Arquivo da tag: relação

Orgasmo inusitado: sonho, beijo e até o toque nos seios podem levar a ele

Padrão

Nem só de penetração vive o orgasmo. E tem explicação científica para isso. “Tudo que é mucosa tem terminação nervosa: na vagina, no ânus, na glande do pênis e na boca. E todo lugar com terminação nervosa tem potencial para ser estimulado a ponto de provocar o orgasmo”, fala o ginecologista e terapeuta sexual Dr. Amaury Mendes Júnior “O clitóris centraliza mais, porque é o único órgão do corpo humano completamente voltado para o prazer”, complementa.

Não é à toa que, no início da vida sexual, ainda sem provar do ato propriamente dito, uma adolescente pode alcançar o prazer máximo apenas com o beijo. É o que acontece quando o clima começa a esquentar e os corpos são friccionados, um no outro.“A propósito, a boca tem o mesmo número de terminações nervosas encontradas na vagina”, acrescenta o especialista.

Para a mulher, a coisa é menos complicada ainda, nesse sentido. “A mulher tem uma capacidade muito maior de se envolver com a fantasia, com as sensações. O homem centraliza todo o prazer no uso do pênis”, analisa. Abaixo, quatro maneiras inusitadas de alcançar o orgasmo:

  • 1
    Pelo toque nos seios
    Segundo pesquisa divulgada pelo Journal of Sexual Medicine, a estimulação do mamilo ativa uma área do cérebro conhecida como o córtex sensorial genital. Esta é a mesma região do cérebro ativada pela estimulação do clitóris. O que significa que o cérebro das mulheres entende a estimulação do mamilo e dos genitais da mesma forma. Isso pode ser suficiente para levar ao orgasmo.
  • 2
    Enquanto dorme
    Não temos controle sobre os nossos sonhos, mas nossos sonhos podem ter controle sobre nosso corpo. Um sonho erótico é capaz de mexer com o subconsciente a ponto de ultrapassá-lo e alcançar o consciente. Com isso, o que era sonho, vira realidade – na medida do possível. Você não conseguirá transportar um parceiro para a sua cama, por exemplo. Mas não é incomum acordar ‘molhada’. E, acredite, é possível chegar além, sem querer, querendo. “O inconsciente não tem freio. Uma fantasia que não se consegue realizar acordada, pode acontecer no sonho. Sem perceber, quem dorme se mexe, como manda a imaginação, estimulando as regiões erógenas. E a consequência desse toque pode ser o orgasmo”, explica o Dr. Amaury Mendes.
  • 3
    Com o beijo na boca
    Tudo que é mucosa tem terminação nervosa. E toda terminação nervosa tem potencial para estimular a ponto de levar ao orgasmo, explica o terapeuta sexual. “A propósito, a boca tem o mesmo número de terminações nervosas que tem a vagina”, continua. De posse dessa informação, não é difícil chegar à conclusão de que um beijo na boca pode levar ao orgasmo. “Se o gosto da saliva agrada, é mais estimulante ainda”, conclui o especialista.
  • 4
    Falar ao pé do ouvido
    “A voz é um condutor muito interessante. É sugestivo. Se você já teve prazer com aquela pessoa, sabe quem aquela pessoa é, facilita ainda mais o jogo”, explica o ginecologista e terapeuta sexual. Segundo o Dr. Amaury Mendes, como o ouvido está muito próximo do cérebro, facilita o estímulo da imaginação. “Mas como não é uma região de mucosa, o ideal é dar um empurrãozinho estimulando em uma das áreas com terminações nervosas”, sugere.

     

Anúncios

Ana Maria Braga está oficialmente separada de Marcelo Frisoni

Padrão

Ana Maria Braga está oficialmente separada de Marcelo Frisoni. A assessoria de imprensa da apresentadora emitiu comunicado oficial em que confirma o rompimentos.

O casal já estava em crise há algum tempo, mas sempre desmentiu as notícias de separação. Desta vez, porém, resolveu admitir oficialmente. Segundo a assessoria de Ana Maria, a separação oficial aconteceu no dia 13 de maio (domingo).

– O casal tentou de várias maneiras e por diversas vezes manter a relação, que infelizmente, por questões pessoais, chegou ao fim. A separação foi de comum acordo, com muito respeito e eles se mantém amigos.
 
De acordo com a assessora Silvia Pacolla, o casal conta agora com a imprensa.

–  O casal conta neste momento com a especial atenção e compreensão da imprensa, a qual sempre atendeu prontamente, com muito carinho e respeito, para que o assunto, totalmente particular, seja tratado de maneira gentil, já que ambos possuem filhos e família que sofrem com as notícias que não compreendem a verdade.

Executivo diz ter sido namorado de Michael Jackson

Padrão

 

Um executivo de uma companhia médica disse nesta quinta-feira (29), em entrevista ao canal de TV Extra, que foi namorado de Michael Jackson durante os últimos meses de vida do cantor.

Jason Pfeiffer afirma que teve uma relação muito “apaixonada e sexual” com Michael, que jamais confessou ser homossexual. Segundo ele, o cantor era sua “provável alma gêmea”.

– Sei que nos amávamos, ele me dizia isso o tempo todo – comentou o empresário, que teria conhecido o artista em 2008 no consultório do dermatologista Arnold Klein, amigo de Michael e que, para muitos, é o pai biológico dos dois filhos mais velhos do Rei do Pop, Prince e Paris.

As afirmações de Pfeiffer foram confirmadas pelo médico.

– Quando você vê duas pessoas olhando uma para a outra, você sabe o que está acontecendo. Eu simplesmente era muito feliz por eles – comentou Arnold Klein ao canal americano.

COMO SER SENSUAL

Padrão

Deixando o significado literal da palavra ‘Sexy’ de lado percebo a falta de conhecimento que a maioria das mulheres tem hoje em dia em relação a ser ‘Sexy’, ao contrário do que se pode pensar a sensualidade não está em vestir um vestido vermelho com fenda lateral e um scarpin preto super chique, ser sensual está em pequenos detalhes, qualquer uma de nós pode conseguir.

1-Tem um encontro hoje a noite? Não minha cara, não adianta correr até a livraria mais próxima e comprar os famosos livros de auto-ajuda do tipo ‘Ser sexy, sem ser vulgar’ e decorar tópico por tópico, você corre o risco de atropelar tudo e de ainda parecer falsa, o primeiro passo é ser você mesma, e respeitar seus limites.

2-Eu disse respeitar seus limites? Isso mesmo não adianta dar uma de Angelina Jolie se você está mais pra Katie Holmes, cada uma com seu estilo, procure roupas que lhe valorizem, se possível procure uma consultora de moda, se não leia bastante sobre o assunto, roupas que caem como uma luva em você com certeza fará você arrasar.

3-Na maquiagem a dica básica é: olho bem destacado, brilho labial é a pedida, olho neutro pode abusar do batom vermelho.

4-Nas roupas a dica também é ponderar pernas de fora, nada de decotão, decotão nada de pernas de fora bem simples.Escolha um e arrase.

5-Uma mulher sensual sempre usa um bom perfume, mas não abuse na hora de passar você pode causar uma crise alérgica em quem estiver perto de você ou até mesmo ter um ataque de espirros, aí ninguém merece não é mesmo?

6-O olhar, ele não só é a melhor arma da conquista como também é o maior aliado da sensualidade feminina, uma mulher de olhar penetrante e fixo nem precisa estar usando Dolce & Gabanna para arrasar.

7-O sorriso, ele abre qualquer caminho além de fazer bem pra saúde.Procure sorrir sempre, uma mulher que sabe sorrir, sabe ser sensual.

8-Tenha uma boa postura ao caminhar e sentar.Coma de boca fechada e evite falar alto esse tipo de atitude é inimiga da sensualidade e dos bons modos.

9-Não seja artificial, procure se manter informada para ter um bom papo,mulher sensual também é mulher cabeça.

10-E sempre, se sinta sensual só assim as pessoas ao seu redor vão lhe vê como tal.

Novos rumores de separação de Ana Maria Braga e Frisoni

Padrão

Voltaram a circular comentários de que o casamento de Ana Maria Braga e Marcelo Frisoni teria chegado ao fim.

O casal, que está junto desde 2007, não tem conseguido contornar a crise na relação.

Coincidência ou não, Ana Maria Braga deixou uma mensagem no Mais Você, nesta semana, falando de separação.

Disse, entre outras coisas, que quando acontece um rompimento a pessoa precisa seguir sua vida e se abrir para novas oportunidades.

Ela estava com os olhos cheios d’água.

Quem conhece bem Ana Maria diz que toda vez que o lado emocional dela não vai bem, a loira dá uma repaginada no visual, como fazer uma plástica, um cabelo novo.

A apresentadora apareceu, há duas semanas, com os cabelos alongados e ainda fez mechas.

Procurada, a assessora de Ana Maria Braga negou a separação.

 

  fonte:  http://folhavitoria.com.br

10 coisas que odiamos no sexo

Padrão

E eles nunca percebem, não, eles não percebem…

1- Eles nunca esfregam o clitóris da gente do jeito certo.

Sim, sim, clitóris não é manche de playstation. Muita calma nessa hora!

2- Eles abaixam a cabeça da gente quando querem… Você sabe!

Você é uma mulher ou uma bola de basquete? Não cai nessa não!

3- Eles querem transar por trás e não tem conversa.

Transar por trás que a gente deveria liberar só no Dia do Índio, e olhe lá…

4- Eles querem transar com a gente e mais uma mulher.

Ai, que raiva! Então, não tá bom só com a gente? E a gente transar com você e mais o Pelé, rola?

5- Eles transam com a gente e assistem TV ao mesmo tempo.

Concordo: essa é demais! Pra que a gente perde tanto tempo se depilando se o negócio deles é ver 11 caras peludos. Haja…

6- Eles correm para tomar banho logo depois que transam com a gente.

Vamos pensar se não tem uma certa boiolagem nesse nojo todo.

7- Eles ficam aniquilados quando gozam.

Reze para ter filmes legais passando na tv, porque, como diz o Macaco Simão, hoje só amanhã!

8- Eles querem transar de meia.

E no verão! Eu tô falando no verão!

9- Eles dão um nó na camisinha depois de usada.

Também não entende por quê. Síndrome de Houdini, o mágico?

10- Eles exigem que a gente depile as pernas e deixam a barba mal feita.

E é claro que ficamos com a cara lanhada, ardendo pra chuchu.

Dicionário Hilário da Sexualidade

Padrão

A idéia era fazer um apanhado de informações úteis, mas aí nós lembramos que sexo pra ser muuuuuito bom tem que ter sua pitada de humor. Divirta-se!

“Pratique camisinha!”

Abstinência– É quando você vive e não transa e por isso mesmo começa a questionar se realmente está vivendo ou se é só um repolho com pernas. Ok, nem dá para descolar um parceiro sexual, mas, por favor não exagera na entre safra. Faz mal à saúde.

Afrodisíaco – Aquelas coisas que a gente realmente acredita que aumentam o tesão, a excitação. A gente acredita tanto que funcionam. Sim, incluindo o rabo de camarão.

Anafrodisíaco – Exatamente o contrário do afrodisíaco. São substâncias que diminuem ou acabam com o tesão. A mais conhecida é o salitre, mas acho que ter que pagar CPMF todo mês funciona mais.

Anorgasmia – É quando você não tem orgasmo nas relações sexuais. Não se assuste e não comece a gritar que você é uma anorgásmica, porque vão achar que você foi abduzida por alguma nave mãe. É comum não ter sempre orgasmos. Aliás, não encane com isso. O termo aqui é usado quando o buraco é mais embaixo. Pode ser primária, quando a mulher nunca teve orgasmo na vida, ou secundária, quando ela já teve orgasmos e passou a não ter mais. Às vezes também pode ser chamada de situacional, ou seja: a mulher não consegue ter orgasmos apenas em algumas situações como, por exemplo, quando o fofo fica 3 dias sem tomar banho naquela excursão para Matchu Pitchu.

Anticoncepcional – O melhor amigo da mulher que quer liberar a tchetchênia à vontade, mas não quer ter pimpolhos. O mais famoso é a pílula (hormonal). Um conselho: cuidado com a Tabelinha, chamado de anticoncepcional de abstinência periódica. Tabelinha, só para futebol, e olhe lá.

Bestialidade – É uma tara medonha e refere-se a qualquer contato sexual com animais. Não, ter tara no Brad Pitt, em Tróia, não é bestialidade. Se joga!

Bissexualidade – É quando a primeira faz tcham e a segunda faz tchum… São as pessoas que sentem tesão em gente de ambos os sexos, tipo Angelina Jolie.

Cinto de castidade – Tranqueira obviamente criada por homens para, mais uma vez, sacanear as mulheres. Eram usados na Europa Medieval e colocadas no corpo das mulheres para evitar pulação de muro. Eram feitas de metal.


 

Cisvestismo – É aquela tara louca de se vestir como bebê (com fraldas) ou criancinha. Isso claro num contexto sexual. Mas também pode ser outra mania, tipo: um executivo vestir-se de vaqueiro, policial etc. Não, nada a ver com o Clube das Mulheres.

Clitóris – Criaturinha gente boa que é a alegria da mulherada.
É o principal órgão do prazer feminino, fora o cartão de crédito. Fica na parte superior dos pequenos lábios (da Tchetchênia, óbvio. Se fosse na boca talvez justificasse o fato da gente falar tanto). A palavra deriva do grego kleitorís.

Coito interrompido – Famoso “tirar fora”. É aquela lábia que a homarada passa na gente e a gente cai que nem pata: Resultado: mundo superlotado. Além do que, aquela gosminha antes da ejaculação pode conter espermatozóides vivos. Não caia nessa, caia de camisinha!

Compulsivo sexual – É uma pessoa bem mais tarada que a gente, viciada mesmo em sexo. Ela fica o dia inteiro criando situações para transar e ou se masturbar. Mesmo tendo chegado ao orgasmo, não se sente satisfeita. Quem já não se deparou com um ser desses em sessão de cinema à tarde?

Condom – Vulgo camisinha, é o envoltório utilizado sobre a anaconda do homem durante o ato sexual. A primeira evidência de sua existência foi no século XVI. OU seja: o pessoa, lá da época já era inteligente o suficiente para usar. E você?

Cópula – Não tem nada a ver com aquele diretor de cinema famoso, o Coppola. A cópula é sinônimo de ato sexual.

Cunilíngua – Não é o que você está pensando. É o sexo oral feito na mulher. Vale lembrar que, embora ninguém faça isso, camisinha também é importantíssimo no sexo oral, seja no homem ou na mulher (nesse caso, usa-se a camisinha feminina), para evitar o risco de contágio das infecções sexualmente transmissíveis.

DST – Não tem nada a ver com o Movimento dos Dildos Sem Terra. É a sigla de Doença Sexualmente Transmissível. Antigamente, falava-se: doenças venéreas. Usar camisinha é o melhor jeito de evitá-las.
Alguns exemplos de DST: Sífilis, cancro mole, candidíase, herpes simples genital, gonorréia, HPV, linfogranuloma venéreo, pediculose do púbis, hepatite B, Aids, etc. Pois é…

Ejaculação – Todo mundo confunde, mas ejaculação é ejaculação e gozo e gozo. Como a Sandy é a Sandy. E o Júnior´é o Júnior. A ejaculação – vulgo alegria dos homens – é realizada basicamente por todos os mamíferos e é quando um jato de esperma sai do pênis (quando chega ao máximo da sua estimulação), neste momento acontece à liberação dos seus espermatozóides. A ejaculação pode ou não ser acompanhado pelo orgasmo.

Ejaculação feminina – Não, ela não é categoria mito junto com o Monstro do Lago e o Elo Perdido. Ela realmente existe e já foi observada em laboratório. O certo é que a ejaculação é uma liberação de líquido associada ao orgasmo e ao prazer da mulher e, portanto, completamente saudável. Nem todas as mulheres ejaculam e mesmo a mulher que já ejaculou pode não experimentar esse tipo de liberação toda vez que atinge o orgasmo. Por isso, não se assuste se você receber um jataço. Acontece nas melhores famílias.

Ejaculação precoce – É a famosa “Ops! Mas já?”, ou a incapacidade de controlar ou adiar suficientemente a ejaculação, para que a parceira também se esbalde na relação sexual. É um problema que tira o sono de muitos homens, principalmente na adolescência. Existem técnicas que podem ajudar a retardar o processo, por exemplo, pensar em alguma outra coisa durante o sexo. Você já tentou lembrar os nomes dos 7 anões? Não falha!

Falicismo e Custicismo – Um é o culto à anaconda masculina. O outro, à tchetchênia feminina. Ambos, representados em estátuas e coisas do gênero.

Felação – Famoso “bola gato”. É o sexo oral feito no órgão sexual masculino.

Fetichismo e parcialismo – Todo mundo confunde também. Fetichismo é atração por um objeto, geralmente peça de vestuário: bota, lingerie preta etc. Já, o parcialismo é uma intensa atração sexual por uma parte isolada do corpo, tipo o pé. Nunca saiu com um cara louco para pegar no seu pé? (literalmente).

Frigidez – Palavra que inspirou a música Bete Frígida, da Blitz. Significa a incapacidade de experimentar orgasmo ou, em termos mais amplos, de experimentar qualquer espécie de prazer sexual. Muita calma nessa hora: toda mulher sabe que ter orgasmo em toda relação não é bolinho, principalmente se o cara fica de cueca e meia. Isso não é ser frígida, ok?

Glande – Famosa “cabecinha” da anaconda masculina. Para quem não sabe, o pênis é composto por: raiz, corpo e glande. A glande é recoberta pelo prepúcio, aquela pele com cara de touquinah de inverno. A não ser que o homem seja circuncizados (operação cirúrgica que remove o prepúcio).

Hímen – Membrana gente boa encontrada ao redor da abertura da vagina de algumas mulheres. Ao contrário do mito popular, a presença ou ausência do hímen não indica se uma mulher teve ou deixou de ter relações sexuais com penetração. Mas eu não entendo bem o que significa isso, já que sempre achamos o contrário.

HIV – Human lmunnedeficiency Virus, sigla que em português quer dizer – Vírus da Imunodeficiência Humana. Famosa peste do século XX. O HIV é um verdadeiro exterminador do futuro de células do sistema imunológico, deixando o organismo indefeso, sem proteção a alguns tipos de doenças. A infecção pode acontecer durante uma relação sexual anal, vaginal ou oral; uma transfusão de sangue, uso de agulhas e seringas contaminadas, feridas ou cortes em pele ou mucosas. Aqui não dá nem pra brincar, a coisa é muito séria. Use camisinha! Use camisinha! Use camisinha!

Homossexualidade – Refere-se à atração sexual por pessoas do mesmo sexo. Pode ser o “G” (gay) ou o “L” (lésbica) da famosa sigla: GLS. O “S” é de simpatizando e não de: “Só um minuto que estou pensando minha preferência…”.

Incesto – É a relação sexual ou marital entre parentes próximos ou alguma forma de restrição sexual dentro de determinada sociedade. Coisa muito divulgada em novela onde um irmão, que não sabe que é irmão, se apaixona pela irmã, mas depois descobre que não é irmã e aí acaba tudo bem.

Impotência – Situação chata mesmo que acontece com os homens quando eles estão loucas pra dar uma. É a incapacidade de obter ou de manter uma ereção. È o nome politicamente correto de “broxar”. Mulher nenhuma sabe muito o que falar quando um homem falha nessas horas, mas uma vezinha ou outra não é grave. Se você é homem, não encane! Se você é mulher, pense que não é fácil fazer com que um líquido deixe o trecão assim tão duro.

Kama Sutra – Todo mundo acha o máximo, mas ninguém sabe praticar.
O livro foi escrito no século IV, pelo sábio nobre Vatsyayana. Ele escreveu o manual para a nobreza, especificamente para os homens, embora não tenha ignorado o que faz a mulherada ver estrelas. O Kama Sutra enfatiza o amor e engloba os cinco sentidos, sentidos esses que a gente esquece completamente que existem: audição, paladar, olfato, tato e visão, além da alma e da mente. A última vez que tentei praticar foi ridículo, rolou mais kama do que sutra.

Libido– Nome chic que arrumaram para tesão.

Masturbação – O diretor de cinema Wood Allen explica bem esse verbete: “Se masturbar é fazer amor com que você mais gosta: você!”

Ménage à trois – É aquela frase que faz a gente ter uma vontade incrível de estrangular o namorado/marido com o fio do OB. Sim, amiga, é quando ele vira e diz: “Vamos transar a três? Eu, você e mais uma mulher?”.

Ninfomania – Famosa louca por sexo. Quer dizer: não louca como a gente, nesse caso é uma doença mesmo, patologia.

Onanismo – Palavra usada como sinônimo de masturbação.

Orgasmo – Normalmente é o ápice da transa, embora muita mulher considere o ápice o abraço final. É o resultado de intensa excitação das zonas erógenas ou órgãos sexuais. Se você está sozinha, não se perocupe. Chame o Nestor, o vibrador, ele vem com pilhas alcalinas 😉

Pílula do dia seguinte – A pílula do dia, vulgo Pípula do Vacilão. Vacilão porque você não tinha nada que transar sem camisinha, principalmente nos dias férteis. A função da pílula do dia seguinte impossobilita a fecundação.

Pompoarismo – Técnica para portadoras de thetchênia malhada, ou seja: vaginas que praticam musculação. A prática de exercícios com a região pélvica é um costume difundido no oriente. Além da satisfação sexual do parceiro, o pompoarismo proporciona também o bem-estar da mulher. Os exercícios previnem algumas encrencas da velhice, tais como: a incontinência urinária, o afrouxamento muscular, queda de bexiga e útero etc.

Ponto G – Não, ele não foi descoberto pelo Gianechinni e sim pelo médico alemão Dr. Ernst Gräfenberg que diz ser ele uma concentração de terminações nervosas, vasos sangüíneos e glândulas ligadas ao clitóris que se localiza em torno da uretra. O ponto é especialmente sensível à pressão e, quando estimulado, pode proporcionar orgasmos intensos.

Sadomasoquismo – Um dá, o outro recebe. O recebe e o outro dá. Nesse caso, bordoada ou algum outro tipo de coisa que cause dor. A dor aqui é associada ao prazer.

Sexo casual – Aquele lance que acontece bem na noite em que a gente vai para a balada sem se depilar ou com a calcinha bege da avó.

Sodomia– É o mesmo que sexo anal e dói do mesmo jeito.

Swing – Uma das modas do momento onde rola a troca de casais. Existem correntes que consideram o swing quando um casal adiciona um ou mais pessoas numa relação sexual. De qualquer forma a pu——- rola solta. Se você for ciumenta, fique looooonge!

Sexo tântrico – Surgido na Índia, há 5 mil anos, no sexo tântrico a graça é adiar ao máximo o orgasmo, para obter prazer prolongado, às vezes por dias, como declarou o Sting. A mulher sempre fica por cima porque é considerada uma divindade. Não, nada de divindade de terreiro de macumba. Não confunda as coisas…

Vaginismo – Não se trata de uma tchetchênia abduzida, nada disso… É
uma contração involuntária dos músculos da vagina que impede que a penetração ocorra. Isso geralmente acontece quando a mulher fica tensa demais com o ato sexual.

Vouyerismo – É o chato que fica vendo os outros transarem ou ficarem  através da fechadura ou binóculo ou coisa do gênero.

Zonas erógenas – São determinados pontos ou trechos sensíveis da pele que, ao toque, desencadeiam uma reação de excitação. Peça para o seu homem dar uma de Discovery Chanel e explorar à vontade seu corpinho.

Zoofilia – Atração sexual por animais. Creda! Abandona esse corpo em nome de Deus!