Arquivo da tag: nutrir

Sucos verdes:uma revolução 3

Padrão

A Revolução dos Sucos Verdes
Sou plenamente a favor do uso da tecnologia a serviço do homem, desde que esta esteja harmonizada com a Natureza. Hoje já temos possibilidades reais de transformar a relação atual de que desenvolvimento tecnológico significa destruição ecológica. Energia magnética, limpa e sem custo, biocombustível, bioconstrução, reciclagem, bioplástico, ecovilas, todos estes mecanismos fazem parte de um possível futuro do desenvolvimento humano neste planeta.
Dentro deste contexto de tecnologias bem utilizadas, a sugestão é começar com algo já disponível e existente em grande parte dos lares: o liquidificador. Este equipamento (ainda) barulhento é, na minha compreensão, subutilizado pela maioria das pessoas. Com este simples aparelho e um pouquinho de conhecimento é possível criar inúmeros pratos utilizando somente ingredientes saudáveis. Pães e bolos naturais, leite e queijos de sementes, molhos deliciosos e o protagonista deste artigo: o suco verde.
O suco verde é algo especial por uma série de motivos. Seu preparo é rápido e fácil, seu custo é baixo e o fato de ser batido dispensa o tempo de mastigar (não que alguém mastigue devidamente hoje em dia) necessário para quebrar a estrutura da planta e deixar os nutrientes acessíveis, facilitando a assimilação dos mesmos. Além disso, tem a virtude de tornar o sabor das verduras acessível para qualquer um, até mesmo crianças “fresquinhas”. O segredo? A combinação de folhas verdes com frutas.
Muitas pessoas intuitivamente ou por conhecimento compreendem que vegetais e frutas não se combinam em termos digestivos. Isto se dá em muitos casos (experimente comer melancia com cenoura e veja como o seu estômago reage), mas recentemente foi observado que frutas e folhas combinam entre si muito bem. Chimpanzés dão prova disto ao comer sanduíches de bananas enroladas em folhas de alface.
Surpreendo-me sempre com as combinações de sabor que surgem experimentando diversas misturas. Manga, banana e salsão. Pêra com folhas de beterraba. Maçã, couve e hortelã. As possibilidades são muitas, mas não quero deixar de expressar minha mais deliciosa preferência: manga e coentro.
É tudo muito simples: um pouco de água no fundo do liquidificador, as frutas, as folhas, bater, servir, beber. Quanto mais fresco melhor. Caso seja possível usar água de coco verde (fresca, não aquelas de caixinha) no lugar da água comum, considere-se um ser afortunado.
As frutas devem estar sempre bem maduras e, sempre que possível, recém colhidas, assim como as folhas. Quanto mais próximas de seu local de cultivo mais vitalidade trazem consigo.
Muito importante, diria até fundamental é a preferência por hortaliças orgânicas, de preferências cultivadas por produtores que cuidem de uma boa remineralização do solo. Hortaliças banhadas com agrotóxicos (agro – tóxicos = venenos da agricultura) e cultivadas com adubos químicos, além de poluir a corrente sanguínea daqueles que delas se alimentam dificilmente trazem dentro de si todos os minerais e elementos promotores de saúde que esperamos estar ingerindo quando comemos vegetais.
A Transformação da Saúde

Com algum tempo de sucos verdes diariamente em sua dieta você pode começar a experienciar alguns pequenos “milagres”. Um exemplo. Das verduras se obtém farto suprimento de magnésio, mineral responsável pelo bom funcionamento do coração, o relaxamento das artérias e de todo o organismo. Quando se ingere uma quantidade satisfatória deste mineral é possível observar uma tendência à tranqüilidade, à ausência de stress, à boa circulação sanguínea. A flexibilidade aumenta em nível físico e em nível mental.
O corpo tem uma inteligência própria. Muitas vezes os desejos por determinado alimentos se relacionam com suas necessidades. Grande parte dos casos de pessoas viciadas em chocolate, por exemplo, relaciona-se à deficiência de magnésio (o cacau é rico em magnésio). O que acontece quando o corpo reconhece os sucos de folhas verdes como fonte pura, superior e sem efeitos colaterais deste mineral? Isso mesmo: aquela vontadezinha quase incontrolável por uma barra de chocolate em determinados momentos pode se transformar num saudável salivar por um maço de salsas. Parece impossível, mas aconteceu comigo, um ex-chocólatra devorador de barras enormes que hoje olha para o chocolate como alguém olha para um pedaço de madeira. Ou melhor dizendo, como um adolescente que olha para o brinquedo que gostava muito quando era criança e percebe que cresceu.
Assim é a inteligência do corpo, este brilhante veículo biológico projetado pela maior de todas as inteligências: a Natureza. Dê ao corpo o combustível ideal e perceba sua disposição em manifestar sua programação original: Saúde.
Percebo hoje que na muitas vezes difícil tarefa de mudança de hábitos alimentares é mais fácil para as pessoas acrescentar do que retirar. Talvez a mais incrível conseqüência da inclusão dos sucos verdes na alimentação diária seja a transformação automática dos hábitos alimentares. Sim, pois ao nutrir, alcalinizar e oxigenar o organismo, os fungos e parasitas vão perdendo seu lugar cativo e seu poder de sugerir ao corpo que se alimente com aquilo que os alimenta: açúcar, alimentos refinados e outras inconveniências. É assim com os “miraculosos” sucos verdes: acrescente-os em sua dieta e observe, sem esforço, os maus hábitos caírem por terra e os bons hábitos chegando naturalmente. Você consegue imaginar o valor desta ferramenta?
Mais fácil do que imaginar é praticar. Comece amanhã mesmo se lhe interessar. Esta é uma proposta de revolução ecológica que começa dentro de cada um. É um movimento suave em busca da evolução de toda a humanidade. Simples, econômico, agradável e praticável. Associe a cor verde com a Saúde e logo perceba os bons frutos desta sabedoria se manifestando em sua vida. E viva!

Fonte:guiavegano

Emagrecendo com Sucos Desintoxicantes

Padrão

O corpo humano necessita de 5 alimentos para funcionar com saúde e harmonia. São eles:

– A água e líquidos que tomamos (direta ou indiretamente), para viabilizar todos os sistemas de transporte (trocas, nutrição, excreção, etc.) e comunicação, seja hídrica ou elétrica;
– Os nutrientes e micronutrientes, através dos alimentos ricos em carboidratos, proteínas e gorduras nutricionais, como também sais minerais, vitaminas, fibras, etc.;
– O prana, que é a energia solar e cósmica, que entra em nós através da pele e da respiração;

– O oxigênio que respiramos, para dar energia e vida a todas as 70 milhões de células e;
– A atividade física; para dar força e tônus a todos os sistemas.
E, quando falamos de sucos desintoxicantes, estamos mexendo diretamente com 3 destes alimentos.
Os sucos desintoxicantes, por serem preparados como um coquetel de vegetais crus (frutas, folhas, raízes, legumes e germinados), frescos e maduros, cumprem a função de:

• hidratar com a água e fibras naturalmente contida nos vegetais,
• nutrir de forma efetiva e instantânea, pelo seu estado liquefeito e;
• energizar e vitalizar, pois com seu frescor e maturidade, contém elevado teor de prana.
Bem, pesquisas têm demonstrado que a hidratação diária, da forma correta, é um hábito eficaz para o controle da obesidade. Esses estudos mostram que, mesmo a água comum, atua como um poderoso moderador de apetite e estimulante do metabolismo.

Mas, e se junto a esta água, temos agregado todo o valor nutricional e energético dos sucos desintoxicantes?

Multiplicaremos a possibilidade de sucesso!

As principais explicações

O consumo diário e regular de água e sucos desintoxicantes nos ajuda a:
• ingerir cerca de 100 calorias a menos em cada refeição;
• acelerar a queima de calorias em cerca de 30%;
• fazer uma faxina geral, ou seja, limpar as toxinas e venenos que prejudicam a saúde e o trabalho celular e;
• diminuir significativamente a absorção de carboidratos e gorduras.

Parece óbvio, não?

O sucesso costuma estar no simples. Mas, o segredo, asseguram os especialistas, está na forma de hidratar-se. É preciso criar hábitos na quantidade, na freqüência e nos momentos corretos.

A recomendação é tomar um total de 2 litros de água/dia. Não é difícil alcançar essa meta. Pense em 3 sucos desintoxicantes/dia (750 ml), mais 2 garrafinhas de 500 ml (por perto), para tomar água sempre que lembrar, além do líquido naturalmente contido nas refeições.

Não vale tomar água ou sucos na hora da refeição matinal, almoço ou jantar. Tome seus sucos desintoxicantes 30 a 60 minutos antes de cada lanche ou refeição. Dessa forma, sem maior esforço, estima-se que menos 100 calorias serão consumidas em cada refeição, revela um estudo da Penn State University, nos Estados Unidos.

E mais, não fique muito tempo sem se alimentar ou tomar líquidos, pois o corpo vai ficando desidratado. Nessas condições, o metabolismo fica 50 vezes menos eficiente, ou seja, maior probabilidade de acumular gordura. Tome água mesmo quando não estiver com sede. Quando você chega a sentir a boca seca, significa que não consumiu a quantidade necessária de água, e mais, o cérebro, o sistema digestivo e as células já estão com uma queda de no mínimo 30% de sua eficiência.

Pesquisas demonstraram que as pessoas que têm o hábito da hidratação regular ao longo do dia, se sentem mais saciadas após as refeições, em comparação com aquelas que tomam líquidos somente durante as refeições.

Nosso corpo confunde as sensações de fome e sede. Ao tomar um bom suco desintoxicante 30 minutos antes das refeições, haverá uma natural redução do apetite e da compulsão.

E mais, beber 2 copos de suco ou mesmo água, acelera a queima de calorias em 30% durante 30 minutos, revelou um estudo alemão. Como a fome funciona em ondas, se você tomar 2 copos de água a cada meia hora, manterá seu ritmo metabólico elevado durante todo o dia.

Não precisa tanto, porque quando tomamos os sucos desintoxicantes e água regularmente, o organismo fica com o metabolismo mais rápido e é obrigado a usar suas reservas de gordura para dar conta do funcionamento acelerado. Isso significa que, ao tomar sucos desintoxicantes e água regularmente, boa parte dos carboidratos ingeridos a cada refeição não serão estocados, além da possibilidade de serem queimados os excessos de gordura corporal (já estocados).

As células de gordura contêm menor proporção de água que as demais células do organismo. Ao aumentar a proporção de água, tais células desestabilizam e tendem a se desfazer.

Alguns truques:

Experimente colocar uma pedra de gelo no seu suco desintoxicante. O metabolismo irá ficar 4% mais ativo. Isso porque o organismo gasta energia para se aquecer do resfriamento provocado pela água gelada.

Só em último caso – se você não consegue parar de comer mesmo quando já está satisfeita, experimente tomar 1 copo de suco desintoxicante no final da refeição. Ele irá cortar a compulsão.

Importante lembrar – os sucos desintoxicantes devem ser preparados com vegetais crus, frescos e maduros (idealmente orgânicos), devem ser ingeridos imediatamente após seu preparo e não devem conter açúcar.

Fonte:vegetarianismo