Arquivo da tag: moda

Renda e brilho: Tendência da meia-calça trabalhada para o Inverno

Padrão

As meias-calças com renda, detalhes em xadrez ou com brilho foram destaque de vários desfiles desta temporada e já estão nas lojas. A peça é uma opção para combinar com vestidos e saias em dias mais frios.

As marcas Trifil, Scala e Lupo lançaram várias opções desses tipos de meia. Elas podem vir com mais ou menos detalhes, mas são alternativas à meia de lã preta básica que dominou o último inverno.

 

O estilo esteve bastante presente nas semanas de moda brasileiras: no Fashion Rio e no São Paulo Fashion Week. A Triton desfilou meias que tinham desenhos de teias de aranha. O xadrez esteve nas pernas das modelos da grife Nica Kessler e o brilho fez parte do desfile da Printing.

 

Para aproveitar bem a tendência, é importante que a mulher combine essas meias com roupas mais sóbrias. Elas podem se tornar o destaque da produção, ao lado de minissaias e botas escuras e básicas. Como elas chamam atenção para as pernas, quem tem coxas grossas pode optar por combiná-las com saias fluidas e um pouco mais compridas (levemente acima do joelho).

Para aproveitar bem a tendência, é importante que a mulher combine essas meias com roupas mais sóbrias. Elas podem se tornar o destaque da produção, ao lado de minissaias e botas escuras e básicas. Como elas chamam atenção para as pernas, quem tem coxas grossas pode optar por combiná-las com saias fluidas e um pouco mais compridas (levemente acima do joelho).

Tendências em cabelo para o verão

Padrão

O Vila Batom foi conversar com o hair stylist Edu Levy, do Salão Saluvyté, em Moema, zona sul de São Paulo, para descobrir as tendências que deixarão suas madeixas super na moda.

O cabeleireiro revela que os Cortes certos terão um toque de ousadia e uma pitada de arte abstrata, com detalhes assimétricos – e influência dos anos 1920 e 1930. “Eles serão menores na parte de trás e alongados na frente, com formas geométricas. Terão uma graduação atrás, para distribuir o volume, deixando a frente com mais peso. Isso resulta em um visual desalinhado atrás e comportado na frente”, explica.

Além disso, quem tem os cabelos cacheados ou mesmo ondulados e está cansada daquela moda de ‘chapinha’, pode parar de se preocupar. “Os curtos cacheados e com ondas também estarão em alta”, conta Edu. E aquelas que curtem o cabelo bem jovial, com franjas, o cabeleireiro deixa a dica: “Elas serão leves e com forte tendência para se usar de lado“.

Já para os cabelos longos, o profissional diz que eles sofrerão certa influência dos anos 1960 e 1970, tanto para penteados, quanto no quesito cortes e cores. O loiro platinado – a la Marilyn Monroe – continua em alta, mas apenas nas pontinhas dos cabelos já claros. Mechas feitas com esse mesmo tom – sobre o tom natural dos cabelos – dará um toque especial às madeixas. “O platinado vai fazer a cabeça das loiras neste verão, mas com trabalhos em mechas e luzes ‘californianas’”, afirma. Os marrons frios também farão grande sucesso. Edu afirma que eles serão bastante utilizados em trabalhos de “ton sur ton”, ou seja o tom sobre tom – aplicando claros sobre escuros.

Um jeito bem facinho de saber como mudar o visual é olhar para a televisão. “A novela é um canal de formação de opinião e por isso dita tendências de comportamento e moda. E no que diz respeito ao cabelo, não é diferente”, pondera Edu.

As pontas douradas de Letícia Sabatella (a Ivone, de “Caminho das índias”), os lindos cachos de Ta´s Araújo (a Helena, de “Viver a Vida”) ou mesmo o curto e desajeitado cabelo de Guilhermina Guinle (a Amarilys de “Caras e Bocas”), com certeza irão influenciar os cabelos de muitas moças por aí. Isso porque a televisão tem esse poder de “ditar regras” e as atrizes de “fazer moda”. Essas ‘cabeças feitas’, segundo Edu, são perfeitas para exemplificar as tendências da próxima estação.

Conquiste os cachos dos seus sonhos

Padrão

Cacheados e crespos estão com tudo. Duvida? Marco Antônio de Biaggi, do M.G Hair, conhecido como o rei das loiras de fios longos e lisos, se diz apaixonado pelo castanho cacheado da atriz Taís Araújo. Marcos Proença, do Proença Hair & Care, e Julio Crepaldi, do salão Galeria, celebram a invasão de produtos pró-curly. O expert Charles Veiyga criou uma exposição fotográfica privilegiando os cachos e Aldeni Ribeiro, do Lay Out, enfatiza que o verão, de carona com as tendências internacionais, será dos looks com ondas de vários tipos. Seu cabelo se encaixa no perfil? Então, tire proveito dele.

BRILHO NATURAL

O formato irregular dos fios dificulta a distribuição da gordura protetora, e o ressecamento deixa o cabelo opaco. Uma ducha fria no último enxágue, diferentemente da quente, não remove a oleosidade natural: fecha as escamas e deixa o look reluzente.

TRIPLA HIDRATAÇÃO

Cabelo crespo exige o uso constante de produtos específicos. “Aplicar um bom condicionador, passar um leave-in e depois um modelador é fundamental para quem deseja cachos bem cuidados. E não pule etapas”, afirma Julio Crepaldi.

COQUE AMIGO

Depois de lavar e aplicar o leave-in, faça um rabo de cavalo (use elástico revestido), torça e prenda os fios em um coque firme. Seque com difusor em alta temperatura e baixa velocidade e solte. Assim, os cachos não armam e caem em ondas largas.

CASCATA PURA

Deseja o look da Taís Araújo, com cachos médios e volume sob medida? Enquanto seca, massageie a raiz com o próprio difusor (ele tem pontinhas em relevo) e solte os cachos da raiz às pontas.

NEW CURLY

Nem crespão nem ondulado. O chamado new curly tem inspiração no movimento hippie. “ Ele une cacheado com frisado. Faça tranças pequenas por toda a cabeça, aqueça-as com secador e solte depois, quando o cabelo já estiver frio”, diz Proença.

MATEMÁTICA DA TESOURA

Seja qual for o comprimento, o melhor corte deve ser sempre geométrico. “A posto no degradê, desfiando os fios com a tesoura de corte, do comprimento até as pontas. Dá leveza e caimento sem armar”, conta a cabeleireira Aldeni Ribeiro.

ACESSÓRIOS DO BEM

Ondulados são sensuais e versáteis. Para destacá-los, vale prender lenços ou faixas coloridas e até fivelas grandes, usadas apenas de um lado, levantando a raiz. “Na onda natural, hippie chic, amarre fitinhas na testa, rentes à raiz”, sugere Biaggi.

CACHOS DE FESTA

Depois de lavar, retire a umidade, aplique um produto termoativado e faça uma escova lisa. Com babyliss ou uma chapinha especial, modele os cachos alternando mechas finas e médias.

ROLINHOS PRÁTICOS

Não tem babyliss? Sem problemas. Com os fios úmidos, desembaraçados com ativador de cachos, separe o cabelo em mechas médias, enrole-as e prenda com grampos. Solte com os dedos.

CARINHO NA LAVAGEM

Nada de esfregar os fios. Espalhe o xampu com movimentos delicados, passando os dedos entre os fios para soltar nós e abrir os cachos. Antes de usar o secador, amasse as mechas, de baixo para cima, com uma toalha macia para não desmanchar as ondas nem provocar frizz, deixando o cabelo levemente úmido. “Isso faz com que os fios fiquem mais pesados e evita que armem”, conta Marcos Proença.

Fotos modelo Anna Luiza, Ford, Mari Queiroz; produtos, Carlos Cubi/Preços pesquisados em julho, sujeitos a alteração. Confirme na loja antes de comprar

Selecionamos alguns dos melhores lançamentos para você se apaixonar ainda mais pelos seus cachos. 

 Fonte: http://www.fiquelinda.com.br

Estudante Geisy aceita desfilar no carnaval do Rio

Padrão

Depois de ser hostilizada por colegas por usar um vestido muito curto durante uma aula na Uniban, Geisy Arruda, de 20 anos, promete criar ainda mais polêmica. A estudante de São Bernardo do Campo, no ABC paulista, acaba de aceitar o convite da escola de samba do Rio, Porto da Pedra, para fazer sua estreia na Marquês de Sapucaí.
 
A agremiação tem como enredo a história da moda, da indumentária e a intenção de provar que é possível usar pouca roupa sem ser vulgar. Para o presidente da escola, Uberlan de Oliveira, Geisy é a cara do enredo da vermelha-e-branca de São Gonçalo, região metropolitana do Rio.
 
“Você pode até não gostar, mas não se pode julgar uma pessoa pelo que ela está vestindo. Ela enfrentou todo esse preconceito e a minissaia faz parte do contexto porque é a moda tipicamente brasileira.”
 
Segundo a assessoria da escola, a estudante virá com pouca roupa e vai entrar na ala mais politilizada do desfile, mostrando que o Brasil não é apenas um polo copiador de moda. Ao R7, Geisy disse estar realizando o sonho da sua vida.
 
“Sempre quis participar, mas nunca tive grana nem para assistir das arquibancadas. Agora não serei uma mera espectadora, mal posso acreditar.”

15 regras para se vestir bem

Padrão
Ser elegante não é, nem de longe, uma missão impossível: com cuidados simples, dá pra ficar impecável e chique sem muito esforço!

1. Descubra seu tipo físico

Esse é o passo mais importante para se vestir bem. Tire as medidas e confira seu tipo de corpo:-Retângulo – Ombros, cintura e quadris têm as mesmas medidas.

-Ampulheta – Busto e quadril da mesma medida e cinturinha mais fina.

-Triângulo invertido – Ombros são mais largos do que os quadris e as coxas.

– Oval – A cintura, os ombros, as costas e o peito são maiores que os quadris e as coxas.

-Triângulo – Nesse tipo físico, os quadris são bem largos e os ombros são estreitos.

2. Valorize seus pontos fortes

 Qual é a parte mais bonita do seu corpo? Descubra e chame atenção para essa região. Se você adora suas pernas, por exemplo, aposte nas saias. Assim, você tira a atenção dos lugares de que gosta menos.

3. Não mostre demais a sua pele!

 Usar um superdecote com uma minissaia até destaca todos seus atributos, mas fica vulgar. Se seu objetivo é ficar sensual, deixe apenas uma região à mostra e use um belo salto alto. É mais que suficiente!

4. Reconheça sua idade

 O que vestimos aos 15 anos dificilmente continuará legal no corpo quando chegarmos aos 30. A partir dessa idade, é preciso redobrar a atenção: roupas com cortes mais estruturados ficam melhor, porque não destacam defeitinhos como celulite, culote e barriga.

5. Enxugue as medidas

 A maneira mais fácil de fazer isso é usar roupas escuras. Mas nada de fazer o look preto total, que deixa a imagem muito pesada! Incremente a produção com uma bela bolsa ou com acessórios coloridos e alegres.

6. Vista seu número

 Se você usa roupas maiores que seu tamanho, só para poder esconder as gordurinhas, está cometendo um crime contra si. O mesmo serve para quem veste jeans apertado: destaca justamente o que não deveria.

 7. Descubra o poder dos decotes

 Os decotes em V e U são perfeitos para quem tem busto grande. Já os do tipo canoa e tomara-que-caia aumentam o tamanho dos ombros e são ótimos para quem tem ombros muito estreitos.

 

8. Aposte nos acessórios

 Eles levantam qualquer modelito e desviam a atenção dos seus defeitinhos. Atente para as combinações – não dá para usar brinco hippie com colar de pérola. Evite pôr tudo: brinco, pulseira, colar, anel, tornozeleira… Você não é uma vitrine!

9. Deixe a calça tocar no peito do pé

 Sabe por quê? Quando encosta em cima do pé, a calça alonga a silhueta. Isso dá a impressão de que você é mais magra. A barra deve parar no meio do salto. Se for usar uma sapatilha ou um sapato baixinho, dobre um pouquinho a calça, para que a barra não fique arrastando no chão.

10. Cuidado com pregas e volumes

 

Eles podem aumentar ainda mais suas medidas. Por isso, tome cuidado na hora de usá-los. Coloque pregas e volumes apenas se quiser valorizar a região onde eles vão ficar. Uma boa ideia é usar uma saia balonê quando você é reta e não tem bumbum. O efeito é chique e imediato!

11. Escolha estampas pequenas

 Quer usar estampas? Aposte nas pequenas. As grandes aumentam as medidas e, na maior parte das vezes, só ficam bem em sofás e cortinas.

12. Tenha peças curingas

 

Sempre tenha no guarda-roupa: vestido preto, terninho de cor neutra, casaquinhos de meia-estação, camisas brancas, sapato fechado de salto médio, bota elegante, uma bolsa básica e um bom e surrado jeans.

13. Respeite seu estado de espírito

 Quando uma pessoa está triste, procura cores sempre escuras. Quem está alegre usa peças mais vivas. Não quebre a cabeça tentando um look colorido se não estiver num bom dia. Que tal o pretinho básico?

14. Atente para o tecido

 Panos pesados, como brim, lã e sarja, podem estragar o visual. Use-os com moderação. Sempre que escolher uma peça assim, combine-a com tecidos mais leves.

15. Olhe-se no espelho!

 Esta é a principal regra para se vestir bem. Aprenda a se ver! Quando estiver experimentando uma peça, preste atenção em como ela cai no seu corpo.

 

 Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

Aprenda a usar os Lenços

Padrão

 

Dê um toque de charme à produção sem gastar muito

No dia-a-dia, celebridades como Fernanda Lima e Claudia Raia também viraram adeptas da moda dos lenços. “Além de útil e estilosa, a peça tem o poder de expandir o guarda-roupa”, diz a consultora de estilo Titta Aguiar, de São Paulo. Multiuso, lenços e echarpes vêm também na cintura e, principalmente, no pescoço. Use sem medo!

 Qual escolher? Prefira os quadrados, mais fáceis de adaptar, de tecidos com caimento natural e tamanho proporcional — isso evita que criem volume desnecessário. Quanto às cores, nada de timidez: a moda pede modelos com tons fortes e estampados. Para escolher o melhor para sua pele, coloque a peça junto ao seu rosto sob a luz e veja qual tonalidade a deixa mais corada.

 Mas lembre-se… · Até o mais discreto dos lenços chama atenção. Por isso, cuidado para não destacar partes que, na verdade, gostaria de disfarçar.
· Lenço amarrado no pescoço pede brincos discretos.
· Quem tem seios fartos deve evitar lenços amarrados na altura deles. O mesmo vale para quadris largos.
· Pescoço coberto por lenço? Só para quem tem essa região do corpo alongada!

 No pescoço · Irreverente: Transforme o lenço numa faixa. Envolva-o de forma justa ao pescoço. Dê um nó no final. Prenda as pontas na parte da frente da camisa (fechada até o último botão ou aberta, com o colo à mostra).
· Descolada: Faça um triângulo com o lenço e dê o nó atrás do pescoço. Use sobre camisas, por baixo de paletós, com camiseta ou regata — nesse caso, deve cobrir algum decote.
· Moderna: Forme triângulo com o lenço e amarre-o no estilo caubói — dessa vez, dê o nó na frente, por cima da parte grande do lenço. Não use com peças muitos largas — aumenta sua silhueta — nem justas demais — fica desproporcional. Essa amarração também vale para o keffiyeh, o lenço tradicional palestino, com estampas étnicas e franjas e é usado por homens e mulheres. Nesse caso, coloque-o sobre camisetas, blusas fechadas ou paletós — mas só quando a temperatura estiver amena ou fria. Mais antenada, impossível
· Despojada: À moda dos gaúchos, amarre em triângulo, com nó na parte da frente, sobre o colo.

 Na cabeça · Transformados em faixas, lenços e echarpes podem cobrir completamente os fios, apenas a parte superior da cabeça ou servir como tiara. Deixe as pontas soltas, caindo sobre os ombros.
· Use echarpes como cachecóis, tanto sob paletós e jaquetas ou com blusinhas — deixe o colo à mostra.
· Com echarpe bem fininha, dê um nó na altura das saboneteiras, criando um tipo de gravata. Fica lindo com regata, camisa e terninho!

 

 Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

Grávida e linda

Padrão

Que as mulheres são vaidosas, todos sabem. Na gravidez, há um motivo a mais para se sentirem lindas: o barrigão. Isso sem contar os cabelos que ficam mais sedosos, o busto que dá aquela “turbinada”, tudo de forma natural. Para completar o sentimento de plenitude, a moda se atualizou e trouxe um montão de modelitos modernos, elegantes, lindíssimos (de botar inveja em qualquer uma) para as futuras mamães. É ou não é para ficar em estado de graça?

 Confira no SLIDE SHOW os looks que vão deixar você linda

 Na onda da estação Friozinho chegando, momento de aquecer a lareira e também o guardarroupa. “Para este outono-inverno, a boa pedida são as calças de boca reta tanto na alfaiataria quanto no jeans, os vestidos medianos de tecidos planos, as batas e as camisas”, revela Daniela Lobo, estilista da grife Zazou de moda gestante. “O tricô volta forte na nova coleção e algumas peças vêm mais detalhadas: com babados, jabours e martingales”, aponta a estilista.

 

 Para o dia-a-dia, as sapatilhas são a melhor opção em conforto

 Os  Recortes abaixo do busto para destacar o decote, pregas, botões grandes, listras e estampas geométricas são tendência”, acrescenta Marina Pontieri, responsável pelo estilo da grife Maria Barriga. Tudo acompanhado dos elegantes lenços, echarpes, cachecóis, colares e anéis. “Quanto aos acessórios, a novidade fica por conta das peças de resina multicoloridas e dos adornos feitos com fios e têxteis”, afirma Camila Nuñez, também estilista da grife Maria Barriga.

Abuse dos tons escuros: “Desde o preto clássico e o azul-marinho ao cinza acompanhado dos vinhos e dos tons pastéis”, sugere Daniela. “O verde musgo, o azul petróleo e o bordô serão sensação”, enfatiza Marina. Todas essas cores já desfilam juntas nas passarelas em estamparias xadrez e no poá.

E atenção: a figurinha mais esperada do outono-inverno está de volta: a bota. “As de cano longo e salto baixo estão mais em evidência”, revela Marina. Para o dia-a-dia, no entanto, as sapatilhas são a melhor opção em conforto. “Já os saltos são permitidos e ajudam a compor um look mais formal, mas devem ser baixos e largos para não cansar muito”, adverte Daniela.

Trabalho “A calça preta de alfaiataria com uma camisa branca social é sempre um ótimo curinga”, aconselha Daniela. Os tailleurs e as saias de corte reto no joelho são ótimas alternativas. “Mas se você deseja inovar, opte por um terninho ou um vestido básico de cor única”, acrescenta a estilista. Lembre-se, apenas, de não abusar dos decotes nem deixar o barrigão de fora.

Festas “Os longuetes e ternos com cortes clássicos sempre fazem sucesso. Mas se a festa exigir black-tie, use vestidos longos de tecidos nobres”, afirma Daniela. “Seda, tafetá, cetim são os mais indicados por darem um caimento especial no corpo da grávida”, ensina Marina. Se optar pelo tradicional binômio calça e camisa, “dê preferência a camisas em tecidos mais leves, finos e com uma leve transparência como o microchiffon silk acetinado e calças com um cetim mais brilhoso”, complementa a estilista.

Malhação – “Legging, camiseta básica e tênis costumam ser a melhor pedida”, afirma Daniela. “O importante é investir em tecidos naturais, leves, flexíveis e confortáveis como o algodão, a viscolycra, o liocel e modal”, enfatiza Camila. Os moletinhos também caem bem, sobretudo, no inverno.

Casual – Aqui você pode pôr a criatividade para funcionar. Vestidos mais curtos, shorts e bermudas com batas são os looks mais procurados. Tudo básico ou mais estampado. Para um casual “mais formal”, calça jeans, scarpin e bata.

Enterrando mitos

Se você recebeu a notícia da gravidez e se prepara para aumentar seu guardarroupa em 20 números, saiba que essa história de gestante usar roupa larga é ultrapassada. “As peças acinturadas podem e devem ser usadas. São elas que valorizam o corpo da mulher e destacam o que agora ela tem orgulho de exibir: a barriga”, afirma Daniela. Até mesmo uma peça mais ampla poderá diminuir alguns números. “Com os cintos e faixas é possível fazer uma versão mais justa de uma peça ampla”, sugere Camila. As pregas e plissados cumprem esse papel e valorizam o busto – que estará exuberante nessa fase!

  As listras horizontais podem aumentar a silhueta quando usadas em blusas

  Outro mito que os estilistas derrubam é o de que as cores escuras são as mais favoráveis às gestantes. Se você estiver um pouco acima do peso, pode até ser que essa sabedoria popular funcione, mas roupas claras podem – e devem – ser usadas numa boa. “O importante é evitar a transparência, por isso, quando a peça for clara, dê preferência aos tecidos mais grossos (tricoline, linho), sobretudo, em shorts e calças”, frisa Camila.

Pelo mesmo motivo, abuse das estampas. Cuidado apenas para não exagerar no tamanho e localização da mesma. “As listras horizontais, por exemplo, podem aumentar a silhueta quando usadas em blusas”, afirma Camila. “Prefira os desenhos geométricos, as listras desproporcionais ou as estampas corridas meio manchadas e sobrepostas”, sugere Marina. A estilista lembra: “Não se prenda ao conceito de certo e errado. Estilo é um traço individual. Quase tudo é permitido. Dependerá muito da personalidade, criatividade e gosto de cada uma”, finaliza Marina.

O que está esperando para renovar seu guardarroupa com looks que a façam sentir-se linda e especial? Essa fase é única, aproveite-a. Você é o centro das atenções, comece já a sua coleção de elogios. Fiu-fiu!

Fonte:http://msn.bolsademulher.com