhos crescessem mais saudáveis.”

“Este é apenas um exemplo, há vários outros. Ao compreender como foi a evolução no passado, podemos deduzir

como será no futuro”, afirmou.

Segundo o cientista, para que exista evolução são necessários três fatores: seleção natural, mutação e mudanças

aleatórias.

O cientista acredita que os humanos reduziram de forma inesperada nossas taxas de mutação devido às mudanças

de nossos padrões reprodutivos.

Estes padrões reprodutivos incluem mudanças sociais como os padrões de casais e os mecanismos anticoncepcionais.

As substâncias químicas e a poluição também alteraram a genética humana.

Mas, o fator mais importante que alterou as mutações é a redução do número de homens mais velhos que têm

filhos.

Mutações

Diferente das mulheres que, com o avanço da idade produzem menos óvulos, os homens nunca deixam de produzir

espermatozóides.

Quando o homem chega aos 29 anos, em média a idade de procriação masculina ocidental, ele já copiou e repassou

300 vezes o espermatozóide original que o criou (e que foi passado por seu pai). Em um homem de 50 anos, isto já

ocorreu mil vezes.

Cada vez que o espermatozóide é copiado e repassado, ocorrem divisões celulares, cada uma com possibilidades de

mutação, e talvez de erros.

Desta forma, com menos pais em idade avançada existem menos possibilidades de passar para a geração seguinte

mutações ou defeitos aleatórios.

Sem seleção

“Outro fator (a ser levado em conta) é a diminuição da seleção natural”, afirmou Jones.

“Na antiguidade a metade das crianças que nasciam na Inglaterra morria antes de chegar aos 21 anos e estas

mortes eram a base da seleção natural.”

“Hoje, em grande parte do mundo desenvolvido, 98% destas crianças sobrevivem, chegam aos 21 anos, quase não

existem diferenças entre os que morrem e entre os que sobrevivem antes de se reproduzirem”, acrescentou o

cientista.

Segundo o cientista também foi reduzida a quantidade de mudanças aleatórias na raça humana.

“Atualmente os humanos são 10 mil vezes mais comuns do que deveríamos ser, tendo como base as regras do reino

animal. E isto se deve à agricultura.”

“No mundo todo, todas as populações estão cada vez mais ligadas e as possibilidades de mudanças aleatórias estão

diminuindo”, afirmou Jones.

De acordo com o geneticista, “estamos nos misturando em uma espécie de massa global e o futuro não será branco

e negro, será cor de café”.

“Acredito que vão ocorrer mudanças, mas nossas mudanças não serão físicas, serão mentais”, afirmou Jones.

 Fonte:globo.com

Marido de Claudia Leitte é acusado de agredir jornalista na Bahia

Padrão

Um repórter baiano acusou o marido de Claudia Leitte de tê-lo agredido em uma entrevista coletiva cedida pela cantora na Costa do Sauípe, no último sábado. Claudia estava lançando a nova música de trabalho, As Máscaras, e teria iniciado uma briga com o jornalista. A assessoria da cantora nega a agressão.

Segundo o repórter baiano André Lopes, o marido de Cláudia Leitte, Marcio Pedreira, o teria segurado pelo pescoço e o empurrado contra a parede. O jornalista não confirmou se a cantora teria apoiado a atitude do marido, mas disse que a agressão foi conseqüência de uma discussão que ele teve com Claudia.

O Jornalista e a cantora teriam iniciado uma discussão em meio a uma entrevista que Claudia concedia. André Lopes disse também, que teria sido convidado pela própria Claudia Leitte para participar da entrevista, mas que ela teria iniciado o “bate-boca”, perguntando por que o jornalista não gostava dela, já que sempre a criticava. “Eu falei que não tinha nada contra ela, mas contra os fãs dela. Aí começou o bate-boca.”

O jornalista também afirmou que a cantora teria o acusado de não ter ética e que ele teria falado que na faculdade havia aprendido a ter liberdade de expressão.   “Eu já não tenho um bom relacionamento com Claudia Leitte, ela não gosta das matérias que escrevo no site Universo Axé”, disse.

A assessoria de Claudia nega a agressão de Marcio e afirmou que o marido da cantora apenas teria separado os dois após a discussão. “Em respeito com o público, que aguardava o show de Claudia, Márcio apenas separou os dois, porque eles estavam discutindo e ela precisava começar o show”, confirmou Paulo Roberto Sampaio, assessor de Leitte.

Filme de Michael Jackson será exibido pela primeira vez no Brasil amanhã

Padrão

This Is It, o documentário sobre os preparativos da turnê que Michael Jackson faria pela Inglaterra, será lançado mundialmente na quarta-feira. Os jornalistas, no entanto, poderão vê-lo um dia antes dos fãs.

Até a semana passada, a informação era de que mais de 35 mil ingressos haviam sido vendidos antecipadamente para as várias sessões do filme, no Brasil. A atração ficará nos cinemas durante apenas duas semanas, e será lançada posteriormente em DVD e Blu-ray.

Filhos de Michael Jackson sofrem acidente de carro

Padrão
Os filhos do cantor Michael Jackson sofreram um leve acidente de carro, nesta quarta-feira (21), em Los Angeles, nos Estados Unidos.
Segundo o site “Female First”, Prince Michael, Paris e Prince Michael II faziam compras com a avó, Katherine Jackson, quando fotógrafos começaram a persegui-los.
Um dos carros dos paparazzi acabou atingindo a traseira do veículo onde Katherine e os netos estavam. Segundo Joe Jackson, pai de Michael, ninguém se feriu e todos passam bem.
Katherine Jackson é a responsável pelos filhos do “Rei do Pop”. A enfermeira Debbie Rowe, mãe das crianças, tenta conseguir a guarda na justiça.

Mulher do futuro será mais baixa, gordinha e fértil, aponta estudo

Padrão

A mulher do futuro será ligeiramente mais baixa, gordinha e fértil. Terá ainda um coração mais saudável. Estas são as principais conclusões de estudo divulgado na terça-feira pela revista New Scientist, que comprovaria o contínuo impacto do processo evolutivo sobre os humanos.

 Segundo Stephen Steams, biólogo evolucionista da Universidade de Yale e um dos autores do estudo, a ideia de que a seleção natural não afetaria mais os seres humanos e que nós paramos de evoluir “é simplesmente falsa”. Para ele, embora as diferenças na sobrevivência possam não mais selecionar os humanos “mais aptos” e seus genes, as diferenças na reprodução ainda podem. A questão agora é saber se mulheres que tiveram mais filhos possuem traços distintivos que sejam repassados para seus descendentes, aponta a revista.

 Diante da questão, Stearns e seus colegas pesquisaram dados do Framingham Heart Study, com histórico médico de mais de 14 mil moradores da cidade de Framingham, Massachusetts (EUA), desde 1948, que envolverm até três gerações de algumas famílias.

 Ao estudar informações de 2.238 mulheres que haviam passado da menopausa, os pesquisadores descrobriram que mulheres pequenas e mais gordas tendiam a ter mais crianças – em média, mais altas e mais magras. Mulheres cujos índices de colesterol e pressão eram baixos também tinham mais filhos, e tiveram seu primeiro bebê ainda na juventude, entrando na menopausa mais tarde.

 De acordo com a pesquisa, essas características foram passadas para as filhas dessas mulheres que, por sua vez, também tiveram mais crianças em comparação com as demais.

 Pelos cálculos de Steams, se a tendência persistir por dez gerações, a mulher média em 2409 será 2 cm mais baixa e 1 kg mais pesada do que a mulher de hoje. Ela também terá seu primeiro filho cinco meses mais cedo e entrará na menopausa dez meses mais tarde, em relação à média atual. 

 

 Fonte: http://br.noticias.yahoo.com/

Música inédita de Michael Jackson é uma farsa

Padrão

Após o lançamento do primeiro single póstumo de Michael Jackson, “This Is It”, surgiu a informação de que a faixa foi gravada 18 anos atrás por um cantor porto-riquenho.
O co-autor da música “My Way”, Paul Anka, ameaçou entrar com uma ação contra o espólio de Jackson por uso correto de propriedade e pagamento de royalties.
Os administradores dos bens rapidamente reconheceram as queixas de Anka e lhe garantiram 50 por cento de copyright, um potencial grande pagamento para o canadense de 68 anos. E uma perda igual para a fortuna de Jackson.
“Eles perceberam o engano, eles perceberam que é minha música, eles perceberam que é minha produção do seu vocal no meu estúdio e estou ganhando 50 por cento por todo o projeto, o que é justo”, afirmou Anka em vídeo colocado no site de fofocas
A canção de 1983, quando era conhecida como “I Never Heard” — uma parceria entre Jackson e Anka — e feita para ser incluída no álbum de Anka. Mas a parceria acabou, Jackson levou as fitas originais e Anka as pegou de volta.
Em 1991 a música foi finalmente lançada depois que Anka a colocou a um cantor latino desconhecido chamado Sa-Fire.
Tanto “I Never Heard” quanto “This Is It” possuem o mesmo vocal e linha de piano, apesar da faixa mais nova contar com overdubs dos irmãos de Jackson.
Mas “This Is It” foi promovida como uma nova gravação de Michael Jackson, uma das várias gravações não lançadas que devem surgir nos próximos dias.

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br

Lula: País não pode adotar meta de desmatamento zero

Padrão
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva descartou hoje a possibilidade de o País assumir meta de desmatamento zero. “Nem se o Brasil fosse careca poderia assumir o desmatamento zero. Sempre vai haver alguém querendo desmatar alguma coisa”, definiu, justificando: “O que o Brasil está fazendo é algo revolucionário e muito forte. Já tivemos neste ano o menor desmatamento dos últimos 20 anos, estamos assumindo o compromisso de reduzi-lo em 70% até 2017 e em 80% até 2020. É uma meta que vai precisar um esforço incomensurável da sociedade brasileira para ser cumprida.”
 A afirmação foi feita hoje pelo presidente, em Estocolmo, durante de cúpula União Europeia-Brasil. Na reunião, o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, definiu o plano brasileiro como “ambicioso” e exemplar. As negociações visando a 15ª Conferência do Clima (COP 15) das Nações Unidas foram o tema central do encontro, do qual participou o primeiro-ministro da Suécia, Fredrik Reinfeldt, presidente temporário do bloco europeu.
 Confrontado com os dados da proposta brasileira, Barroso foi só elogios. “O Brasil adotou um plano muito ambicioso em termos de desmatamento”, afirmou. “Em teoria, pode haver sempre mais ambição. Na Europa é a mesma coisa. Mas estamos sugerindo que outros países, em especial os com floresta tropical, com grandes zonas de mata, possam fazer um esforço comparável ao que o Brasil se submeteu.”
 Mesmo depois de pedir esforços dos demais países em favor de um acordo ambicioso e de definir a COP 15 como “um momento extraordinário” que enfrenta “um impasse”, Lula descartou elevar as ambições de seu governo. O Brasil não pretende adotar metas de desmatamento zero nem elevar os objetivos estabelecidos no Plano Nacional de Mudanças Climáticas como forma de reduzir suas emissões de gases de efeito estufa e facilitar o acordo do clima em Copenhague, em dezembro.
 Protesto
 Minutos antes da cúpula, em sua chegada ao palácio Rosenbad, o presidente se deparou com uma manifestação promovida por militantes do Greenpeace, que pediam em faixas e cartazes o seu comparecimento na COP 15. “Lula, você levou as Olimpíadas, agora salve o clima”, dizia uma das mensagens.
 Questionado sobre se confirmava a intenção de comparecer à conferência, Lula revelou que negocia com outros chefes de Estado e de governo a realização de uma reunião em Copenhague, que aconteceria entre 16 e 17 de setembro – às vésperas do término da COP 15. “A ideia é que nós participemos juntos com o maior número possível de dirigentes mundiais”, explicou. Se não houver acordo, o brasileiro não comparecerá. “Mas eu trabalho com a ideia de que vários presidentes compareçam a Copenhague para que possamos fazer uma discussão a fundo.”

Curiosidades Sobre a India

Padrão

ALIMENTAÇÃO:
Tradicionalmente, os indianos costumam comer usando a mão direita literalmente, isto é sem nenhum talher;

Hindus não comem carne bovina e muçulmanos não comem porco;

Deve se comer usando somente a mão direita, visto que a mão esquerda é usada para propósitos higiênicos e portanto considerada impura. Porém, é aceitável passar pratos ou vasilhas com a mão esquerda;

Tocar a comida em um prato comum, ou seja que vai ser divido para todos, pode causar que os outros evitem comê-lo;

Lavar as mãos antes e depois das refeições é muito importante. Em algumas casas hindus, eles esperam que você lave sua boca também;

Para alguns hindus, é um insulto um visitante agradecer pela comida após ter terminado de comer, visto que eles dizem que dizer obrigado é considerado uma forma de pagamento.

Se você está bebendo água ou outra bebida num copo ou outro container que será usado por outros, nunca toque o copo ou container com seus lábios. Segure o copo um pouco acima da boca e então entorne aos poucos dentro da boca sem tocar o copo com a boca;

É muito comum entre os hindus utilizarem muitos cerimoniais em sua vida diária. Por exemplo, os brâmanes (casta alta) não comem nenhum tipo de carne, e derivados como ovos e outros. Quando comem por engano ou fazem outras coisas que segundo eles os torna impuros, eles costumam fazer um ritual de purificação que, algumas vezes, consiste em beber urina de vaca (que eles dizem que é sagrada). Alguns rituais de purificação incluem cinco produtos da vaca, considerados sagrados para os hindus: leite, coalhada, gordura, urina e fezes.

Um antigo costume hindu, já fora de uso, dizia que para uma mulher devota, seu marido era literalmente um deus. Para agradar seu marido a esposa deveria de boa vontade fazer qualquer coisa. A principal razão para ela viver

 era servir seu marido e obedecer a risca todos os seus desejos. Uma esposa era para comer somente após seu marido ter terminado e comer então no prato sujo de seu marido.

Joe Jackson: “Michael foi vítima de um assassinato”

Padrão

De acordo com Joe Jackson, 79 anos, pai de Michael Jackson, o ídolo do pop foi morto no dia 25 de junho vítima de assassinato, segundo afirmou em uma entrevista ao canal ABC, exibida nesta sexta-feira (10) com alguns trechos de suas declarações.

O patriarca da família Jackson afirmou que Michael “foi vítima de um assassinato”.

As investigações sobre a morte do artista após uma parada cardíaca aponta para um grupo de médicos sob suspeita de cumplicidade na dependência do cantor em sedativos pesados.

O Instituto Médico Legal exigiu na quinta-feira (9) que os médicos que cuidaram de Michael nos últimos anos entreguem seus históricos, informa o jornal “Los Angeles Times”.

Na entrevista à ABC, o pai de Michael Jackson afirma que não sabia do vício do ídolo pop em medicamentos.

“Eu não sabia o nome dos remédios que Michael tomava”, declarou Joe Jackson.

“Os medicamentos deveriam ajudá-lo a dormir. Mas ele nunca acordou. Michael morreu durante o sono”.

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br