Arquivo da tag: sucos

Verão é tempo de hidratação com sucos naturais!

Padrão

Verão é tempo de se hidratar, pois mesmo chovendo está muito abafado. A melhor hidratação é’ a feita com água pura. Mas se você quiser incluir um suquinho natural ao seu lanche da manhã e da tarde, muito cuidado com as calorias. Ele pode ser usado, mas com atenção para não aumentar muito a quantidade calórica da sua dieta.

Pensando nisso, busquei para vocês uma listinha que contém a quantidade calórica dos principais sucos de frutas. É ver para crer.

Todos os sucos estão sem açúcar, podendo adicionar sucralose ou stevia. As calorias são referentes a 1 copo de 300 ml.

Limonada suíça – 38 cal
Melão – 60 cal
Cupuaçu – 72 cal
Morango – 78 cal
Maracujá – 80 cal
Goiaba – 86 cal
Maca com clorofila – 90 cal
Caju – 92 cal
Cacau com morango – 92 cal
Graviola – 94 cal
Melancia com gengibre – 96 cal
Abacaxi com hortelã-  100 cal
Açaí – 116 cal
Laranja com pitanga – 127 cal
Mamão com acerola – 130 cal
Laranja com cenoura e beterraba – 139 cal
Tangerina – 160 cal
Uva verde com água de coco – 184 cal
Laranja com manga – 198 cal
Coco com água de coco – 250 cal

Cabelos vitaminados

Padrão

Confira oito deliciosas receitas de sucos com nutrientes que estimulam o crescimento.

Saúde das madeixas

Nutrientes que contribuem para a vitalidade dos fios:

Vitaminas do complexo B – combatem a queda e ajudam a reparar as mechas quebradiças;
Vitamina A – regula a oleosidade;
Vitamina C – revitaliza e dá elasticidade aos cabelos;
Vitamina E – melhora a circulação;
Ferro e ácido fólico – evitam a anemia, doença relacionada com a queda excessiva de cabelos;
Aminoácidos – substâncias que formam a estrutura do fio.

Massagem com “efeito rapunzel”

 Durante o banho, use os dedos para massagear suavemente o couro cabeludo por cerca de dois minutos. Ao melhorar a circulação, você contribui para o crescimento saudável dos fios!

Dica: Uma vez ao dia substitua o lanche da manhã ou da tarde por um copo de suco e sinta a diferença!

Suco de laranja com agrião

 Ingredientes:
1 laranja sem casca cortada em pedaços
1 folha de couve com o talo
folhas de agrião com o talo a gosto
1/2 cenoura
1 fatia de abacaxi
Hortelã a gosto
Gelo a gosto

Modo de preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador.

Vitamina de maçã

 Ingredientes:
1 maçã
100g de acerola
100ml de iogurte natural
1 colher (sopa) de mel claro

Modo de preparo:
Centrifugue a maçã e bata-a no liquidificador com o restante dos ingredientes.

Suco de beterraba com linhaça

 Ingredientes:
1/2 beterraba
1 folha de couve
Sumo de 2 laranjas
7 uvas escuras
2 colheres (chá) de semente de linhaça

Modo de preparo:
No liquidificador, bata os ingredientes e beba.

Bebida verde

 Ingredientes:
1 laranja sem casca
3 galhos de rúcula
3 galhos de agrião
1 colher (sopa) de mel
1 buquê de brócolis
Gelo a gosto

Modo de preparo:
Coloque tudo no liquidificador e bata.

Suco vermelho

 Ingredientes:
1/2 cenoura
1 e 1/2 rodela de beterraba
1 laranja
4 morangos

Modo de preparo:
Centrifugue a cenoura, a beterraba e a laranja. Coloque o suco no liquidificador e acrescente os morangos. Bata por 20 segundos.

Suco de couve com limão

 Ingredientes:
1 folha de couve
1/2 limão com casca
1 colher (chá) de germe de trigo
1 castanha-do-pará
1 copo (200 ml) de água

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador, coe e tome em seguida.

Bebida de cenoura com acerola

 Ingredientes:
1/2 cenoura
1 polpa congelada de acerola
1 colher (sopa) de farelo de aveia
1 copo de 200 ml de água

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador e tome imediatamente.

Vitamina de morango

 Ingredientes:
1 polpa congelada de morango
1 colher (chá) de germe de trigo
1 colher (sopa) de farelo de aveia
1 copo de 200 ml de leite de soja

Modo de preparo:
Bata os ingredientes no liquidificador e sirva imediatamente.

 

 Fonte: http://mdemulher.abril.com.br

Explore as frutas e todas as suas variações

Padrão
Atender a recomendação diária de frutas nem sempre é tarefa prática. Elas precisam estar presentes no cardápio todos os dias, representadas por três a cinco porções. Atingir este consumo é fundamental para que o organismo obtenha fibras, água, vitaminas e minerais suficientes para manter as suas funções diárias , ressalta a nutricionista funcional Patrícia Davidson. A especialista da clínica que leva seu nome afirma que a variedade também é importante. Cada fruta se destaca por um tipo de vitamina ou mineral, e tem variações na quantidade de água . (5 deslizes que põem sua saúde em risco)
Para ficar em dia com as recomendações e garantir todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do seu organismo, vale mesclar as frutas in natura com alimentos que contam com a participação delas. Sucos naturais, geléias, frutas secas e até mesmo sorvetes são maneiras diferentes de consumir as porções diárias, variando no sabor. (Aprenda a combinar os alimentos e vença a balança) 
Patrícia alerta, no entanto, que algumas regras devem ser seguidas para que a equivalência seja eficaz. Os sucos, por exemplo, precisam ser naturais e não podem ser coados. Quando passados pela peneira, diversos benefícios das frutas, como as fibras necessárias para o funcionamento do intestino e para a manutenção da glicose e do colesterol, são perdidos. (Cascas e talos rendem receitas nutritivas e deliciosas)

A orientação é para que, além de optar por sucos naturais, a ingestão seja feita logo depois do preparo , ressalta a responsável pela equipe nutricional do Minha Vida, Roberta Stella, sobre mais um fator que exige atenção. Ela explica que as vitaminas hidrossolúveis, como a vitamina C, por exemplo, são facilmente perdidas. Por isso, quanto menor for o intervalo entre a preparação e o consumo, melhor o aproveitamento. (Dieta das brasileiras é pobre a ponto de pôr a saúde em risco).

Os sorvetes também devem ser obtidos das próprias frutas para que as vantagens se aproximem das frutas in natura. Roberta alerta, porém, para a presença de açúcar e gordura na composição deles. (Você sabe diferenciar os tipos de gordura?)

Quando o foco são as geléias, o alarde feito por Patrícia Davidson é sobre a quantidade de adoçantes que muitas delas apresentam. Procure as geléias sem açúcar, mas certifique-se também que elas não sejam repletas de adoçantes. Eles fazem com que o produto perca a característica natural. Escolha geléias que sejam doces apenas pelo sabor da fruta , orienta. (Alguns adoçantes engordam e são suspeitos de causar câncer)
Ainda de acordo com Patrícia, para as geléias contribuírem nutricionalmente com a alimentação, devem ser consumidas todos os dias, pelo menos, na quantidade de uma colher de sopa. Mas a geléia não deve substituir todas as porções de frutas do dia. Pode ser trocada apenas uma vez, porque apresenta uma grande perda de nutrientes no preparo . Mesmo assim, o doce vale como opção para dar sabor a alimentos como bolachas, pães e torradas.
Já a desvantagem das frutas secas é que elas não apresentam a mesma variedade das versões in natura. Goiaba, carambola e morango são exemplos de saquinhos que você não encontra nas prateleiras dos mercados. Patrícia diz que as frutas secas precisam ser bem acondicionadas para manter as características nutricionais das versões naturais. Guarde dentro de potes hermeticamente fechados na geladeira. Isso ajuda a evitar a deterioração por fungos e mantém a qualidade nutricional do produto , aconselha.

Ao consumir a forma desidratada das frutas, atente para os excessos. Segundo Roberta Stella, eles são mais facilmente cometidos quando a quantidade de água dos alimentos é reduzida. Além disso, apesar de práticas e ótimas para os lanches intermediários, as frutas secas apresentam mais calorias que suas versões naturais. (Conheça mais sobre as frutas secas)

Aposte em sucos poderosos
Para aproveitar não só os nutrientes dos sucos, mas também a potente combinação de ingredientes funcionais, Patrícia indica as seguintes receitas.

Suco anti-celulite
Ingredientes
– 1 colher de sobremesa de salsa
– 1 pires de chá de couve manteiga crua
– 1 fatia média de abacaxi
– 350 ml de água de coco
– 3 folhas de hortelã
– ½ limão para suco

 

Modo de preparo
No dia anterior ao preparo do suco, coloque a água de coco em forminhas para gelo e leve ao congelador. Para preparar o suco, bata bem no liquidificador a água de coco, a couve e a salsinha. Acrescente o abacaxi, gotas de suco de limão e hortelã. Bata até ficar bem homogêneo. Adoce, caso seja necessário. Se preferir, substitua o abacaxi por melão.

Patrícia explica que a mistura de antioxidantes e verduras é potente para reduzir a inflamação típica da celulite. De acordo com ela, as verduras garantem maior desintoxicação, o limão contém vitamina C e limoneno, ambos com atividade antiinflamatória, garantindo uma pele mais lisa. O potássio da água de coco evita a retenção de líquido, outra característica do processo inflamatório. A receita ainda colabora na recuperação das células e dá mais viço a ela, melhorando o aspecto de casca de laranja.

Metabolismo acelerado
Ingredientes
– 1 colher de sopa de mate solúvel
– 1 copo de 200 ml de água
– ½ maçã sem semente
– ½ mamão papaia
– 1 banana prata
– ½ copo de 100 ml de leite de soja
– Gelo a gosto

 

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva gelado.

Por ser um suco protéico, a bebida é energética e estimulante, garantindo que o metabolismo funcione a todo vapor. Segundo a nutricionista funcional Patrícia Davidson, a presença do mate na receita faz o suco interessante para as manhãs, já que garante mais disposição para o dia. A especialista aconselha a preferir o mate solúvel em vez do industrializado apresentado em copinhos, pois o primeiro é isento de aditivos químicos. Os aditivos, quando consumidos com regularidade, influenciam no metabolismo, tornando-o mais lento.

Desintoxicante
Ingredientes
– 1 copo de 300 ml de abacaxi em cubos
– 1 colher de sopa de raspas de casca de limão
– ½ colher de sobremesa de gengibre fresco ralado

 

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva.

Os componentes do abacaxi, como vitaminas do complexo B, ácido pantotênico e vitamina A, fazem a fruta ser energética. Além disso, o abacaxi tem efeito antiinflamatório, diurético e digestivo, graças a uma substância encontrada em seu miolo, a bromelina. Já a casca do limão e o gengibre contêm substâncias antioxidantes, tendo funções antiinflamatórias. Quanto maior for a expulsão de toxinas do organismo, mais disposição física você vai notar. Outros benefícios percebidos são pele mais firme e intestino funcionando em ordem. 

Suco para pele dourada e hidratada
Ingredientes
– ¼ de uma cenoura média crua
– ¼ de um mamão papaia médio
– ½ limão médio para suco
– 1 colher de sobremesa de semente de linhaça dourada
– 1 colher de sobremesa de gérmen de trigo
– 1 colher de sobremesa de farelo de semente de linhaça dourada
– Água

 

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes e sirva.

O mamão papaia e a cenoura se destacam por serem ricos em vitamina A, nutriente capaz de recuperar e regenerar o tecido celular. Fundamental também para a saúde dos cabelos e unhas. Além disso, a receita contém grandes quantidades de vitamina C e flavonóides, que entram em ação contra os radicais livres, protegendo a pele dos efeitos nocivos do sol e prevenindo contra o envelhecimento precoce. Já o gérmen de trigo contém quantidade suficiente de vitamina E. Juntamente com o ômega-3 fornecido pela linhaça dourada, o ingrediente garante a hidratação da pele e também preveni o envelhecimento das células.

 
 Fonte:yahoonoticia/EU

Sucos verdes:uma revolução 3

Padrão

A Revolução dos Sucos Verdes
Sou plenamente a favor do uso da tecnologia a serviço do homem, desde que esta esteja harmonizada com a Natureza. Hoje já temos possibilidades reais de transformar a relação atual de que desenvolvimento tecnológico significa destruição ecológica. Energia magnética, limpa e sem custo, biocombustível, bioconstrução, reciclagem, bioplástico, ecovilas, todos estes mecanismos fazem parte de um possível futuro do desenvolvimento humano neste planeta.
Dentro deste contexto de tecnologias bem utilizadas, a sugestão é começar com algo já disponível e existente em grande parte dos lares: o liquidificador. Este equipamento (ainda) barulhento é, na minha compreensão, subutilizado pela maioria das pessoas. Com este simples aparelho e um pouquinho de conhecimento é possível criar inúmeros pratos utilizando somente ingredientes saudáveis. Pães e bolos naturais, leite e queijos de sementes, molhos deliciosos e o protagonista deste artigo: o suco verde.
O suco verde é algo especial por uma série de motivos. Seu preparo é rápido e fácil, seu custo é baixo e o fato de ser batido dispensa o tempo de mastigar (não que alguém mastigue devidamente hoje em dia) necessário para quebrar a estrutura da planta e deixar os nutrientes acessíveis, facilitando a assimilação dos mesmos. Além disso, tem a virtude de tornar o sabor das verduras acessível para qualquer um, até mesmo crianças “fresquinhas”. O segredo? A combinação de folhas verdes com frutas.
Muitas pessoas intuitivamente ou por conhecimento compreendem que vegetais e frutas não se combinam em termos digestivos. Isto se dá em muitos casos (experimente comer melancia com cenoura e veja como o seu estômago reage), mas recentemente foi observado que frutas e folhas combinam entre si muito bem. Chimpanzés dão prova disto ao comer sanduíches de bananas enroladas em folhas de alface.
Surpreendo-me sempre com as combinações de sabor que surgem experimentando diversas misturas. Manga, banana e salsão. Pêra com folhas de beterraba. Maçã, couve e hortelã. As possibilidades são muitas, mas não quero deixar de expressar minha mais deliciosa preferência: manga e coentro.
É tudo muito simples: um pouco de água no fundo do liquidificador, as frutas, as folhas, bater, servir, beber. Quanto mais fresco melhor. Caso seja possível usar água de coco verde (fresca, não aquelas de caixinha) no lugar da água comum, considere-se um ser afortunado.
As frutas devem estar sempre bem maduras e, sempre que possível, recém colhidas, assim como as folhas. Quanto mais próximas de seu local de cultivo mais vitalidade trazem consigo.
Muito importante, diria até fundamental é a preferência por hortaliças orgânicas, de preferências cultivadas por produtores que cuidem de uma boa remineralização do solo. Hortaliças banhadas com agrotóxicos (agro – tóxicos = venenos da agricultura) e cultivadas com adubos químicos, além de poluir a corrente sanguínea daqueles que delas se alimentam dificilmente trazem dentro de si todos os minerais e elementos promotores de saúde que esperamos estar ingerindo quando comemos vegetais.
A Transformação da Saúde

Com algum tempo de sucos verdes diariamente em sua dieta você pode começar a experienciar alguns pequenos “milagres”. Um exemplo. Das verduras se obtém farto suprimento de magnésio, mineral responsável pelo bom funcionamento do coração, o relaxamento das artérias e de todo o organismo. Quando se ingere uma quantidade satisfatória deste mineral é possível observar uma tendência à tranqüilidade, à ausência de stress, à boa circulação sanguínea. A flexibilidade aumenta em nível físico e em nível mental.
O corpo tem uma inteligência própria. Muitas vezes os desejos por determinado alimentos se relacionam com suas necessidades. Grande parte dos casos de pessoas viciadas em chocolate, por exemplo, relaciona-se à deficiência de magnésio (o cacau é rico em magnésio). O que acontece quando o corpo reconhece os sucos de folhas verdes como fonte pura, superior e sem efeitos colaterais deste mineral? Isso mesmo: aquela vontadezinha quase incontrolável por uma barra de chocolate em determinados momentos pode se transformar num saudável salivar por um maço de salsas. Parece impossível, mas aconteceu comigo, um ex-chocólatra devorador de barras enormes que hoje olha para o chocolate como alguém olha para um pedaço de madeira. Ou melhor dizendo, como um adolescente que olha para o brinquedo que gostava muito quando era criança e percebe que cresceu.
Assim é a inteligência do corpo, este brilhante veículo biológico projetado pela maior de todas as inteligências: a Natureza. Dê ao corpo o combustível ideal e perceba sua disposição em manifestar sua programação original: Saúde.
Percebo hoje que na muitas vezes difícil tarefa de mudança de hábitos alimentares é mais fácil para as pessoas acrescentar do que retirar. Talvez a mais incrível conseqüência da inclusão dos sucos verdes na alimentação diária seja a transformação automática dos hábitos alimentares. Sim, pois ao nutrir, alcalinizar e oxigenar o organismo, os fungos e parasitas vão perdendo seu lugar cativo e seu poder de sugerir ao corpo que se alimente com aquilo que os alimenta: açúcar, alimentos refinados e outras inconveniências. É assim com os “miraculosos” sucos verdes: acrescente-os em sua dieta e observe, sem esforço, os maus hábitos caírem por terra e os bons hábitos chegando naturalmente. Você consegue imaginar o valor desta ferramenta?
Mais fácil do que imaginar é praticar. Comece amanhã mesmo se lhe interessar. Esta é uma proposta de revolução ecológica que começa dentro de cada um. É um movimento suave em busca da evolução de toda a humanidade. Simples, econômico, agradável e praticável. Associe a cor verde com a Saúde e logo perceba os bons frutos desta sabedoria se manifestando em sua vida. E viva!

Fonte:guiavegano

Sucos Verdes: uma Revolução 2

Padrão

Desde tempos antigos a Clorofila é tratada como um “agente miraculoso de cura”. Foi provado que a Clorofila é grande auxiliar no tratamento de câncer1 e arteriosclerose2. Abundante pesquisa científica nos mostra que dificilmente existe alguma doença que não pode ser ajudada através da ingestão de clorofila.
A composição elementar das folhas verdes as coloca entre os alimentos mais alcalinizantes do planeta. Para quem não sabe, o sangue humano é naturalmente alcalino e estar nesta condição significa sentir-se como um peixe dentro da água. Um agradável conforto se instala, a respiração se torna longa e contínua, os pensamentos se acalmam, as emoções se suavizam. Quando a corrente sanguínea está alcalinizada é muito difícil de fungos, parasitas, bactérias patogênicas e tumores se desenvolverem. Isto significa que a imunologia e a alcalinidade sanguínea estão intimamente ligadas. Algo a se considerar nos dias de hoje onde as pessoas acidifcam seu sangue a cada refeição açucarada e mal combinada, a cada noite mal dormida, a cada discussão, a cada má notícia recebida.
São diversas as suas ações do reestabelecimento da saúde promovido pela Clorofila. Além da nutrição excelente, esta molécula carrega consigo quantidades significativas de oxigênio. O oxigênio nutre as bactérias benéficas dos intestinos e é letal para fungos, bactérias, tumores e células cancerosas. Este fato por si ressalta a importância das verduras para a construção, manutenção e regeneração da boa saúde.
Como se não fosse suficiente, é possível ainda citar diversos outros benefícios das muitas qualidades desta substância extraordinária: melhoramento da qualidade e da contagem de células sanguíneas, ajuda na prevenção do câncer, prevenção e tratamento da anemia, remove toxinas da corrente sanguínea, ajuda a purificar o fígado, regula a menstruação, melhora a qualidade do leite materno, acelera a cicatrização (pode ser aplicada topicamente também), elimina odores corporais (chulé, etc.) limpa os dentes e a estrutura da gengiva, elimina mau hálito, alivia problemas de garganta, ajuda a tratar inflamações e a remover muco e catarro, torna a visão mais nítida, alivia hemorróidas, alivia dores e fortalece todo o sistema imunológico.
Parece propaganda de algum produto milagroso, é na verdade é. A diferença é que não estou tentando vender nada, mas simplesmente disponibilizar o conhecimento do tesouro que temos espalhado em nosso planeta, crescendo incessantemente por toda parte e em diversas formas, tão acessível e tão necessário para esta civilização que sofre por pura falta de saber.
Muito interessante, mas o que fazer se não gosto de verduras?
Tudo bem, verduras decerto não são, à primeira vista, as mais atraentes opções disponíveis ao paladar. Tem gente que detesta, tem gente que gosta, mas uma coisa é fato: quase ninguém ingere uma quantidade significativa destes vegetais.
A dieta moderna, repleta de estimulantes de paladar como açúcar, frituras salgadas e molhos temperados torna difícil a tarefa de apreciar sabores suaves e diferentes, como o levemente amargo dos vegetais. Quantas pessoas trocariam uma pizza por um prato cheio de rúcula? Assim sendo, temos uma dificuldade natural para comer uma quantidade significativa de folhas verdes.
Mesmo aquelas pessoas que afirmam comer “bastante salada” possivelmente se enquadram no perfil de pessoas que poderiam se beneficiar de uma ingestão maior de verdes. Afinal, muitas vezes o termo “bastante salada” se refere a um prato com duas folhas de alface, quatro de rúcula, cenoura ralada e duas fatias de tomate. Como se pode observar, quase nada de folhas verdes. Estima-se através de análises do FDA americano que uma quantidade diária significativa de folhas verdes por pessoa seria algo como um molho de salsinha, ou seis folhas de couve.
Foi constatado através de várias pesquisas que o homem tradicionalmente come pouca quantidade de verdes em sua dieta. Talvez pelo sabor pouco atraente. Pior: a maioria das pessoas não mastiga suficientemente as verduras para que todos os nutrientes sejam liberados para uso do organismo.
Neste ponto é perceptível a necessidade de uma alternativa viável para se usufruir dos inúmeros benefícios destes notáveis alimentos de uma maneira condizente com a necessidade atual das pessoas: rapidez, praticidade, economia e sabor agradável.

Fonte:Guiavegano

Sucos Verdes: uma Revolução

Padrão

Verduras, ou folhas verdes comestíveis, são alimentos maravilhosos. Farta e segura fonte de minerais como cálcio, magnésio, fósforo, potássio, vitaminas diversas, aminoácidos, enzimas e muita vitalidade, a ingestão de folhas verdes traz consigo uma série de benefícios.
Coletoras naturais da luz solar, as folhas verdes quando ingeridas liberam na corrente sanguínea uma substância que denominamos Clorofila, esta magnífica molécula verde que é o sangue do reino vegetal. É algo fascinante perceber a semelhança da molécula da clorofila com a molécula da hemoglobina. Apenas uma ligação química as diferencia.
Os verdes podem ser vistos como luz do sol comestível, já que é na Clorofila que colore suas folhas a responsável por capturar e processar a energia que é irradiada do astro-rei. Clorofila é luz líquida! Consumir Clorofila regularmente é como banhar os órgãos internos em luz solar, vivificando e renovando todo o sistema. É como abrir as janelas da casa num dia ensolarado. Não torna o ambiente mais agradável?
Clorofila é a fonte primária de alimentação dos animais herbívoros. Observe os cavalos, as vacas e os elefantes que não comem carne, não bebem leite (depois da infância), não comem ovos, não comem soja (naturalmente) nem feijões de qualquer tipo e no entanto apresentam notável corpulência e massa muscular. Comem, e muito, capim. E o que existe no capim? Minerais, aminoácidos e… Clorofila!
Se não como carne, nem soja, nem leite, nem ovos, onde posso conseguir as proteínas que meu corpo necessita?
as proteínas são compostas por diversos aminoácidos, assim como um jardim é composto de diversas flores. Os aminoácidos são, assim, os precursores das proteínas.
É surpreendente o quanto pouco se conhece o fato de que os verdes figuram entre as melhores e mais completas fontes de aminoácidos biodisponíveis. Isto significa que o consumo de uma quantidade e variedade apropriada de verduras fornece os tijolinhos necessários para a síntese de qualquer proteína que o corpo necessite, sem que para isto seja preciso intoxicar a corrente sanguínea com substâncias impróprias como os antinutrientes da soja, os antibióticos e hormônios artificiais e naturais presentes na carne e no leite e outras muitas substâncias que causam ao organismo dificuldades desnecessárias.
Fornecer ao corpo os aminoácidos ao invés de proteínas completas (presentes na carne, no leite, nos ovos, etc.) é como construir a partir de tijolos ao invés de ter que primeiro demolir uma casa para depois utilizar seus tijolos na construção. Simplificamos o trabalho do organismo, evitamos a geração de subprodutos desnecessários e economizamos energia que seria gasta com a digestão. E para onde vai esta energia economizada? Para a faculdade de pensar, para a sensibilidade dos sentidos, para o processo de desintoxicação do organismo…
A Clorofila como um agente de desintoxicação do corpo humano.

Fonte:Guiavegano