Arquivo da tag: Record

“Programa do Gugu”, da Record, alcança a liderança na audiência

Padrão

O “Programa do Gugu”, da Record, alcançou ótimos resultados no ibope no último domingo (8). A atração, exibida das 19h56 à 0h, conquistou a liderança durante 24 minutos, marcando picos de 17 pontos.

De acordo a prévia da audiência, na média geral, o programa comandado por Augusto Liberato ficou na vice-liderança isolada com 12 pontos. O ranking das emissoras foi o seguinte: Globo – 19,6, Record – 12, SBT – 9,5, RedeTV! – 9,1 e Band -1,6.

O “Programa do Gugu” exibiu o quadro “Sonhar Mais Um Sonho”, uma reportagem sobre o drama das pessoas obesas, a semana do ex-morador de rua Piu-Piu, o quadro “Vou Não Vou”, entre outras atrações. Cada ponto no Ibope equivale a cerca de 55,5 mil domicílios, na Grande São Paulo.

“Pânico” empata com SBT e encosta na Record ao falar de Zina

Padrão

O programa “Pânico na TV” exibido neste domingo falou sobre Zina, integrante da atração detido na última semana portando cocaína, e deixou a RedeTV! empatada com o SBT em terceiro lugar na audiência por mais de 20 minutos.

De acordo com dados consolidados do Ibope, o humorístico registrou média de 10 pontos e se aproximou da Record, que marcou 11 pontos. No mesmo horário, a Globo liderou com 20 pontos de audiência.

Na disputa do fim de semana, o “Domingo Legal” registrou 8 pontos de média e deixou o SBT na frente da Record durante a exibição do programa “Tudo É Possível”. Já na disputa de Gugu com Silvio Santos, a Record venceu a briga no Ibope com 11 pontos contra 9.

O “Fantástico”, que nos últimos domingos vinha registrando médias abaixo dos 20 pontos para a Rede Globo, voltou a recuperar parte da audiência, marcando 20 pontos no último fim de semana (1). Neste horário, a Record registrou média de 11 pontos e o SBT marcou 9.

Em inauguração da Record, presidente Lula faz ataque velado à TV Globo

Padrão

Rio de Janeiro – Em discurso na inauguração de dois novos estúdios da Rede Record de televisão, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva referiu-se veladamente à Rede Globo, acusando “alguns formadores de opinião” de tentar “conduzir a opinião pública” para formar o que chamou de “pensamento único”. Ao lado de dirigentes da Record, emissora ligada à Igreja Universal do Reino de Deus e rival da Globo, Lula elogiou o surgimento de novas opções na TV brasileira e pediu que ainda surjam outras alternativas no setor para que haja mais concorrência.

“Não seria bom para o Brasil se a gente tivesse apenas uma televisão produzindo novela. Não seria bom para o Brasil se a gente tivesse apenas uma televisão dando informações”, disse o presidente, em referência à líder Globo, sem citá-la.

“Antigamente, sem controle remoto, (a televisão) ficava num canal só porque a gente ficava brigando em família para ver quem levantava para mudar o canal. Mas, agora, com controle remoto, não precisa levantar, é só clicar”, afirmou. “O que está acontecendo na verdade? Essas alternativas estão permitindo que o povo brasileiro não seja vítima de alguns formadores de opinião pública que não querem formar opinião pública, mas querem conduzi-la a um pensamento único, a uma verdade única, sem permitir que as pessoas tenham possibilidade de ter opções de informação.”

Torcida

Lula elogiou a iniciativa da Rede Record, que começou a investir em 2005. Segundo o presidente, “não era muita gente que acreditava no Brasil” naquela época. “Aqueles que em 2002 não tinham votado em mim, depois da vitória, ficaram em 2003 e 2004 torcendo para que o governo não desse certo”, declarou. “Acompanho os meios de comunicação no Brasil e sei o quanto a Record e o povo da Record foram vítimas de preconceito.”

O presidente lembrou que, ao assumir o governo, o País, além de não ter reservas internacionais, devia US$ 30 bilhões ao FMI. “Hoje este país pagou ao FMI, emprestamos mais US$ 10 bilhões ao FMI e temos US$ 230 bilhões em reservas para dar segurança para a balança comercial e para enfrentar crises como esta que enfrentamos”, afirmou Lula, tentando fazer um paralelo com a atuação da Record.

O presidente chegou acompanhado do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), e dos ministros Dilma Rousseff (Casa Civil), Franklin Martins (Comunicação Social) e Orlando Silva (Esportes). Ciceroneado pelo presidente da Rede Record, Alexandre Raposo, conheceu os novos estúdios, antes da solenidade. Lula brincou de cameraman, chegando a focalizar a ministra Dilma e o governador do Rio.

O presidente também brincou de filmar os fotógrafos que o acompanhavam e gritou: “Cena 1, imprensa!” Cabral também entrou na brincadeira, entrevistando Lula: “É o programa Jornalismo de Verdade, vou entrevistar o homem mais importante do Brasil”. A uma repórter da Record, o presidente afirmou que, para sobreviver, o político tem que ser “um pouco artista”.

Nova novela da Record

Padrão

Ribeirão do Tempo, próxima novela da Record não haverá muita diferença entre mocinhos e vilões, algo já experimentado por dramaturgos como Manoel Carlos (Globo) e Lauro César Muniz (da Record, em Poder Paralelo, por exemplo). Marcílio Moraes, autor da trama, sinaliza com uma radicalização nesse sentido.

“Nesta novela, a fronteira do bem e do mal não está bem definida”, afirma. Uma dessas personagens “fronteiriças” será a de Bianca Rinaldi. Ela interpretará uma executiva de uma companhia imobiliária internacional que irá construir um mega-resort na cidade em que a trama se passa, mudando a vida das pessoas e influenciando nos acontecimentos.

Um pouco mais próximos do mal, mas sem os rótulos de vilões, estarão Jualiana Baroni e Caio Junqueira. A Record ainda negocia com uma jovem atriz da Rede Globo para ocupar o papel que seria de Mel Lisboa.

Ronaldo perdoa Record e negocia primeira entrevista

Padrão

O jogador Ronaldo está se preparando para dar a primeira entrevista para a emissora Record. Ele quer dar prioridade para Mylena Ciribelli, do Esporte Fantástico, com quem vem negociando.

Ronaldo não falava com a emissora desde que o ‘Hoje em Dia’ deu destaque ao envolvimento dele com travestis. Ele ficou chateado com Britto Jr.

Miro Moreira: “Não sou gay e nunca tive nenhum caso com o Gianecchini”

Padrão

O paulistano Miro Moreira, aos 25 anos, foi um dos quatro modelos escolhidos para fotografar ao lado de Madonna quando a diva veio ao Brasil, no ano passado. Mas a fama veio depois da participação no reality show A Fazenda, da Record.

Miro explicou os rumores de um caso amoroso com Gianechini. “Foi antes de entrar na em A Fazenda. Eu não ligo porque sei muito bem qual a minha opção sexual. Estava no Bar Figa, um karaokê. Amigos meus conheciam ele e fomos apresentados nessa noite. Uma hora fui cantar com o Gianecchini e o Flávio e começaram a tirar fotos da gente cantando. Daí saiu no outro dia. Eles cortaram o Flávio, botaram eu e o Gianecchini juntos. Isso foi antes de eu entrar para A Fazenda. Não sou amigo íntimo dele, não tenho telefone dele. Não sou gay e nunca tive nenhum caso com Gianecchini. Meu negócio é outro. Gosto é de mulher, graças a Deus.”

Conheça os novos participantes da Fazenda 2

Padrão

Karina Bacchi e Sheila Mello estão em “A Fazenda 2”

 

O mistério sobre os participantes de ” A Fazenda 2“, que estreia em novembro, foi em parte solucionado. A coluna “Retratos da Vida”, do jornal “Extra”, divulgou oito dos 14 integrantes do reality show da Rede Record.
A atriz Karina Bacchi, as dançarinas Sheila Melo e Adriana Bombom e a bandeirinha Ana Paula Oliveira já estão escaladas para o time feminino da atração. Além da atriz Andressa Oliveira, que ficou conhecida como a ex de Theo Becker.
Os homens serão representados por Sérgio Mallandro, o ex-jogador Vampeta e o ator André Segatti. De acordo com a publicação, Claudio Heinrich deve confirmar sua presença no programa nos próximos dias.