Arquivo da tag: sugestões

Jornal On Line para jovens

Padrão

Jovens com idade entre 15 a 18 anos deixam de lado a leitura e trocam pela principal ferramenta de descontração: o computador.

Segundo a pesquisadora Zayra Cristina Lisboa Gomes, estudantes do ensino fundamental ao ensino médio fazem pouco uso da leitura diária em revistas ou jornais, principalmente textos longos.

A idéia do projeto Jornal On Line é atrair o jovem à leitura. Para isso, ela pretende fazer um jornal com notícias variadas, abordando principalmente esportes, política, economia e outros assuintos que os jovens julgam ser as mais complicados.

O jornal terá análises e explicações, com linguagens simples, atrativas, dinâmicas, com charges e infografias. A notícia chegará aos jovens através da ferramenta que eles mais utilizam, o computador.

Será um jornal confeccionado quinzenalmente e oferecido a uma rede de escolas, terá links que irão remeter a textos acadêmicos, que servirão como fonte de pesquisas, levando os jovens a aprofundar mais em seus estudos e desenvolver o gosto pela leitura.
A pesquisadora Andréa Oliveira desenvolve uma pesquisa sobre a Internet como um novo meio que as pessoas se descobem e se relacionam. Fazer novas amizades, iniciar relacionamentos amorosos são exemplos de práticas cada vez mais comuns no ambiente telemático. O objetivo de Andréa é mostrar como as pessoas se comportam neste novo mundo.

Para sua pesquisa, Andréia pretende estudar um site específico que ainda não foi definido e fazer comparações com revistas que até então eram a única forma encontrada pelas pessoas para este tipo de relacionamento.

Um de seus objetivos é mostrar um aspecto positivo, que é como estes sites ajudam pessoas mais tímidas a encontrar amigos ou namorados. Já como um aspecto negativo, ela abordará a solidão que o uso constante da Internet pode causar. As pessoas trocam as companhias por horas acessando sites de relacionamentos.
Em uma comparação, ela pretende demonstrar a linguagem usada pelos sites e a linguagem usada nas revistas. “Em um mundo tão globalizado onde a comunicação é tão abrangente, as pessoas se sentem sozinhas e procuram a Internet como um meio de se aproximar de outras pessoas”, diz ela.