Arquivo da tag: dica

Alimentos para aumentar sua massa muscular

Padrão

atividade-fisica1

Se você deseja aumentar a sua massa muscular, a boa nova é uma lista de oito alimentos divulgada pela Universidade de Connecticut, EUA. Uma outra boa notícia é que, segundo Júlio Neves, médico especializado em qualidade de vida, de Salvador (BA): “Setenta por cento da massa muscular resulta da alimentação e do descanso, enquanto os outros 30% vêm dos exercícios de força”, explica.

Ovo

O ovo é o alimento com o maior valor protéico e apesar da carne ser mais eficiente na formação dos músculos, o ovo leva uma vantagem: Sua gema possui vitamina B12 que ajuda na diminuição dos níveis de gordura e ajuda na contração muscular.
Outras vantagens do ovo são:

– Ajuda a formar e renovar ossos, pele e músculos;
– Estimula o crescimento das fibras musculares;
– Junto com os carboidratos, ajuda na recuperação pós-treino.

Portanto, consuma ovos, mas não fritos, é claro!
Amêndoas, nozes e castanhas do Pará

As amêndoas são carregadas em vitamina E na forma de alfa-tocoferol, um antioxidante poderoso que combatem os radicais livres que são responsáveis pelo envelhecimento da pele.

Outras vantagens desses alimentos é que ajudam os músculos a se recuperar depois de um treino pesado e ajudam a baixar o LDL (colesterol ruim) responsável pela formação das placas de gordura nas artérias.

A medida ideal de consumo são cinco unidades antes do almoço e mais cinco antes do jantar, já que elas dão saciedade e assim evitam que você coma demasiadamente nas refeições e outras cinco no lanche da tarde, por exemplo, totalizando quinze unidades por dia.

Salmão

Além de altamente protéico, o salmão é famoso por ser carregado em ômega 3 que é uma gordura totalmente benéfica ao nosso organismo pois estimula a produção de hormônios favorecendo o crescimento muscular. Além desse benefício, o ômega 3 também ajuda a prevenir doenças do coração e inflamatórias como a artrite e contribui para o tratamento de doenças degenerativas como o mal de Alzheimer e o câncer.

Uma boa medida de consumo do salmão são postas ou filés três vezes por semana após a musculação, preparado em baixa temperatura e acompanhado de uma porção de carboidratos como arroz ou batatas cozidas.

Iogurte

Depois de uma sessão de musculação, o iogurte é uma das melhores opções para recuperação dos músculos por ter uma combinação perfeita de carboidratos e proteínas. Mas atenção, o iogurte dever ser sem açúcar afinal você quer ganhar músculos e não as calorias que perdeu.

Os carboidratos do Iogurte associados a frutas, ajudam a aumentar os níveis de insulina equilibrando as taxas de açúcar no sangue e impedem a queima de massa muscular para repor energia perdida nos exercícios.

O Iogurte também possui ácido linoléico conjugado que acelera o metabolismo e bloqueia a lopogênese que é o acúmulo e armazenamento de gordura no corpo. Tome um ou dois potes de iogurte diariamente sem açúcar ou adoçante.

 

Carne

Principal fonte de creatina que é responsável pelo aumento de força e resistência muscular a carne vermelha é essencial na construção dos músculos, além disso, contêm ferro, zinco, vitamina B3 e B12 que são nutrientes cruciais para quem quer resultados.

Outro benefício da carne, é que ela possui licopeno, que fortalece o sistema imunológico e contribui para a prevenção do câncer de próstata.

Para evitar as calorias e gorduras, prefira carnes magras, como maminha, filé mignon, coxão mole ou duro e lagarto, consumidos de duas a três vezes por semana. Um bife médio de carne magra tem de 150 a 200 calorias.

Azeite de oliva

Carregado em gorduras monoinsaturadas (ômega-9) e poliinsaturadas o azeite diminui os níveis de TNF-alfa (age contra inflamações) que é uma proteína ligado ao enfraquecimento e desgaste dos músculos.

Outra vantagem do azeite é que ele possui um alto teor de gorduras saudáveis afastando o risco de doenças cardíacas, câncer de cólon, diabetes e osteoporose.

Use no máximo duas colheres e sopa por dia do azeite extra-virgem (já que nele há maior concentração de gorduras monoinsaturadas e também de vitamina E) em saladas.

Água

A queda de níveis de hidratação corporal em apenas 2% prejudica o desempenho nos treinos, pois a síntese de proteínas (fundamental para o crescimento muscular) é melhor em células bem hidratadas, ou seja, quanto mais hidratado você estiver, mais rapidamente seu corpo usará as proteínas para construir musculatura.

Um músculo com apenas 3% de desidratação, tem uma perda de 10% na força e de 8% na velocidade, ou seja, quando o músculo está desidratado você fica cansado muito mais rápido.

Além disso, a água facilita a eliminação de toxinas pela urina, melhora o funcionamento dos intestinos e nutre a pele.

Em uma pesquisa da Universidade de Loma Linda (EUA), homens que beberam cinco ou mais copos de água por dia apresentaram risco 54% menor de sofrer ataques cardíacos fatais, em comparação com os que beberam dois ou menos.

Beba pequenos goles de água a cada 10 minutos, antes, durante e depois dos exercícios.

Café

Carregado em cafeína, o café melhora o desempenho, a concentração e a disposição para malhar. Os cientistas sugerem que a cafeína também estimula diretamente os músculos e contribui para o aumento das repetições nos exercícios além de propiciar a aceleração da queima de gordura. O café também tem propriedades antioxidantes.

Beba até dois cafés expressos de 30 a 60 minutos antes da atividade física, porém a bebida é desaconselhada para quem sofre de úlcera ou algum tipo de doença cardíaca e pressão alta. Mesmo quem é saudável, se a ingestão do café for em excesso, pode ter distúrbios como arritmias, gastrite, insônia e irritabilidade.

Para terminar, uma última dica: As refeições pós treino devem ser feitas no máximo 30 minutos após, pois é neste intervalo que os nutrientes são utilizados para a reposição no fígado e nos músculos, do glicogênio, um tipo de carboidrato usado como fonte de energia para o crescimento muscular, mas que não é depositado sob a forma de gordura, ou seja, o que você ingerir até meia hora após os exercícios não vai se transformar em calorias extras.

Anúncios

Saiba o significado dos buquês e arranjos de Casamento!

Padrão

Veja o significado de flores para buquês e arranjos do casamento 

 

Branquíssimas ou cheias de cores, as flores são parte importante da decoração do casamento. Presentes também no look da noiva, as espécies que compõem podem ser selecionadas pela beleza, mas também por aquilo que cada flor representa. Para ajudar na sua busca, confira o significado das flores que costumam compor buquês e arranjos em casamentos:

  • 1
    Rosa
    Representa o amor e suas nuances. Para cada cor, um significado:
    Vermelha: amor intenso, paixão ardente e coragem
    Branca: inocência, beleza e charme
    Rosa chá: respeito e admiração
    Amarela: felicidade e amizade

  • 2
    Lírio
    Está entre as mais antigas flores catalogadas. Representa o amor eterno, pureza da alma,  inocência, fertilidade e inteligência.

  • 3
    Copo-de-leite
    Simboliza a pureza, alegria, prosperidade e iluminação dos sentimentos e emoções.

  • 4
    Orquídea
    Em cores e formatos variados, as exóticas orquídeas exaltam a beleza feminina, amor e desejo. Entre mais de 30 mil espécies de orquídeas, cymbidium e phalaenopsis são as mais vistas em buquês de noiva e arranjos florais.

  • 5
    Tulipa
    Seu nome significa “o rei das flores”, o que já traduz a imponência da espécie. Resistentes, representam amor eterno, beleza, prosperidade e independência.

  • 6
    Hortênsia
    Simboliza a realização dos bons propósitos. Também representa amizade e lealdade.

  • 7
    Lisianthus
    Representam sofisticação, elegância e a sensibilidade feminina, que inclui romance, entrega amorosa e o próprio casamento.

  • 8
    Astromélia
    Simboliza a amizade e o forte vínculo que pode existir entre duas pessoas.

  • 9
    Gérbera
    Disponível em mais de cem cores, representa a beleza da vida, alegria e simplicidade.

  • 10
    Callas
    Está intimamente ligada ao momento do casamento para a mulher. Também simboliza beleza e sofisticação.

Veja 5 cuidados indicados para a pele com acne no verão

Padrão
  • 1
    Filtro solar
    Quem tem pele com acne e não perde uma praia no verão deve atentar para o tipo de filtro solar utilizado. os produtos mais indicados são aqueles com fórmula livre de óleo. Segundo ela, os filtros cremosos deixam a pele mais gordurosa – o que obstrui os poros e contribui para o aumento dos cravos e espinhas. “Hoje em dia, o mercado oferece até produtos com substâncias ativas contra a acne”

    Descubra qual protetor solar é mais indicado para você
  • 2
    Pegue leve no sol
    “Muita gente acredita no mito de que o sol faz bem para a acne”

    Segundo ela, uma leve exposição aos raios pode até ser saudável, mas em exagero provoca o ressecamento do rosto.Para compensar esse ressecamento, a pele produz mais óleo.

    Além disso, explica Paula, o sol sobre as lesões da acne pode deixar a pele manchada. Cuidado!

  • 3
    Alimentação
    Nesta época de sol forte, evite produtos industrializados e abuse dos alimentos leves e saudáveis, como verduras, legumes, raízes e frutas. 

    Produtos a base de farinha de trigo, como pão e massa, possuem alto índice glicêmico. Paula explica que isso aumenta a liberação de insulina no sangue e, consequentemente, a pele fica ainda mais oleosa.

    Receita em vídeo: salada de grão-de-bico com ervas

  • 4
    Limpeza e lavagem da pele
    Paula diz que toda espinha começa como um cravo e, por isso, alimpeza de pele – que elimina os cravos – pode ser feita normalmente no verão. No entanto, é preciso ter cuidado porque o procedimento deixa a pele mais sensível, o que pode ser prejudicial se o rosto for muito exposto ao sol forte. Outra dica da dermatologista é controlar o impulso de lavar o rosto várias vezes ao dia com sabonete, porque a pele irá produzir mais óleo para compensar o ressecamento. “Lavar duas ou três vezes ao dia é o ideal”

    Vídeo: dicas para disfarçar a acne com maquiagem

  • 5
    Medicação
    Quem sofre de acne deve ter atenção redobrada mesmo com o tratamento que faz regularmente para combater o problema. Isso porque algumas medicações podem afetar a pele de modo que a torne muito sensível ao sol.


     

Vestidos para as Madrinhas de Casamento! saiba o que vestir

Padrão

Receber um convite para madrinha de casamento seja por uma amiga ou alguém da família, é uma demonstração de carinho e consideração por parte dos noivos. Por isso nos sentimos quase que na obrigação de retribuir pela preferência. Portanto surgem algumas leves preocupações para “não fazer feio” num momento tão importante e inesquecível na vida da amiga. A primeira coisa que pensamos é no presente, e como somos convidados especiais, o presente dos padrinhos também tem que ser especial. Conheço algumas noivas que lembram o que ganhou de cada convidado.

 

Outra preocupação que temos é em relação ao traje a ser usado na cerimônia. As madrinhas sempre têm
que estar com um excelente visual, melhor que o visual mais que as convidadas, afinal de contas, ela estará ao lado dos noivos e saíra na maioria das fotos.
Os padrinhos não têm tanto com que se preocuparem, já que dependendo do traje do noivo, poderá usar fraque ou terno, atentando apenas para as cores que jamais devem ser claras para não serem confundidos com o noivo.  Já as madrinhas, assim como a noiva que cuida de todos os detalhes dos preparativos para seu casório, devem seguir algumas regras para conquistar seu espaço no altar com um traje especial.

Para escolher o traje ideal é preciso levar em consideração o tipo de festa (religião), o horário e o local da cerimônia, a estação do ano para tentar adivinhar o clima e que tipo de vestimenta mais combina com seu estilo e tipo físico. Cuidado com o decote, as fendas e a transparência, afinal de contas é um evento solene e respeito é bom.
Uma opção é seguir as orientações e o gosto da noiva e conversar com as outras madrinhas para chegarem a um consenso de modelo, comprimento e cor dos vestidos, geralmente a noiva deixará a critério de cada madrinha o que melhor lhe convém. Só lembrando que a tradição de não usar preto, marrom, branco ou tons claros que se assemelham ao vestido da noiva, continuam valendo.

Longuete esvoaçante.

Casamentos realizados pela manhã pedem vestidos de tecidos leves como o crepe e de cores pastéis como o azul-claro, salmão, verde-piscina, lilás ou rosa. Chapéu não é mais usado, a não ser que seja uma cerimônia muito requintada e todas as madrinhas decidam usar. A maquiagem deve ser suave e o brilho deve ser evitado. As bijuterias estão liberadas, mas sem exageros, uma opção são as pérolas. As sandálias devem ter saltos médios e mais grossos, evitando os modelos muito abertos, um channel fica perfeito.

Já os casórios de final de tarde são os mais difíceis para compor o visual. Vale seguir as regras dos casamentos matinais. Pense assim: Café da manhã = Chá da tarde. Mas já é permitido usar cores mais intensas, como vinho, bordeaux, verde musgo, uva, azul Royal, etc. O comprimento dos vestidos pode ser longo com bordados e brilho discreto, afinal de contas a festa adentrará a noite e ninguém precisa ficar apagada. Os sapatos devem seguir as tonalidades dos vestidos sem brilhos e cuidado com o exagero de maquiagem. 

Madrinhas

As cerimônias realizadas à noite pedem trajes mais formais com requinte e glamour, o brilho da prata, do dourado e cores mais intensas. Mas cuidado, todo o brilho da noite deve ser da noiva e é comum vermos exageros que depois rendem muitas ‘conversas’ durante e depois da festa. Os tecidos devem ter brilho próprio ou aposte nos acessórios mais chamativos, usando sempre o bom senso, principalmente na maquiagem. E lembre-se do lance do clima, pois não adianta nada usar um vestido lindo e ficar tremendo de frio no altar, não ficará elegante. Um modelo bem cotado é o tomara-que-caia, que pode ser usado com um bolero, echarpe ou xale, para “tampar” o decote. Caso o clima esquente, pode ser retirado.

RESUMO DA ÓPERA – GUIA PRÁTICO

No caso das cerimônias informais, podendo ser pela manhã ou à noite, não existe muita pompa e são muito comuns hoje em dia.

Use:
• Vestidos de festa simples com comprimentos no ou abaixo do joelho, mesmo quando a moda das saias andarem curtas;
• Tailleurs, chemisier, vestido e casaco ou conjunto de duas peças;
• Tecidos foscos, mas de qualidade como o linho, crepe, seda, microfibra, lãs ou veludos sem brilho (algodão);
• A roupa pode ter tonalidades combinadas, ser de um único tom, ter estampa discreta, cores vivas ou sóbrias;
• Antes das 18h, arranjos, enfeites e chapéus de aba discretos podem ser usados, mas caprichar no penteado já é suficiente;
• Sapatos e bolsas de couro, peles e luvas no inverno e bijuterias ou jóias foscas, como as pérolas, complementam o visual;

Não pode:
• Tecidos de festa como brocados, transparentes, bordados com brilho, veludo, seda, tafetá;
• Sapatos e chapéus forrados de tecido, tamancos, babuches, luvas compridas, detalhes de voilete ou strass ;
• Evite tons claros, aliás, branco e cru são proibidos;

Existem as cerimônias que requer um toque a mais de classe, conhecidas como semi-formais.

Use:
• Vestido ou tailleur comprimento Chanel ou longo moda (sapato à mostra);
• modelo justo, drapeados, plisse, rodados ou tubos com bordados em tecidos como seda, crepe, organza, georgete, musselina, rendas, tafetá, microfibras, veludo ou tecidos com acabamento de brilho;
• sapatos de tecido ou couro de salto alto e carteiras ou bolsas pequenas no tom ou materiais dos sapatos ou contrastando nas cores;
• Chapéus com abas são permitidos até às 18:00, sendo permitidos alguns adereços como jóia de ouro com pérolas e pedras preciosas ou bijuterias finas;

Não pode:
• Trajes em cores claras ou metalizadas brilhantes (ouro/prata);
• Padronagens ou estampas exageradas;
• Tecidos como algodão ou linho;
• Luvas acetinadas e compridas;
• Bolsas extravagantes;

Agora existem as cerimônias que já prometem quando recebemos o convite, onde informa que o traje é social completo. São as formais, então dá pra ter uma idéia que não dá pra inventar muito e que é preciso seguir as tradições.

Use:
• Vestido ou tailleur longo gala (cobrindo o sapato) ou semi-longo;
• Modelos sóbrios com decotes discretos e mangas longas em tecidos de festa como cetim, tafetá, seda pura, georgete, renda, veludos, microfibras ou adamascados. Cores entre os tons pastel ou primárias;
• Bordados com motivos em fio metálico, pedras e lantejoulas;
• Arranjos (opcionais) para a cabeça em flores artificiais em seda; penas, plumas, casquete bordado ou pequeno toque com voilete cobrindo o rosto;
• Luvas opcionais nos modelos sem mangas
• Sapatos sociais em tecido, napa metalizada ou couro liso;
• Bolsa pequena sofisticada e jóia (ou bijuterias) em harmonia com a roupa;

Não pode:
• Roupas inadequadas para festa;
• Acessórios esportivos com roupa sofisticada
• Bordados, transparências, decotes ou detalhes exagerados;
• Tons claros como bege, pérola, marfim ou cores que possam disputar com a roupa da noiva;

O importante é se sentir bem, ficar à vontade para conhecer pessoas, encontrar os familiares e amigos. Aproveite a festa!!!

Renda e brilho: Tendência da meia-calça trabalhada para o Inverno

Padrão

As meias-calças com renda, detalhes em xadrez ou com brilho foram destaque de vários desfiles desta temporada e já estão nas lojas. A peça é uma opção para combinar com vestidos e saias em dias mais frios.

As marcas Trifil, Scala e Lupo lançaram várias opções desses tipos de meia. Elas podem vir com mais ou menos detalhes, mas são alternativas à meia de lã preta básica que dominou o último inverno.

 

O estilo esteve bastante presente nas semanas de moda brasileiras: no Fashion Rio e no São Paulo Fashion Week. A Triton desfilou meias que tinham desenhos de teias de aranha. O xadrez esteve nas pernas das modelos da grife Nica Kessler e o brilho fez parte do desfile da Printing.

 

Para aproveitar bem a tendência, é importante que a mulher combine essas meias com roupas mais sóbrias. Elas podem se tornar o destaque da produção, ao lado de minissaias e botas escuras e básicas. Como elas chamam atenção para as pernas, quem tem coxas grossas pode optar por combiná-las com saias fluidas e um pouco mais compridas (levemente acima do joelho).

Para aproveitar bem a tendência, é importante que a mulher combine essas meias com roupas mais sóbrias. Elas podem se tornar o destaque da produção, ao lado de minissaias e botas escuras e básicas. Como elas chamam atenção para as pernas, quem tem coxas grossas pode optar por combiná-las com saias fluidas e um pouco mais compridas (levemente acima do joelho).

Creme facial de camomila

Padrão

Ingredientes

– ½ pepino
– 1 copo (200ml) de chá de camomila (já pronto)
– 2 colheres (sopa) de argila branca
– 2 colheres (sobremesa) de aveia em flocos

Preparo

Bater o pepino e o chá de camomila no liquidificador. Acrescentar a argila e a aveia e misturar com o auxílio de uma colher. Aplicar no rosto limpo e deixar agir por 30 minutos. Lavar o rosto e retirar o creme.

8 coisas que devem ser feitas antes de ir ao ginecologista

Padrão

Ir ao ginecologista periodicamente é fundamental. Mas, quando a data da consulta se aproxima, algumas dúvidas costumam povoar a cabeça das mulheres: “Devo ou não me depilar?”, “Posso manter relações sexuais no dia?”, “É importante usar a ducha vaginal?”. Para esclarecer essas e outras perguntas, confira oito dicas do ginecologista Eliano Pellini, chefe do setor de saúde e medicina sexual da Faculdade de Medicina do ABC.

1) A mulher não precisa estar depilada para ir ao ginecologista. Os pelos, além de proteger, indicam ao médico a quantidade de hormônios femininos e masculinos. Se quiser, pode depilar-se sem excesso, evitando irritações, como é permitido no dia a dia. Ou seja, nada de opções artísticas, com formatos de flores e corações, hein? “A recomendação para ficar confortável com o biquíni ou a calcinha sem deixar a região exposta é depilar três dedos acima do clitóris e deixar dois dedos nas laterais. Os pelos não podem ser muito curtos, por isso, devem ter dois dedos de altura.”

2) Tire da cabeça a ideia de usar ducha vaginal. Ela prejudica o exame de papanicolau.

3) Tomar banho não atrapalha os exames. Siga o conselho anterior e use sabonetes com pH ácido (entre 3,5 e 5) sempre.

4) Se possível, urine antes da consulta. É que o instrumento que abre a vagina pode causar certo desconforto na bexiga, o que torna o exame mais incômodo. O papel higiênico ou o lenço úmido não pode ser esfregado, apenas deve tocar o local para absorver o líquido. “Caso contrário, os fragmentos do papel ficam colados e é preciso usar uma solução de soro para tirá-los, o que costuma deixar a mulher constrangida.”

5) Por mais que esteja com vontade, não tenha relações sexuais no dia anterior e, muito menos, no dia de ir ao médico. O esperma e a camisinha alteram o pH, e o contato sexual promove descamação da pele. Portanto, guarde suas fantasias e desejos para depois.

6) O ideal é agendar a consulta entre cinco a sete dias após a menstruação, quando as mamas estão mais macias. A menstruação pode atrapalhar a coleta de alguns exames.

7) Não use cremes vaginais por dois ou três dias.

8) Informe tudo ao médico, sem constrangimentos. A lista de detalhes importantes a serem informados conta com o uso de pílula e de antibióticos, contato com doenças sexualmente transmissíveis, cirurgia ginecológica, parto, aborto, desconforto sexual, dificuldade para colocar ou retirar absorvente interno, entre outros.