Arquivo da tag: tudo o que você precisa saber

Passo a Passo da gestação

Padrão
Fique informada de cada uma das fases de sua gravidez. Saiba semana a semana, tudo que está acontecendo com o bebê, a mamãe e o papai durante a gravidez… 
 
 

de 1 a 7 semanas
 
O método de contagem da idade gestacional começa mesmo antes de ter acontecido a concepção (fecundação). Dessa forma, a semana 1 começa com o 1º dia da sua última menstruação. Ainda não há bebê. A partir da concepção, no final da 2ª semana, pela nossa contagem, o bebê aparece e passará por uma série de transformações. >> mais
Nada ainda. Nesse momento está acontecendo o preparo do berço do bebê, ou seja, o útero estará sofrendo profundas modificações para receber o futuro embrião em desenvolvimento. >> mais
No início dessa semana acontece a concepção. Os espermatozóides encontram-se com o óvulo na trompa e o milagre da vida começa. É um processo que leva cerca de 24 horas. Um espermatozóide pode sobreviver mais de 48 horas no canal genital feminino. >> mais
No final desta semana as células do zigoto se multiplicam enquanto ele caminha pela trompa, dando origem a uma minúscula estrutura (cerca de 0,2 mm de diâmetro – 5 vezes menor que a cabeça de um alfinete) que consiste de várias células agregadas em torno de uma pequena cavidade cística denominada blastocisto. >> mais
O embrião em desenvolvimento tem 3 membranas celulares. Na membrana superior (ectoderma), forma-se o tubo neural, que posteriormente se transformará no sistema nervoso (cérebro, medula espinhal), pele, pelos e cabelos, lentes do olho, revestimento dos ouvidos interno e externo, nariz, seios da face, boca, ânus, esmalte dos dentes, hipófise e glândulas mamárias. >> mais
Os primeiros batimentos cardíacos do embrião já começaram. Ele mede cerca de 2,5 mm de comprimento no início dessa semana e tem a forma de um “S”. O embrião já apresenta o esboço da cabeça, coração e um tubo neural. O crescimento é muito rápido nessa fase. O cordão umbilical se forma. Os olhos e ouvidos começam a se desenvolver, bem como a boca e a língua. >> mais
O bebê mede cerca de 6 mm de comprimento no início desta semana (é o tamanho de um grão de arroz). A formação dos braços e pernas continua, embora os dedos das mãos e dos pés ainda não tenham se formado. As regiões da coxa, perna e pés podem ser distinguidas nos brotos dos membros inferiores. >> mais
 
 
O embrião mede cerca de 12-13 mm de comprimento no início desta semana. A face continua a mudar, aparecem as orelhas, os olhos e a ponta do nariz. Os futuros dentes se desenvolvem sob as gengivas. O coração separa-se em 4 câmaras. Os batimentos cardíacos vistos ao ultra-som são muito rápidos, cerca de 170 batidas por minuto.
  >> mais



 

de 8 a 11 semanas
(gomo de uva)

Nessa fase quase todos os órgãos e estruturas do feto estão formados. Eles continuarão a crescer e desenvolver até o parto. Os dedos das mãos e pés já se separaram e os pelos e unhas iniciam o seu crescimento. Os genitais começam a assumir seu aspecto final feminino ou masculino. O líquido amniótico começa a se acumular à medida que os rins do bebê começam a excretar urina.
  
>> mais



de 12 a 15 semanas
(ameixa)
 
 
de 16 a 19 semanas
(tomate)

Se você nunca sentiu os movimentos do bebê, é possível que já possa percebê-los, pois os seus ossos estão cada vez mais enrijecidos. Agora as pernas são maiores que os braços e ele move os membros com muita frequência. Há ainda muito espaço para se mover dentro do útero. As unhas dos dedos também estão crescendo. Há o aparecimento do couro cabeludo.
 
>> mais



de 20 a 23 semanas
(laranja)

Estamos na metade do caminho da gestação e o bebê dorme e acorda como um recém-nascido. Os cabelos do couro cabeludo começam a se formar. A presença dos pelos temporários, denominados de “lanugo”, aparecem na cabeça. O lanugo cai na segunda semana após o nascimento, permitindo o crescimento dos finos pelos do couro cabeludo.
>> mais


 
 
O feto ainda é magro e não possui muito tecido gorduroso. O bebê deve ganhar cerca de 80 gramas esta semana enquanto o corpo começa a se tornar mais rechonchudo. Esse ganho de peso é traduzido por músculos, ossos e crescimento dos órgãos e tecidos. As ondas cerebrais fetais começam a ativar os sistemas auditivo e visual.
>> mais



de 24 a 27 semanas
(beringela)

Seu bebê está crescendo e se desenvolvendo a uma velocidade incrível. As sobrancelhas e os cílios agora estão presentes, e os cabelos estão mais espessos. As pálpebras se abrem e os olhos estão completamente formados. O corpo está mais roliço e rechonchudo. Pesa em torno de 1200-1300 gramas, mede cerca de 35 cm da cabeça aos pés.
>> mais



de 28 a 31 semanas
(repolho)
 
 
de 32 a 35 semanas
(melão)
 

O feto repousa sobre o útero – não mais flutua. Os olhos se abrem na fase alerta e se fecham durante o sono. A cor dos olhos é geralmente azul, embora a pigmentação permanente ainda não esteja totalmente desenvolvida. A formação final da pigmentação dos olhos (a cor dos olhos) requer exposição à luz e usualmente acontece poucas semanas após o nascimento.
>> mais



de 36 a 39 semanas
(jaca)
 

Faltando cerca de 4 semanas para o final, o feto está quase pronto para nascer. Ele pode adentrar o canal de parto a qualquer momento a partir de agora. Nesta semana a gordura está preenchendo os ombros e joelhos bem como formando dobras no pescoço e cintura. As gengivas do bebê estão bem duras agora. Ele pesa em torno de 2800-2900 gramas e mede cerca de 46 cm.
>> mais


 
 
40 semanas
     
 
 


A última semana. O bebê pesa em torno de 3300 a 3700 gramas e mede cerca de 50-51 cm dos pés à cabeça. Nessa fase a maior parte do vérnix caseoso já desapareceu e 15% do peso do corpo é representado por gordura, 80% dos quais estão sob a pele, os outros 20% estão em torno dos órgãos; além disso o tórax se expande. No momento do nascimento, o bebe tem cerca de 300 ossos. Alguns deles vão fundir com outros mais tarde, e isto explica o porque que os adultos possuem apenas 206 ossos no corpo. O feto demonstra mais que 70 diferentes sistemas de reflexos comportamentais que são automáticos e não condicionados (não aprendidos); esses são necessários para sua sobrevida. >> mais