Arquivo da tag: pessoal

Nesta terça (13), é Dia Mundial do Rock; Comemore!

Padrão

Em 13 de julho de 1985, Bob Geldof, vocalista da banda Boomtown Rats, promoveu o Live Aid. O concerto beneficente em prol das vítimas da fome na Etiópia, na África, foi realizado em Londres (Inglaterra) e na Filadélfia (EUA), simultaneamente.

Foram dias históricos com participações de Queen, Duran Duran, Bob Dylan, Madonna, Black Sabbath, Judas Priest, Led Zeppelin, Eric Clapton e outros.

A partir daí, a data ficou conhecida como o Dia Mundial do Rock.

Ganhe músculos com a ajuda da dieta

Padrão
A conta é simples: menos gordura corporal e mais músculos é igual ao corpo dos seus sonhos! Mas se a operação é das mais fáceis na teoria, a prática deixa muita gente de cabelo em pé. Isso porque, nem sempre, basta um treino de musculação parrudo para conseguir um corpo mais torneado. Um plano alimentar é parte essencial dessa transformação. (Clique aqui para fazer uma avaliação nutricional gratuita e descobrir a dieta ideal para o seu perfil)
As proteínas estão por trás da mudança. Elas são as unidades estruturais dos músculos, por isso devem estar presentes na alimentação, auxiliando na formação da chamada massa magra. (entenda as diferenças entre todas as proteínas) “Entretanto, as células musculares são compostas tanto de proteínas
como de carboidratos estocados (para fornecer energia durante o treino) e de água, ou seja, é necessário montar uma dieta que inclua os três itens”, afirma a nutricionista Gisele Pavin, da Fórmula Academia.
A quantidade de ingestão depende das características individuais de cada um. Sexo, idade, estado de saúde, além da intensidade, duração e freqüência da atividade física praticada interferem na medida. Recomenda-se para
indivíduos sedentários a ingestão de 0,8g de proteína por quilo ao dia. Já pessoas ativas podem aumentar a dose: de 1,2 a 1,4g de proteína por quilo estão permitidos diariamente.
“Os atletas que visam a hipertrofia podem aumentar essa quantidade para 1,8g ao dia” , diz Gisele. (veja abaixo as recomendações de cada alimento). No dia-a-dia, o ideal para os freqüentadores de academia é ingerir três gramas de carboidrato para um grama de proteína. Confira nossas sugestões de consumo e, claro, não se esqueça de tomar muita água.
Carne vermelha: é número um em quantidade de creatina, essencial para a construção muscular. Mais: contém ferro, zinco, niacina (vitamina B3) e vitamina B12 – nutrientes cruciais para quem quer resultados.
Quantidade ideal: a carne vermelha deve ser consumida de duas a três vezes por semana. Um bife médio de carne magra tem de 150 a 200 calorias e não compromete a dieta.

Ovo (com gema):
é o alimento com o mais alto valor biológico – uma espécie de medida da quantidade de proteína que um alimento é capaz de fornecer ao corpo. É verdade que a proteína da carne é mais eficiente para a construção muscular. Mas a gema, além da proteína, contém a vitamina B12, necessária para diminuir os níveis de gordura e ajudar na contração muscular. Ela também é a melhor fonte de colina, substância que ajuda a dissolver a gordura nas artérias.(saiba mais sobre os benefícios dos ovos)
Quantidade ideal: um ovo com gema equivale a 120 calorias (mas não consuma fritos).
Iogurte: tem aminoácidos essenciais em altas porcentagens e é decisivo no crescimento muscular, porque combina proteína e carboidrato em doses ideais. Um copo fornece 10% da nossa necessidade diária de proteína. A versão com frutas é ainda melhor, porque aumenta os níveis de insulina, uma das chaves para reduzir a perda protéica que costuma acontecer após o exercício.
Quantidade ideal: um ou dois potes de iogurte diariamente, de preferência sem açúcar e sem adoçante, porque esses ingredientes diminuem a ação dos lactobacilos e também o teor de vitaminas do complexo B.

Salmão:
é altamente protéico, com grandes quantidades de ômega-3, uma gordura que ajuda na recuperação da massa muscular. (conheça os benefícios do salmão e de outros peixes)
Quantidade ideal: consuma três vezes por semana, mas lembre-se: uma posta ou um filé médio de salmão tem 150 calorias. Para melhor aproveitar os nutrientes, prepare o peixe em baixa temperatura e evite cozinhar demais.

Azeite de oliva:
a gordura monoinsaturada ômega-9 tem ação anticatabólica, ou seja, age contra inflamações, que provocam o desgaste e a fraqueza muscular.  (diferencie as boas das más gorduras)
Quantidade ideal: use de uma a duas colheres de sopa por dia, em saladas e também para cozinhar. Lembre-se, porém, de que cada colher conta 110 calorias.

Amêndoas:
são uma das maiores fontes da vitamina E alfatocoferol, a forma mais bem absorvida pelo corpo e um potente antioxidante, que pode ajudar a prevenir os danos provocados pelos radicais livres após o treino. E, quanto menos agressões praticadas pelos radicais livres, mais rapidamente seus músculos vão se recuperar.
Quantidade ideal: cerca de 15 unidades por dia, no lanche ou na salada. Dica: como dão saciedade, o ideal é comer cinco amêndoas antes do almoço e outras cinco antes do jantar para aplacar a fome.
 
 Fonte:yahoonoticias

Curiosidades Sobre o Sonho

Padrão

10. Cegos também sonham

Pessoas que se tornaram cegas após o nascimento podem ter sonhos com imagem. Pessoas que nasceram cegas não vêem quaisquer imagens, mas também têm sonhos vívidos envolvendo seus outros sentidos como sons, cheiro, toques e emoções. É difícil para uma pessoa que vê imaginar, mas a necessidade de sono é tão forte que o corpo é capaz de lidar com praticamente todas as situações físicas para que isso aconteça.

9. Você esquece de 90% dos seus sonhos

Depois de 5 minutos acordado, você esquece metade dos seus sonhos. O famoso poeta, Samuel Taylor Coleridge, acordou de uma manhã, depois de ter tido um sonho fantástico – pegou uma caneta e papel e começou a escrever a “visão de um sonho”, no qual tornou-se um dos mais famosos poemas ingleses: Kubla Khan. Parte do poema havia sido escrito (54 linhas para ser mais exato), quando ele foi interrompido por uma pessoa. Coleridge voltou ao seu poema, mas não podia lembrar o resto do seu sonho. O poema nunca foi concluído.

8. Todo mundo sonha

Todo ser humano sonha (exceto em casos de extrema desordem psicológica), mas homens e mulheres têm diferentes sonhos e diferentes reações físicas. Homens tendem a sonhar mais sobre outros homens, enquanto as mulheres tendem a sonhar igualmente sobre os homens e as mulheres. Além disso, tanto os homens como as mulheres relacionaram reações físicas aos seus sonhos mesmo que ele não seja sexual; os homens costumam ter ereções e as mulheres aumentam o fluxo de sangue vaginal.

7. Sonhar previne psicose

Em um recente estudo, os alunos que foram acordados no início de cada sonho, mas ainda conseguiram dormir por mais 8 horas, enfrentaram dificuldade de concentração, irritabilidade, alucinações e sinais de psicose depois de apenas 3 dias. Quando finalmente foi permitido seu sono, recuperando o tempo perdido, aumentaram consideravelmente o percentual gasto na primeira fase.

6. Nós só sonhamos com o que conhecemos

Nossos sonhos estão frequentemente cheios de rostos estranhos – você sabia que sua mente não está inventando esses rostos? – eles são rostos de pessoas reais, que você viu durante sua vida, mas pode não saber ou se lembrar. O assassino do seu último sonho pode ser o cara que abasteceu o carro de seu pai quando você ainda era criança.

Todos nós já vimos centenas de milhares de rostos durante nossas vidas, por isso, temos uma infinidade de personagens para o nosso cérebro utilizar durante nossos sonhos.

5. Nem todos os sonhos são coloridos

12% da população sonha exclusivamente em preto e branco. O restante da população sonha com todas as cores. As pessoas também tendem a ter temas comuns em sonhos, como: escola, correndo devagar / no lugar, experiências sexuais, caindo, chegando tarde demais, uma pessoa que está viva – aparecendo morta, dente caindo, voando, em um acidente de carro, etc.

Ainda não é conhecido se o impacto de um sonho relacionado à violência ou a morte é mais emocionalmente para uma pessoa que sonha em cores do que aquela que sonha em preto e branco.

4. Os sonhos não são exatamente sobre o que eles são

Os sonhos falam em uma língua profundamente simbólica. A mente, inconsciente, tenta comparar o seu sonho a algo mais, que é semelhante. Portanto, qualquer que seja o seu sonho, é provável que seja somente um símbolo.

3. Pessoas que deixam algum hábito tem sonhos mais vívidos

As pessoas que fumaram por um longo tempo, e pararam, relataram ter sonhos mais vívidos do que o normal. Além disso, de acordo com o “Jornal de Anomalias Psicológicas”, em um grupo de 293 fumantes em abstinência entre 1 e 4 semanas, 33% relataram ter pelo menos 1 sonho que estava fumando. Na maioria dos sonhos, os indivíduos eram capturados pelos próprios fumantes e sentiram fortes emoções negativas, como pânico e culpa.

2. Estímulos externos invadem nossos sonhos

Chamado “incorporação no sonho”, é a experiência que a maioria de nós temos onde um som do mundo real é ouvido e incorporado no sonho, de alguma forma.

1. Você está paralisado enquanto dorme

A chamada paralisia do sono acontece durante o sono, como forma de evitar que o corpo se mova durante os sonhos. É um fenômeno natural que ocorre todas as noites, embora seja raramente notado pela própria pessoa enquanto se dorme. Momentos antes da mente despertar, a paralisia cessa. Por isso, raramente se tem consciência da sua existência. Se, porventura, a mente despertar antes do mecanismo de paralisação ser desativado, ocorre a consciência da paralisia do sono.

Esta consciência pode ser muito perturbadora, pois o indivíduo dá por si mesmo completamente paralisado, incapaz de mover os membros. A mente ainda está a atravessar um período de transição entre o estado de sono e o estado de vigilia (ou vice-versa) e nessa altura podem surgir alucinações hipnagógicas: presença de uma pessoa, ouvir vozes ou sons, sensação de flutuação ou de se sair do próprio corpo, imagens de pessoas, visualização de objetos, sensação de ver em redor mesmo tendo os olhos fechados, etc. Tanto as alucinações como a própria paralisia são inofensivas, existindo quem aproveite esta fase para induzir sonhos lúcidos ou alucinações agradáveis, e acontecem ocasionalmente, como resultado de uma má alimentação, maus hábitos de sono, estresse, etc. Por vezes, podem indicar a existência de um outro problema maior, como, por exemplo, a narcolepsia.

Estima-se que até 60% da população mundial já tenha passado por essa experiência pelo menos uma vez na vida. Em algumas culturas, isso significava pré-disposição ao xamanismo e contato com o mundo dos espíritos.

Interessante né?

Fonte: http://www.blogadao.com

Voltei…

Padrão

Nossa que saudade…que saudade do blog de postar,duas semanas sem poder fazer tudo isso…

Bom galera quero dizer que está tudo bem agora,que eu estou linda e ruiva kkk,e com tudo em cima. Quero agradecer a todos que me apoiaram que passaram por aqui,e deixaram uma palavra amiga pra mim,eu agradeço de coração.

Passei agora cedinho aqui para dizer que voltei com a corda toda,com muitas novidades,otimas materias,e umas surpresinhas…

Então agora que dei uma atualizada por aqui,ah a noite todos os selos que ganhei durante essas duas semanas ja estarão no ar,para recomeçar com chave de ouro kkk,escolhi uma materia,bem legal,peculiar e que deveria ser seguida por todos nós,então por enquanto é isso…

Bjus pessoal

Renata Ramone

Amigo gay

Padrão

Ai, que lindo esse vestido! E essa sandália, que ar-ra-so, amiga! Hum, amei essa sua bolsinha lilás. Mas confesso que estou em dúvida se você fica melhor de calça”. Ah, mulheres… a eterna dúvida do que vestir. Não satisfeitas de ficarmos indecisas sozinhas, chamamos uma amiga pra fazer companhia. Peraí, acho que chegaram a uma conclusão, vamos ver: “você acha mesmo? E que tal a saia branca com a bata verde? Pô, Júlio, te chamo aqui pra me dar uma luz e você ainda me confunde mais”. Aposto que você não está entendendo nada. Um amigo, homem, trocando figurinhas sobre o melhor modelito?! Calma, a gente esclarece: ele é gay!

Você é cheia de amigas de fé, irmãs, camaradas. Viagens, babados, festas, elas são pau pra toda obra, não perdem e não te deixam perder uma. Mas quando a coisa aperta é pro ombro dele que você corre, afinal, amigo é pra essas coisas, sendo gay então. “Acho ele imparcial. Tem exatamente o tom dos dois mundos, é muito sensível e não deixa de ter seu lado homem pra equilibrar”, diz a comissária de bordo Letícia Carlo sobre seu melhor amigo. “O Alex é meu porto-seguro. Tenho amigos heterossexuais, mas eles são diferentes, não é tudo que posso ou quero contar”, comenta ela.

 Ele nunca me deixa ficar pra baixo. Não fica como as mulheres, querendo conversar sobre o problema. Ao contrário disso, fala tanta besteira que até esqueço que estou triste. Fico impressionada como ele não se deixa abater facilmente

 Visualize a cena: você joga seu amigo em cima da mesa de trabalho, o agarra, diz que vai fazê-lo homem e pronto. O resultado disso: muitas gargalhadas. E não passa disso, pois, o amigo em questão não é chegado a fruta. Estas e outras brincadeiras fazem parte de uma grande amizade vivida pela jornalista Ana Paula Campos. “Sempre me senti muito à vontade para brincar assim com ele, para ter um contato físico maior. Esta é a grande diferença em relação aos amigos heterossexuais, com os quais jamais teria coragem de agir assim, com medo de que confundissem as coisas”, diz ela. Ana Paula ainda revela mais uma vantagem deste tipo de relação. “Uma prima minha e um amigo combinavam de dar em cima dos mesmo caras”. Competição? Nada disso! Ela explica: “É que se o cara escolhesse ele, era gay e ela não teria chance mesmo, e vice-versa”.

O alto astral é citado pela advogada Bianca Blak como sendo um dos pontos positivos de seu amigo gay. “Ele nunca me deixa ficar pra baixo. Não fica como as mulheres, querendo conversar sobre o problema. Ao contrário disso, fala tanta besteira que até esqueço que estou triste. Fico impressionada como ele não se deixa abater facilmente”. Bianca conta ainda que uma das situações mais divertidas que já viveu foi em uma festa à fantasia na casa dele. “Fui com meu marido e tinha lá uns poucos casais heterossexuais. As fantasias dos convidados você pode imaginar: barbies, bailarinas, entre outras semelhantes. No meio da festa, enquanto eles faziam uma performance na música ‘It’s raining man’, um vizinho começou a esmurrar a porta reclamando do barulho. Foi uma correria no apartamento e só sobrou na sala quem não estava fantasiado”. O resultado disso: fantasias e maquiagens desfeitas às pressas. “O vizinho acabou com a festa, e o show deles estava ótimo”, lembra.

Mas, para Bianca, não existem regras que estipulem o tipo de convívio que se vai ter com um homossexual. “Tenho um outro amigo que é mais sério, casado e muito fino. Com ele até converso sobre os problemas, mas também falamos sobre casa, decoração. Ele me dá conselhos e, principalmente, muitas dicas de etiqueta, já que é uma pessoa superelegante”, revela, observando também que esta história de que os gays só conversam sobre maquiagem e salto alto é mentira. “Pelo menos comigo não é assim. Em relação a como se vestir, por exemplo, eles pedem mais sugestões do que ajudam”.

Obs: Em homenagem a tds meus amigos gays que eu tanto adoro,vcs são demais.

Fonte:bolsademulher

Uma aldeia global não harmoniosa e em crise constante

Padrão
Crise
Crise

 Em 16 de setembro de 1999, a Folha de São Paulo publicou o relatório do Banco Mundial (BIRD) que nos mostra o panorama do mundo no final do século XX. O número de pessoas que vivem com menos de 1 dólar por dia passou de 1,2 bilhão em 1987 para 1,5 bilhão de seres humanos. Em dois anos, portanto, tivemos um aumento da pobreza no mundo em 25%. Esse relato deveria nos preocupar, pois é, de fato, assustador. É a indicação de que há uma violência que gera novas violências que vão tomando conta do mundo quase que numa dimensão geométrica. Há uma desarmonia nessa ordem de mercado global, focada na ordem econômica que discursa sobre a prosperidade e seus resultados, evitando demonstrar como se procede a distribuição da riqueza. A receita neoliberal ganhou espaços no mundo a partir de 1980. A grande parcela dos países em desenvolvimento, como é o caso do Brasil, buscaram reestruturar suas políticas dentro dos três princípios das políticas neoliberais: abertura de mercado, a construção do Estado mínimo (reduzir o papel do Estado na administração da coisa pública) e o estímulo à entrada de investimentos externos. Se essa tendência persistir, segundo o Banco Mundial, teremos 1,9 bilhão de seres humanos, inseridos dentro desses dados estatísticos no ano de 2015.

Outro dado do relatório publicado pelo jornal Folha de São Paulo que chamou minha atenção foi o da situação geográfica mundial sobre o aumento do número de seres humanos que de 1987 a 1999, vivem com menos de 1 dólar por dia nas regiões e continentes do mundo. Observemos com atenção:

Dos 4,4 bilhões de seres humanos, habitantes dos países em vias de desenvolvimento:

– 60% não têm acesso à estrutura de saneamento básico.

– Um terço não consome água tratada.

– 25% não possuem moradia decente.

– 20% não têm acesso a tratamento médico.

– 20% das crianças não completam a escolaridade básicas de 4 ou 5 anos .

– 20% das crianças não se alimentam o necessário para desenvolver-se dentro dos padrões básicos de recebimento dos nutrientes para uma boa saúde.

O relatório ainda mostra que o Banco Mundial possuía um estoque de poupança global da ordem de US$ 13,7 trilhões no ano de 2000. Esse dinheiro, em tese, está a disposição dos países de economia em desenvolvimento e que possam mostrar projetos que dêem retorno atraente de investimentos. As demais nações empobrecidas acabam ficando fora dos projetos de investimentos por parte do Banco Mundial. Prevalece a concepção de uma política concentradora. O foco do mercado e dos resultados é que vai delinear os investimentos de poupança global, sob controle do Banco Mundial.

Outras referências que podem nos ajudar a compreender o mundo contemporâneo são os dados apontados pelo BIRD no jornal “O Estado de São Paulo” em 16 de setembro de 1999 sobre a questão urbana. “Em 1975, menos da metade (38%) da população mundial vivia em centros urbanos. Em 2025, pelas previsões do Banco mundial, quase dois terços dos habitantes do planeta (59%) estarão morando em cidades – a maior parte deles (90%) em países em desenvolvimento, sem recursos suficientes para montar uma infra-estrutura adequada” (Estado de São Paulo, 16/09/1999). Com o crescimento urbano numa ordem de exclusão, a violência é a primeira conseqüência, pois, a apartação social é geradora de violência por si mesma.

A cidade tornou-se um local importante para ser discutida na economia global. No lugar do global é preciso ver, também, o local que é a cidade: o lugar onde as pessoas vivem, moram e, muitas vezes sofrem como também se alegram. Em tempos de um processo eleitoral, essas questões nos ajudam a pensar sobre a importância daqueles que se colocam a serviço da população para representá-la nas decisões do município e em políticas pública. E, por isso mesmo, cabem algumas perguntas: Qual é o programa político para a cidade dos candidatos que se apresentam como prestadores de serviço para o município? Há interesses coletivos em suas propostas? Seus discursos são coerentes e pautados por projetos viáveis?

Renata

Nós somos as somas das nossas opções

Padrão

A GENTE É O QUE A GENTE ESCOLHE SER,

O DESTINO POUCO TEM A VER COM ISSO.

DESDE PEQUENOS APRENDEMOS QUE, AO FAZER UMA OPÇÃO, ESTAMOS DESCARTANDO OUTRA, E DE OPÇÃO EM OPÇÃO VAMOS TECENDO ESSA TEIA QUE SE CONVENCIONOU CHAMAR “MINHA VIDA”.

NÃO É TAREFA FÁCIL. NO MOMENTO EM QUE SE ESCOLHE SER MÉDICO, SE ESTÁ ABRINDO MÃO DE SER PILOTO DE AVIÃO.

AO OPTAR PELA VIDA DE ATRIZ, SERÁ QUASE IMPOSSÍVEL CONCILIAR COM A ARQUITETURA.

SE FOR A PSICOLOGIA QUE SE ALMEJA, POUCO TEMPO SOBRARÁ PARA FAZER O CURSO DE ODONTOLOGIA.

NÃO SE PODE TER TUDO.

NO AMOR, A MESMA COISA: NAMORA-SE UM, OUTRO, E MAIS OUTRO, NUM EXCITANTE VAIVÉM DE ROMANCES.

ATÉ QUE CHEGA UM MOMENTO EM QUE É PRECISO DECIDIR ENTRE PASSAR O RESTO DA VIDA SEM COMPROMISSO FORMAL COM ALGUÉM, APENAS VIVENCIANDO AMORES E DEIXANDO-OS IR EMBORA QUANDO SE FINDAM, OU CASAR, E ATRAVÉS DO CASAMENTO FUNDAR UMA MICROEMPRESA, COM DIREITO A CASA PRÓPRIA, ORÇAMENTO DOMÉSTICO E RESPONSABILIDADES.

AS DUAS OPÇÕES TÊM SEUS PRÓS E CONTRAS:

VIVER SEM LAÇOS E VIVER COM LAÇOS.

ESCOLHA: MORAR EM LONDRES OU NUMA CHÁCARA?

TER FILHOS OU NÃO?

POSAR NUA OU RALAR ATRÁS DE UM BALCÃO?

CORRER DE KART OU ENTRAR PARA UM CONVENTO?

FUMAR E BEBER ATÉ CAIR OU VIRAR VEGETARIANO E BUDISTA?

TODAS AS ALTERNATIVAS SÃO VÁLIDAS,

MAS HÁ UM PREÇO A PAGAR POR ELAS.

QUEM DERA PUDÉSSEMOS SER UMA PESSOA DIFERENTE A CADA 6 MESES,SER CASADOS DE SEGUNDA A SEXTA E SOLTEIROS NOS FINAIS DE SEMANA,TER FILHOS QUANDO SE ESTÁ BEM-DISPOSTO E NÃO TÊ-LOS QUANDO SE ESTÁ CANSADO, VIVER DE POESIA E DORMIR EM HOTEL 5 ESTRELAS.

NO WAY.

POR ISSO É TÃO IMPORTANTE O AUTOCONHECIMENTO.

POR ISSO É NECESSÁRIO LER MUITO, OUVIR OS OUTROS, ESTAGIAR EM VÁRIAS TRIBOS,

PRESTAR ATENÇÃO AO QUE ACONTECE EM VOLTA

E NÃO CULTIVAR PRECONCEITOS.

NOSSAS ESCOLHAS NÃO PODEM SER APENAS INTUITIVAS, ELAS TÊM QUE REFLETIR O QUE A GENTE É.

LÓGICO QUE SE DEVE REAVALIAR DECISÕES

E TROCAR DE CAMINHO: NINGUÉM É O MESMO PARA SEMPRE.

MAS QUE ESSAS MUDANÇAS DE ROTA VENHAM PARA ACRESCENTAR, E NÃO PARA ANULAR A VIVÊNCIA DO CAMINHO ANTERIORMENTE PERCORRIDO.

A ESTRADA É LONGA, MAS NOSSO TEMPO É CURTO,PORTANTO, TENHA PRESSA… CORRA ATRÁS DE SEUS SONHOS, MAS NÃO SE ESQUEÇA

QUE NÃO PODES DESTRUIR O SONHO DE OUTRA PESSOA, ESCOLHA O CAMINHO DO BEM E DO CERTO, PARA NÃO SE ARREPENDER DEPOIS.

 Renata