Arquivo da tag: Jornalismo

Chifre nasce na testa de velhinha chinesa de 101 anos

Padrão

Um chifre nasceu no lado esquerdo da testa de uma velhinha de 101 anos. E agora teme que outro galho cresça no lado direito.

Zhang Ruifang vive em Linlou, na parte central da China. A idosa notou que uma pequena verruga estava aparecendo em sua testa, no ano passado.

Só que agora, o que era um calombinho, virou um chifre que seis centímetros. Pior, uma outra verruga surgiu do outro lado da testa.

Segundo o filho mais novo da velhinha, Zhang Guozheng, 60 anos, o chifre é feito de pele dura e grossa.

– Não demos muita bola no começo. Mas o chifre não para de crescer. E agora tem algo estranho crescendo do outro lado da testa.

A velhinha tem sete filhos e vários netos. Eles vivem na área rural da cidade e não têm dinheiro para mandar a idosa ao hospital. Ela afirma que o chifre não dói e não atrapalha sua vida tranquila de interior.

Cinta permite que bebê ouça música na barriga da mãe

Padrão

Já pensou em poder escolher as músicas que seu bebê vai ouvir antes de nascer? A empresa Nuvo está lançando o Nuvo Ritmo Pregnancy Advanced Sound que vai permitir com que as mães banquem DJs para os filhos que ainda não nasceram.

O equipamento é uma espécie de cinta, que funciona com alto-falantes acoplados a ele e que, ligados a um dispositivo de som – um iPod, um toca discos ou qualquer outra coisa que tenha entrada de fones de ouvidos – tocam música diretamente na barriga da mamãe. O preço sugerido pelo fabricante é de US$ 129,99 (R$ 233).

Ana Paula Padrão perde 3 kg gravando reportagens no Butão

Padrão

Ana Paula Padrão, apresentadora do “Jornal da Record”, perdeu 3 kg durante a semana que passou no Butão. Ana gravou no país uma série de reportagens especiais que serão exibidas entre os dias 23 e 28 de novembro. A notícia foi divulgada no jornal Folha de São Paulo, nesta terça-feira (10). 

Segundo a publicação, Ana Paula emagreceu por conta da falta de opção da culinária local, que usa pimenta como principal tempero.

O gancho da série de reportagens sobre o Butão, localizado entre a China e a Índia, é uma reunião que será realizada no final da próxima semana, em Foz do Iguaçu. O encontro irá discutir a Felicidade Interna Bruta (FIB), índice criado pelo país para medir o bem-estar da população.

 

 Fonte: http://www.folhavitoria.com.br/

Fim da Evolução da Humanidade

Padrão

Um professor da Universidade de Londres afirmou que a humanidade chegou ao fim de sua evolução.

O geneticista Steve Jones, em uma conferência chamada “O Fim da Evolução Humana”, argumentou que, devido aos

avanços da tecnologia e da medicina, já não são apenas os mais fortes que passarão seus genes para a geração

seguinte.

Ele sugeriu que o tipo de homens que encontramos no mundo hoje é o único que haverá – porque os seres humanos

não ficarão mais fortes ou inteligentes ou saudáveis.

“Acho que todos estamos de acordo com o fato de a evolução ter funcionado de forma adequada para o ser

humano no passado”, afirmou o cientista à BBC.

Evolução e passado

“Um dos exemplos está nas razões que permitiram que o homem negro vivesse na África e o branco pudesse viver

na Europa.”

“O homem branco perdeu o pigmento de melanina da pele, absorvendo mais radiação solar e produzindo mais

vitamina D, permitindo que seus filhos crescessem mais saudáveis.”

“Este é apenas um exemplo, há vários outros. Ao compreender como foi a evolução no passado, podemos deduzir

como será no futuro”, afirmou.

Segundo o cientista, para que exista evolução são necessários três fatores: seleção natural, mutação e mudanças

aleatórias.

O cientista acredita que os humanos reduziram de forma inesperada nossas taxas de mutação devido às mudanças

de nossos padrões reprodutivos.

Estes padrões reprodutivos incluem mudanças sociais como os padrões de casais e os mecanismos anticoncepcionais.

As substâncias químicas e a poluição também alteraram a genética humana.

Mas, o fator mais importante que alterou as mutações é a redução do número de homens mais velhos que têm

filhos.

Mutações

Diferente das mulheres que, com o avanço da idade produzem menos óvulos, os homens nunca deixam de produzir

espermatozóides.

Quando o homem chega aos 29 anos, em média a idade de procriação masculina ocidental, ele já copiou e repassou

300 vezes o espermatozóide original que o criou (e que foi passado por seu pai). Em um homem de 50 anos, isto já

ocorreu mil vezes.

Cada vez que o espermatozóide é copiado e repassado, ocorrem divisões celulares, cada uma com possibilidades de

mutação, e talvez de erros.

Desta forma, com menos pais em idade avançada existem menos possibilidades de passar para a geração seguinte

mutações ou defeitos aleatórios.

Sem seleção

“Outro fator (a ser levado em conta) é a diminuição da seleção natural”, afirmou Jones.

“Na antiguidade a metade das crianças que nasciam na Inglaterra morria antes de chegar aos 21 anos e estas

mortes eram a base da seleção natural.”

“Hoje, em grande parte do mundo desenvolvido, 98% destas crianças sobrevivem, chegam aos 21 anos, quase não

existem diferenças entre os que morrem e entre os que sobrevivem antes de se reproduzirem”, acrescentou o

cientista.

Segundo o cientista também foi reduzida a quantidade de mudanças aleatórias na raça humana.

“Atualmente os humanos são 10 mil vezes mais comuns do que deveríamos ser, tendo como base as regras do reino

animal. E isto se deve à agricultura.”

“No mundo todo, todas as populações estão cada vez mais ligadas e as possibilidades de mudanças aleatórias estão

diminuindo”, afirmou Jones.

De acordo com o geneticista, “estamos nos misturando em uma espécie de massa global e o futuro não será branco

e negro, será cor de café”.

“Acredito que vão ocorrer mudanças, mas nossas mudanças não serão físicas, serão mentais”, afirmou Jones.

 Fonte:globo.com

Marido de Claudia Leitte é acusado de agredir jornalista na Bahia

Padrão

Um repórter baiano acusou o marido de Claudia Leitte de tê-lo agredido em uma entrevista coletiva cedida pela cantora na Costa do Sauípe, no último sábado. Claudia estava lançando a nova música de trabalho, As Máscaras, e teria iniciado uma briga com o jornalista. A assessoria da cantora nega a agressão.

Segundo o repórter baiano André Lopes, o marido de Cláudia Leitte, Marcio Pedreira, o teria segurado pelo pescoço e o empurrado contra a parede. O jornalista não confirmou se a cantora teria apoiado a atitude do marido, mas disse que a agressão foi conseqüência de uma discussão que ele teve com Claudia.

O Jornalista e a cantora teriam iniciado uma discussão em meio a uma entrevista que Claudia concedia. André Lopes disse também, que teria sido convidado pela própria Claudia Leitte para participar da entrevista, mas que ela teria iniciado o “bate-boca”, perguntando por que o jornalista não gostava dela, já que sempre a criticava. “Eu falei que não tinha nada contra ela, mas contra os fãs dela. Aí começou o bate-boca.”

O jornalista também afirmou que a cantora teria o acusado de não ter ética e que ele teria falado que na faculdade havia aprendido a ter liberdade de expressão.   “Eu já não tenho um bom relacionamento com Claudia Leitte, ela não gosta das matérias que escrevo no site Universo Axé”, disse.

A assessoria de Claudia nega a agressão de Marcio e afirmou que o marido da cantora apenas teria separado os dois após a discussão. “Em respeito com o público, que aguardava o show de Claudia, Márcio apenas separou os dois, porque eles estavam discutindo e ela precisava começar o show”, confirmou Paulo Roberto Sampaio, assessor de Leitte.

Filme de Michael Jackson será exibido pela primeira vez no Brasil amanhã

Padrão

This Is It, o documentário sobre os preparativos da turnê que Michael Jackson faria pela Inglaterra, será lançado mundialmente na quarta-feira. Os jornalistas, no entanto, poderão vê-lo um dia antes dos fãs.

Até a semana passada, a informação era de que mais de 35 mil ingressos haviam sido vendidos antecipadamente para as várias sessões do filme, no Brasil. A atração ficará nos cinemas durante apenas duas semanas, e será lançada posteriormente em DVD e Blu-ray.