Arquivo da tag: look

Vestidos de noiva: Confira as fotos e escolha o seu!

Padrão

Tule e modelagem sereia estão em alta 

 

Você não curte vestidos de noiva estruturados e super tradicionais? A boa notícia é que as modelagens ajustadas, como o corte sereia, estão em alta. Em um evento carioca voltado para o mercado de casamentos, o tule também desponta como a grande aposta dos estilistas. Nesta temporada, ele não surge apenas em saias de bailarina, mas também em vestidos fluidos ou com corte em A, que valoriza praticamente qualquer tipo de corpo. A seguir, selecionamos as principais tendências do evento para ajudá-la na deliciosa escolha do vestido de noiva.
  • 1
    Sereia
    • A modelagem sereia aparece em diferentes modelos. Em geral, o mix de tecidos pontua a maioria dos vestidos, com corpo em renda e saia em tule.Com decote tomara-que-caia, mangas de renda ou tule, o vestido sereia delineia as curvas e pede um corpo em dia. Vale ressaltar que, quanto mais baixo for o corte em que começa a saia, maior será o destaque para os quadris. Se não deseja evidenciar a silhueta, opte por modelagens menos justas com saias que começam na altura da bacia.

    • 2
      Tule

       

       

      • Queridinho das últimas estações, o tule surge como uma aposta para vestidos mais lânguidos, sem muito volume na parte de baixo. A saia bailarina continua em alta, mas as camadas de tecido estão menos volumosas. O tule rebordado também é destaque, em aplicações que formam degradês, a partir do decote do vestido, ou em bordados pontuais, na barra da saia.
      • 3
        Saia em camadas
        • As saias em camadas equilibram a proporção entre os ombos e os quadris de forma sutil. No evento, elas surgem em tecidos encorpados ou fluidos, que suavizam a silhueta do corte sereia e dão movimento ao andar. Se você curte a ideia de ter volume na parte de baixo, escolha um véu de tule sem arremate para dar destaque ao vestido.
        • 4
          Renda
        • Clássica, a renda sempre fez parte do universo das noivas, mas ganhou forte projeção após o casamento do príncipe William com Kate Middleton. As mangas compridas, que andavam esquecidas, são vistas com frequência em casamentos tradicionais. Durante o evento, a renda surge cobrindo todo o vestido ou pontuando os modelos com detalhes rebordados em outros tecidos, com cetim e tule.
        • 5
          Sobreposições
          A sobreposição pode ser um recurso para noivas que desejam ter outro vestido para abrir a pista de dança. O tubinho com saia mullet é uma alternativa, mas  você pode optar por camadas volumosas na parte de baixo, deixando para mostrar as pernas apenas quando retirar a saia. Durante o evento, tecidos e detalhes sobrepostos, como capas e blusas de renda, atualizam o tomara-que-caia com modelagem clean.

Angélica reproduz capa da “Playboy”

Padrão

Angélica posou para a reprodução de uma capa clássica da Playboy. A apresentadora aparece com um look comportado na mesma pose que à tcheca Olga Schoberova, que foi capa da edição norte-americana, em março de 1964.

A foto foi feita por Christian Parente. Ainda não foi dessa vez que os fãs podem conferir Angélica em um ensaio nu. Depois dessa capa, quem sabe ela não se anima?

Aprenda a usar a chapinha sem detonar os cabelos

Padrão

 

Uma ala defende que a chapinha, além de ser prática para alisar os cabelos, também deixa os fios mais brilhosos, porque quando eles esticam as cutículas se fecham e a luminosidade aparece. Outro time acha que o aparelho é o grande vilão das madeixas danificadas se usado de forma incorreta.

Um terceiro grupo, o dos cabeleireiros, decretou o fim da prancha para o look da temporada. Segundo o beauty stylist Marco Antonio di Biaggi, do salão MG Hair, o cabelo bagunçado, ou “messy”, está com tudo entre os penteados mais modernos do momento. “A tendência é que o cabelo tenha ondulação e balanço no comprimento e a raiz mais baixa”, explica. Ou seja, a piastra vai para a gaveta.

Para tirar a prova dos nove, a revista ANA MARIA reuniu o especialista em saúde do cabelo, o dermatologista Valcenir Bedin, de São Paulo, e a cabeleireira Márcia Zenólia, do Espaço Coiffeur Longevitá, do Rio de Janeiro para responder 25 questões sobre chapinha. Veja aqui todas as dúvidas.

O que diz Valcenir Bedin:

A chapinha faz mal ao cabelo?
Não, desde que você use o produto certo, para proteger os fios do calor, e não exagere na temperatura do aparelho (no máximo 190 graus).

Que produto usar antes da chapinha?
Um leave-in termoativado, com silicone ou queratina.

E após?
Use hidratantes feitos à base de óleo, para repor a água perdida.

O que prejudica mais: a chapinha ou o secador?
A chapinha. Ela leva o calor diretamente aos fios. Por isso, deve ser usada com cuidado.

Quais são os danos causados pela chapinha?
Os fios podem ficar ressecados e, em casos extremos, quebrados e até mesmo queimados.

Quantos dias por semana pode usar?
Da maneira certa, todo dia.

Pode-se usar a prancha no cabelo molhado?
Não, porque para secar o cabelo inteiro é necessário pranchar os fios muitas vezes. Assim, seus fios poderão “cozinhar”. Faça escova antes da chapinha.

O aparelho pode encostar no couro cabeludo?
Não. Mantenha distância de, no mínimo, 3 centímetros, para evitar queimaduras.

Faz mal usar no cabelo de crianças?
Sim. Nunca aplique químicas ou aparelhos agressivos ao cabelo em pessoas com menos de 14 anos de idade.

O que diz Márcia Zenólia:

Qual a vantagem da chapinha de cerâmica?
Ela mantém a temperatura estável. Por isso, não é necessário passar a prancha muitas vezes no mesmo lugar.

E a de íons?
Ela acaba com o arrepiado, fecha as cutículas e deixa o cabelo mais brilhante e macio.

Fonte:veja